ESTADOS UNIDOS - 2ª GUERRA MUNDIAL: CALVIN LEON GRAHAM, O MAIS JOVEM HERÓI DOS EUA NA SEGUNDA GUERRA - 1942!!!

Ir em baixo

ESTADOS UNIDOS - 2ª GUERRA MUNDIAL: CALVIN LEON GRAHAM, O MAIS JOVEM HERÓI DOS EUA NA SEGUNDA GUERRA - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Mar 29 2018, 16:25

Compartilho com os colegas, "Calvin Leon Graham, O Mais Jovem Herói dos Estados Unidos na 2ª Guerra - 1942".


                                                    CALVIN LEON GRAHAM,
                                      O MAIS JOVEM HERÓI DOS EUA NA 2ª GUERRA.                

Johnston tinha apenas 12 anos, durante a Guerra Civil, e 13 anos quando foi condecorado. Em 6 de julho de 1864, o Departamento de Guerra da União proibiu o recrutamento de menores de 16 anos; dez meses antes do fim da Guerra Civil. A aplicação, no entanto, era e ainda é outra questão. A atual legislação norte-americana permite que os jovens de 17 anos entrem para o exército com o consentimento dos pais, mas os proíbe de operações no exterior ou de combate. Apesar disso, o Diretor de Política de Pessoal Militar do Exército dos EUA reconheceu que sessenta jovens de 17 anos foram enviados ao Iraque e ao Afeganistão em 2003 e 2004.
Calvin Leon Graham nasceu em 3 de abril de 1930, em Canton, Texas, numa família de agricultores pobres. O mais novo de sete filhos, sua situação piorou, quando seu pai morreu. Sua mãe se casou novamente com um homem agressivo que desabafava na família. Incapaz de aguentar esta situação, Graham e um irmão mais velho se mudaram, para viverem de biscates. Graham vendia jornais de manhã, antes da escola. Nos fins de semana, ele entregava telegramas. Sua mãe, ocasionalmente, lhe visitava, quando seus boletins de notas precisavam ser assinados. O que Graham realmente queria era se juntar aos militares. Ele era um leitor ávido que desenvolveu um ódio por Hitler - talvez porque ele visse algo do "homem" em seu padrasto. Ele também tinha parentes que haviam ido à guerra e ficaram indignados, quando souberam de suas mortes. Ele começou a se barbear acreditando que estimularia os pêlos faciais. Não funcionou, pois tinha apenas 11 anos. Incapaz de esperar, Graham roubou um selo notarial e o levou a alguns amigos que forjaram a assinatura de sua mãe. Ele vestiu as roupas de seu irmão mais velho, havia praticado para ficar com a voz grave e dirigiu-se a um escritório de recrutamento militar. Com ele, outros rapazes eram apenas alguns anos mais velho que ele. Todos eles passaram pelo teste físico. Graham disse a sua mãe que ele ia visitar parentes. Ele então abandonou a sétima série e foi para San Diego para treinamento militar básico. Os instrutores de treinamento, também, sabiam que Graham e vários outros mentiam sobre suas idades. Para fazê-los desistir, eles foram obrigados a correr quilômetros extras e carregarem mochilas mais pesadas, mas Graham estava determinado a vencer. Tudo era melhor que o lar. Em 15 de agosto de 1942, Graham foi empossado na Marinha dos EUA. Ele tinha 12 anos, quatro meses e 12 dias de vida - fazendo dele o mais novo militar, desde a Guerra Civil e o mais novo a servir na Segunda Guerra Mundial. Ele foi enviado para Pearl Harbor e designado para o encouraçado USS South Dakota sob o comando do capitão Thomas Leigh Gatch. Marinheiro de Primeira Classe, Graham era carregador de uma arma anti-aérea de 40 mm. O encouraçado USS South Dakota foi o primeiro de uma nova classe de encouraçados, carregando novos armamentos e possuindo um poder de fogo muito maior. Ele viu pela primeira vez ação na Batalha de Santa Cruz, nas Ilhas Salomão em 25 e 27 de outubro de 1942. Às 12h30 do primeiro dia, o encouraçado USS South Dakota sofreu um impacto direto de uma bomba japonesa de 550 libras em sua torre de canhão nº 1. O navio abatera 32 aviões japoneses. O encouraçado USS South Dakota, novamente, se envolveu em batalha em 14 de novembro de 1942, quando foi atingido 42 vezes por disparos dos cruzadores japoneses, mas colocou a pique três curzadores japonenses. Graham estava no convés, quando estilhaços golpearam seu rosto e quebraram os dentes da frente. Uma explosão o jogou longe. Percebeu que estava queimado em razão da explosão. Mais tarde, ele disse: “Eu tirei cintos dos mortos e fiz torniquetes nos vivos, dei-lhes cigarros e os encorajei a noite toda. Foi uma longa noite. .. Eu não reclamei, porque metade do navio estava morto". Os japoneses pensaram que o navio iria afundar, devido aos grandes danos sofridos pelo encouraçado na Batalha de Guadalcanal, e abandonaram a batalha. Para fazê-los acreditar nisso, o encouraçado USS South Dakota foi renomeado encouraçado "X". Quando a Marinha o identificou como sendo o encouraçado USS South Dakota, ele tinha três navios irmãos, o USS Massassachusetts, o USS Indiana e o USS Alabama. Toda a tripulação recebeu uma Comenda da Marinha, e Graham também recebeu uma Medalha Estrela de Bronze e o Coração Púrpura. Sua mãe, finalmente descobriu onde ele estava, quando ele voltou para casa para o funeral de sua avó. Ela disse à Marinha quantos anos tinha seu filho mais novo. A Marinha em vez de liberá-lo das suas obrigações militares, ordenou que ele fosse preso e planejaram mantê-lo preso até que seu contrato de serviço terminasse. A irmã de Graham ameaçou informar a imprensa, o que fez que ele fosse libertado. Graham tentou voltar ao seu navio, mas ele foi desonrosamente liberado da Marinha em 1 de abril de 1943, e suas medalhas foram revogadas. Ele não recebeu nenhum benefício por invalidez, apesar de seus ferimentos. Em vez de voltar para a escola, Graham foi trabalhar como soldador. Casou-se e teve um filho aos 14 anos. Ele se divorciou aos 17 anos, e após se alistou nos Fuzileiros Navais. Três anos depois, ele machucou as costas, após cair de um píer naval. Este infeliz evento terminou com sua carreira militar. Para sobreviver, vendia assinaturas de revistas para ganhar a vida. Ele passou o resto de sua vida lutando pelo reconhecimento que merecia. Em 1978, finalmente seus atos durante a guerra foram reconhecidos, sua pensão foi restabelecida e suas condecorações lhe foram devolvidas, exceto a medalha Coração Púrpura, e isto foi aprovado pelo presidente Jimmy Carter. Em 1988, sua história chamou a atenção do público, através do filme de TV "Too Young the Hero" (O Jovem Herói). A publicação de sua história levou o governo a rever seu caso, e o presidente Ronald Reagan assinou uma legislação que concedeu a Calvin Leon Graham benefícios de invalidez total, aumentou seu soldo para US$ 4.917 e permitiu a ele US$ 18 mil para despesas médicas anteriores, devido aos ferimentos sofridos, enquanto membro das forças armadas. Calvin Leon Graham faleceu em 6 de novembro de 1992, Fort Worth, Texas, de insuficiência cardíaca. Após sua morte, todas suas condecorações foram restabelecidas com exceção do Coração Púrpura. Dois anos depois, o Coração Púrpura foi devolvido à sua viúva em 1994 em uma cerimônia especial, juntamente com a Medalha de Serviço de Defesa, a Medalha de Campanha do Pacífico Asiático, a Medalha Estrela de Batalha de Bronze e a Medalha de Vitória da Segunda Guerra Mundial. Calvin Leon Graham está enterrado no Laurel Land Memorial Park, em Fort Worth, Texas.

ENCOURAÇADO USS SOUTH DAKOTA.


ENCOURAÇADO USS ALABAMA.


ENCOURAÇADO USS MASSACHUSETTS.


ENCOURAÇADO USS INDIANA.


FDC PRESIDENTE JAMES "JIMMY" CARTER.


FDC PRESIDENTE RONALD REAGAN.


MARINHEIRO DE 1ª CLASSE
CALVIN LEON GRAHAM - 1942.


ENCOURAÇADO USS SOUTH DAKOTA.


USS SOUTH DAKOTA ATIRANDO AVIÃO TORPEDEIRO JAPONÊS, BATALHA DE SANTA CRUZ - 1942.


A DISSIMULAÇÃO DO USS SOUTH DAKOTA COMO ENCOURAÇADO "X".


ENCOURAÇADO "X", MAS ERA O USS SOUTH DAKOTA.


PLACA INDICATIVA TUMULO CALVIN LEON GRAHAM.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum