MONTES CLAROS - filatelia

Ir em baixo

MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 08:16

Colegas,
Criei esse tópico para postar as coleções e quaisquer peças filatélicas ou correlatas relacionadas à história postal de Montes Claros - MG.
Todos estão convidados a apresentarem também as suas próprias peças.
Um abraço,

ps.: se alguém tiver alguma peça dessas disponível, eu estou disponível para doações ou trocas !!! Very Happy Laughing Razz


Última edição por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 08:23, editado 1 vez(es)
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 08:22

Inauguro com essas três peças que pertencem a um colega:

Uma cinderela:


Uma folhinha comemorativa do centenário da cidade:


Carimbologia:
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 08:26

Envelope circulado 1999 (agência BATALHÃO):

obs.: a agência BATALHÃO não existe mais.


Última edição por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 14:15, editado 2 vez(es)
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Glauber em Sex Jan 26 2018, 11:14

Muito interessante, amigo!
Vamos buscar peças com carimbos e/ou outros itens relacionados à Montes Claros.

Abraços,

_________________
Glauber Motta
Coleciono selos 'mint': Brasil; e dos temas: Circo, Desertificação,
Felinos do Continente Americano, Mercosul e América-UPAEP (emissões conjuntas) etc.;
Selos 'usados' de séries básicas.
avatar
Glauber

Idade : 43
Localização : Valente - BA - Brasil
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 14:14

Muito Obrigado Glauber  cheers . Se essa iniciativa der certo, quem sabe outros colegas não podem fazer o mesmo para as suas cidades/regiões? Um abraço,

Encontrei esse envelope circulado em 2004 (agência JOÃO XXIII):



obs.: apesar de ser relativa a uma área densamente povoada da cidade, a agência JOÃO XXIII não existe mais. Nenhuma outra agência próxima foi criada (só resta a população local se deslocar ao centro da cidade).


Última edição por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 15:48, editado 2 vez(es)
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por H Roberto em Sex Jan 26 2018, 15:05

tenho um aqui recebido recentemente...infelizmente a parte inferior do carimbo pouco pode-se ler.
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por H Roberto em Sex Jan 26 2018, 15:26

DSC01797 by H Roberto, no Flickr" />
DSC01796 by H Roberto, no Flickr" />
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Jan 26 2018, 15:48

Caro H Roberto,

kkkkkkkkkkk sim, é de Montes Claros (combinado os dois carimbos se tem uma ideia melhor).

Pena nem toda a turma dos Correios ter um treinamento adequado da importância de um carimbo bem aplicado. Mas valeu !!!
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sab Jan 27 2018, 14:53

Envelope circulado em 2004 (agência ACF - FORUM):


avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sab Jan 27 2018, 15:08

Outro carimbo também da ACF - FORUM:

avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por H Roberto em Sab Jan 27 2018, 15:26

esse até cego lê
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sab Jan 27 2018, 15:33

H Roberto, o interessante desses dois últimos carimbos é que são de modelos diferentes (o primeiro tem letras maiores), apesar de serem da mesma agência e usados no mesmo período.
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por H Roberto em Sab Jan 27 2018, 15:45

Também observei Gnobre...é visível...sei lá talvez seções dentro dos correios recebam
carimbos encomendados de fabricantes diferentes o que não acho plausível...é difícil explicar scratch
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sab Jan 27 2018, 15:53

H Roberto escreveu:Também observei Gnobre...é visível...sei lá talvez seções dentro dos correios recebam
carimbos encomendados de fabricantes diferentes o que não acho plausível...é difícil explicar scratch

Olhe, eu vou chutar uma explicação, mas é chute mesmo, na base da invencionice, não garanto absolutamente nada:

- o último carimbo está visivelmente "meio baleado". Assim, a ACF FORUM encomendou um carimbo novo, letras maiores, e passou a o usar. Mas o carimbo anterior ainda teve uma sobrevida, por isso ambos foram usados concomitantemente por um tempo.

acha plausível minha "explicação" kkkkkk

ps.: por outro lado apesar da marca meio ilegível isso pode ser resultante somente da má aplicação do carimbo, que pode estar perfeito. Ai não tenho nenhuma "explicação", nem na base do chute .... affraid
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sab Jan 27 2018, 16:01

Achei outro envelope do mesmo:



Arrow E agora, isso é defeito do carimbo, ou somente uma má aplicação do mesmo ?? Question ??
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Marcos Paulo em Sex Set 07 2018, 16:34

Em 3 de julho de 1857 , a Vila passou à cidade com o nome de Montes Claros. Ou seja , o nome do município foi alterado de Montes Claros de Formigas para simplesmente Montes Claros.     https://pt.wikipedia.org/wiki/Montes_Claros

Mas conforme carimbologia R. Koester Carimbos Brasil Clássico letra M o carimbo ainda se preservava "DE FORMIGAS".

 
avatar
Marcos Paulo

Localização : Brazil
Data de inscrição : 09/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Gnobre em Sex Set 07 2018, 19:14

Marcos Paulo escreveu:Em 3 de julho de 1857 , a Vila passou à cidade com o nome de Montes Claros. Ou seja , o nome do município foi alterado de Montes Claros de Formigas para simplesmente Montes Claros.     https://pt.wikipedia.org/wiki/Montes_Claros

Mas conforme carimbologia R. Koester Carimbos Brasil Clássico letra M o carimbo ainda se preservava "DE FORMIGAS".

 

Belíssimo carimbo!!
avatar
Gnobre

Idade : 49
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Marcos Paulo em Sab Set 08 2018, 10:22

Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros

“MONTES CLAROS”, UMA HIPÓTESE

Lázaro Francisco Sena

Cadeira N. 55

Patrono: João Luiz de Almeida

De vez em quando vem à tona a discussão sobre a origem do belo nome de nossa cidade e município, MONTES CLAROS. Se buscarmos explicações com os historiadores locais mais antigos, como Urbino Viana, vamos encontrar, em sua “Monografia Histórica, Geográfica e Descritiva do Município de Montes Claros”, publicada em 1916, a afirmação de que “A Fazenda dos Montes Claros ficou situada à margem do rio Verde Grande, próxima a montes formados de xistos calcáreos, despidos de vegetação, e dos quais a vista se pode alongar indefinida num horizonte límpido, estando os ´montes` sempre ´claros`, característica de onde proveio, dizem, o nome à fazenda, servindo depois à cidade que, primitivamente, foi Vila de Montes Claros de Formigas.” Mais recente foi a publicação, em 1957, da obra magistral de Hermes de Paula, “Montes Claros, sua História, sua Gente e seus Costumes”, onde o autor corrobora a explicação anterior, ao afirmar que “A ausência constante de nuvens baixas ou cerrações permite que o observador alongue a vista indefinidamente em horizonte límpido, onde os 'montes' se apresentam sempre 'claros'. E em favor de nossa opinião vem a maneira pela qual se enunciava o nome da primitiva fazenda – Fazenda dos Montes Claros.” Outros estudiosos do assunto, embora com a mesma relutância dos dois autores citados, terminam por se acomodarem com a explicação. Dizemos que Urbino Viana foi relutante, quando cravou a expressão “dizem”, no meio de sua afirmativa; e Hermes de Paula também não supera nossa dúvida, ao ilustrar a sua com uma espécie de “habeas
corpus” preventivo, “em favor de nossa opinião”.

Ora, por que o questionamento deste assunto, se temos um topônimo de tanta expressividade, ao ponto de envaidecer os mais empedernidos corações nativos? Por que duvidar da claridade da serrania que circunda nossa cidade? Porque, geograficamente, nem a cidade e nem o município têm montes, na acepção mais comum da palavra, significando considerável elevação do terreno acima do solo que o rodeia. Podemos exemplificar até mesmo com o monte EVERESTE, o mais alto da terra, passando pelo monte BRANCO, o maior da Europa, e chegando até aquele que talvez seja o único representante de nossa região, o monte AZUL. O que temos em abundância são apenas morros, ou montes pouco elevados, mas são morros, modestamente. É o caso do morro do CHAPÉU, morro VERMELHO, morro DOIS IRMÃOS, ou do menor ainda em nossa cidade, por isso mesmo chamado apenas de MORRINHO.

Assim, entendemos que a grande diferença entre monte e morro é que o primeiro se pode avistar de longa distância, enquanto que o segundo desaparece de nossas vistas, logo que transpomos qualquer elevação. E o morro DOIS IRMÃOS somente é visível de algumas partes da cidade, em suas imediações.
Não estamos querendo, com esta nossa dúvida, rebaixar o pacífico morro DOIS IRMÃOS que tão bem simboliza Montes Claros em suas representações oficiais, quer seja na Bandeira, no Brasão, nos documentos de qualquer natureza ou, mais ainda, no coração de sua gente. Que ele continue sempre altaneiro, com os seus dois “picos” apontados para o céu, e vaidoso de sua promoção a monte, embora já esteja sendo dilapidado e desfigurado, paulatinamente, pela indústria cimenteira local, correndo o risco de desaparecer a médio prazo, sob a cômoda cumplicidade de todos nós. O que estamos buscando é uma explicação mais convincente para a origem do nome MONTES CLAROS, o seu real significado histórico.

Os bons dicionários e a inevitável comunicação diária permitem-nos empregar a palavra “monte” em diversas outras situações, tais como monte de problemas, monte de lixo, monte de terra e até monte de gente. Nem somente o homem faz os seus montes de terra, mas também os animais, como os cupins, as formigas..., sim, as formigas e os cupins são caprichosos nos seus montes, pois eles constituem a sua morada, ou parte dela, já que, para as formigas, servem apenas de proteção e de decoração. Normalmente são invariáveis na forma, mas nas cores assumem a tonalidade do subsolo, quase sempre diferente da camada superficial, podendo ser vermelhos, escuros, claros e outras variações. A figura nº 02 mostra uns montes claros de cupim,
recentemente fotografados numa localidade próxima, que poderia chamar-se Fazenda dos Montes Claros, nome idêntico ao de uma parte da sesmaria concedida ao bandeirante Antônio Gonçalves Figueira, pelo alvará de 12 de abril de 1707. A figura nº 03 mostra um monte de formiga que, embora raro, ainda existe, de coloração mais escura, do jeito que é a terra no subsolo.

2  3


Conforme se pode verificar em relatos e documentos históricos, a família Figueira não teve sucesso duradouro com a administração da fazenda, razão de sua venda ao Alferes José Lopes de Carvalho, em 27 de setembro de 1768. Sentindo a necessidade de serviços religiosos mais próximos, o Alferes fez doação de uma parte de sua terra, como patrimônio para construção da Capela de Nossa Senhora da Conceição e São José, limitado ao Sul pela passagem das formigas, de acordo com escritura passada em 19 de junho de 1769. Deve ter sido essa uma das primeiras referências, por escrito, a um acidente geográfico com o nome de formigas. Em torno dessa capela formou-se o arraial que viria a ser conhecido pelo mesmo epíteto, face à quantidade e influência desse inseto sobre a vida das pessoas, fazendo esquecer a primeira designação, para se transformar em Arraial das Formigas, naturalmente de domínio público, mas sem registro em documentos oficiais. Com o desenvolvimento e crescimento da povoação, foi o arraial elevado à categoria de vila, por decreto imperial datado de 13 de outubro de 1831, que estabeleceu também a autonomia política e administrativa do município, agora de nome novo, conjugando as duas denominações anteriores: Vila de Montes Claros de Formigas. Esse foi o topônimo oficial do município e sua sede administrativa até a elevação da vila à categoria de cidade, através de lei provincial de 03 de julho de 1857, agora com o belo e definitivo nome: Cidade de Montes Claros, ou simplesmente MONTES CLAROS.

Após estas considerações gerais sobre a transformação da fazenda em cidade de Montes Claros, passando pelo arraial de Nossa Senhora da Conceição e São José de Formigas e vila de Montes Claros de Formigas, podemos afirmar, com toda convicção, que não foram os “montes despidos de vegetação”, ou “sempre descobertos de nuvens baixas ou cerrações”, que deram origem ao belo nome de nossa terra, mesmo porque, além de aqui não existirem montes propriamente ditos, as pequenas serras e morros existentes em nada se distinguem de outros da região, estando todos sujeitos ao mesmo clima e à mesma vegetação. Se bem atentarmos ao nome da vila, aí vamos perceber um pequeno detalhe ou sutileza lingüística que trabalha em favor de nossa idéia. Em todos os registros existentes, está bem claro: Vila de Montes Claros DE Formigas e não DAS Formigas. Isso quer dizer que os montes considerados eram de formigas – ou de cupins -, formados por elas – ou por eles -, e não necessariamente porque aqui existiam tais insetos em abundância. Quando se fala Serra DAS Araras, Lagoa DOS Patos, Monte DAS Oliveiras e tantos mais quantos se quiser, não temos dúvidas, foi a presença dessas aves ou árvores que fez surgir os nomes dos acidentes geográficos. MONTES CLAROS, a fazenda, a vila e a cidade, nunca foi DAS FORMIGAS. Apenas o arraial, que surgiu após o crepúsculo dos Figueiras e com o alvorecer do Alferes José Lopes de Carvalho, pode ostentar esta condição, de Arraial DAS Formigas, pois a luz da emancipação política, em 1831, veio para clarear principalmente as idéias de todos os que somos montesclarenses, quer seja por nascimento, quer seja por adoção.
avatar
Marcos Paulo

Localização : Brazil
Data de inscrição : 09/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por H Roberto em Sab Set 08 2018, 11:52

[img]DSC03247 by H Roberto, no Flickr[/img]
[img]DSC03246 by H Roberto, no Flickr[/img]

Age Doutor Veloso/MG
[img]DSC03245 by H Roberto, no Flickr[/img]
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MONTES CLAROS - filatelia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum