FRANÇA - 2ª GUERRA MUNDIAL: A LINHA MAGINOT - 1938!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FRANÇA - 2ª GUERRA MUNDIAL: A LINHA MAGINOT - 1938!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Dom Ago 27 2017, 18:03

Compartilho com os colegas, "A Linha Maginot", a monumental defesa francesa contra os alemães...apenas na teoria!!

                                                           A LINHA MAGINOT.

Era um conjunto impressionante de grandes fortificações defensivas, construído na fronteira entre a França e a Alemanha, prolongando-se da Suíça até o Luxemburgo e a Bélgica. O seu objetivo era simples: aguentar e retardar um eventual ataque alemão, dando tempo aos franceses para mobilizarem suas reservas. O seu nome foi uma homenagem a André Maginot, Ministro da Guerra que, assim como Joseph Joffre e Henri Philippe Pétain, foi um dos principais defensores da ideia de se construir fortificações defensivas entre a França e Alemanha, impedindo assim, novos ataques vindos a partir do leste. O projeto foi muito combatido e criticado por uma parcela importante do exército francês, com destaque para Paul Reynaud e Charles de Gaulle que defendiam que os recursos gastos na Linha Maginot poderiam ser melhor aproveitados na construção e modernização das forças móveis e blindadas francesas. Apesar do nome, a Linha Maginot não era uma linha estreita e contínua de defesa. O conceito implementado na sua construção era o de defesa em profundidade, o que significava que em certas zonas as fortificações podiam espalhar-se em profundidade por até 25 km, ou seja, mesmo que as primeiras defesas fossem vencidas, as que estavam atrás continuavam intactas e prontas para enfrentar um inimigo enfraquecido pelos combates anteriores. Era composta por um intrincado sistema de fortalezas, bunkers, artilharia pesada, plataformas de metralhadoras e armas anti-tanque, artilharia anti-aérea, depósitos subterrâneos de munições e postos de observação. Possuía também um moderno sistema de torres retráteis de artilharia, ou seja, a torre elevava-se do solo, disparava e voltava a descer para o subsolo, protegendo assim a estrutura de contra ataques da artilharia inimiga. No total haviam 45 grandes fortes estrategicamente posicionados a cada 15 km, 97 pequenos fortes e mais de 350 casamatas entre eles, tudo interligado por mais de 100 km de túneis e ferrovias subterrâneas. As plataformas de artilharia tinham mapas com a localização exata das outras fortificações, tudo para evitar danos por fogo amigo durante as operações de ataque. Em maio de 1940, durante a invasão alemã da França, a Linha Maginot cumpriu com o seu papel, que era impedir que forças alemãs invadissem a França por aquela região, no entanto, aquilo que os franceses e britânicos não previram é que os alemães iriam avançar com uma força móvel de blindados pela região das Ardenas e, num grande movimento de "pinças", cercar e destruir os exércitos aliados combatendo na Bélgica. Por ser uma região de floresta densa, os franceses acreditavam que era impenetrável e que uma grande força de blindados não poderia transitar pelas suas estradas estreitas e sinuosas, por isso a Linha Maginot não se prolongou por essa zona. Como a história provou, estavam terrivelmente enganados. A construção começou em 1929 e terminou em 1938 e esteve em utilização até 1969. Os franceses pensavam estar seguros por trás dessa linha de fortificações, erigidas após a Primeira Guerra Mundial, que separava a fronteira com a Alemanha. A ideia era a de construir uma super trincheira, invencível, pois ainda se tinha em mente as longas batalhas de trincheiras da guerra anterior. Porém, a linha não cobria toda a fronteira francesa, apenas a parte em que fazia divisa com a Alemanha. Isso permitiu que o exército de Hitler, literalmente, desse a volta e invadisse a França, em 1940. A ironia é que se tivesse sido usado adequadamente, isto é, complementado com uma aguda compreensão do que o inimigo poderia fazer e não o que os franceses queriam que eles fizessem, poderia ter sido um símbolo de vitória. Conforme projetado, a linha Maginot funcionou. Foi o resto da estratégia da França que falhou. No geral as instalações continuam em bom estado nos dias de hoje, e muitas das suas instalações podem ser visitadas por turistas interessados em conhecer um pouco mais sobre a história militar francesa.


         ANDRÉ MAGINOT,
            MINISTRO DA GUERRA.


ANDRÉ MAGINOT, MINISTRO DA GUERRA.


TÁTICA USADA PELOS ALEMÃES: CONTORNAR A LINHA MAGINOT.


TROPAS FRANCESAS NA LINHA MAGINOT.


CASAMATA NA LINHA MAGINOT.


CORTE TRANSVERSAL LINHA MAGINOT.


CORTE TRANSVERSAL LINHA MAGINOT.


LINHA MAGINOT, ATUALMENTE...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FRANÇA - 2ª GUERRA MUNDIAL: A LINHA MAGINOT - 1938!!!

Mensagem por Christian Bernardi em Seg Ago 28 2017, 09:17

Excelente postagem Antonio! Não conhecia essa parte da história, muito interessante mesmo! Obrigado por compartilhar!
avatar
Christian Bernardi

Idade : 43
Localização : Pernambuco
Data de inscrição : 05/07/2014

http://filateliabernardi.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FRANÇA - 2ª GUERRA MUNDIAL: A LINHA MAGINOT - 1938!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Ago 28 2017, 18:18

Prezado,

agradecido...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FRANÇA - 2ª GUERRA MUNDIAL: A LINHA MAGINOT - 1938!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum