ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL:ERICH "BUBI" HARTMANN, O DIABO NEGRO DOS CÉUS. - 1942!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL:ERICH "BUBI" HARTMANN, O DIABO NEGRO DOS CÉUS. - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Jul 24 2017, 21:24

Compartilho com os colegas, "Erich Bubi Hartmann, O Diabo Negro dos Céus".

                                            ERICH "BUBI" HARTMANN,
                                           O DIABO NEGRO DOS CÉUS.

Seus compatriotas alemães o conheciam como “Bubi” (Menino) e “Cavaleiro Louro", seus inimigos chamavam-no pela sua outra alcunha, mais assustadora: "Diabo Negro". Erich Alfred Hartmann nasceu em 19 de abril de 1921 em Weissach, estado de Württemberg, Alemanha. Passou seus primeiros anos na China, país que oferecia melhores perspectivas financeiras a seu pai, médico. Regressou à Alemanha com a família em 1928. Sua mãe, que havia sido uma das pioneiras de vôo em planadores na Alemanha, deu-lhe suas primeiras lições de vôo. Hartmann aprendeu a voar em planadores e obteve licença de piloto de aviões a motor em 1939. Em 1937, já era instrutor de planador na Juventude Hitlerista. Em 1940, um ano após o início da II Guerra Mundial,  Hartmann, com apenas 18 anos, era cadete-aviador da Força Aérea Alemã. Frequentou Luftkriegsschule II (Escola de Combate Aéreo II) em Berlim-Gatow e obteve a licença de piloto militar em agosto de 1941. De outubro de 1941 a fevereiro de 1942, freqüentou a Jagdfliegerschule Vorschule II (Escola Preparatória de Pilotos de Caça II) em Speyerdorf Lachen. Seu primeiro posto operacional foi na 7./JG 52 (7º Staffel da Jagdgeschwader 52) na Frente Oriental, em 10 de outubro de 1942. O tenente Hartmann foi colocado sob a supervisão do Oberfeldwebel (Sargento-Aviador) Edmund "Paule" Rossmann, (detentor da Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, 93 vitórias, feito prisioneiro pelos russos em 09 de julho de 1943 e considerado um dos melhores líderes da Frente Oriental). O começo da carreira de Hartmann foi realmente medíocre, em comparação ao futuro às que ele se tornaria. Não fosse por seu instrutor e líder, major Walter Krupinski, Hartmann certamente não seguiria em sua carreira de piloto de caça. Ele chegou a apresentar seu pedido de transferência para a infantaria, devido a seu péssimo desempenho em seus primeiros combates aéreos. No seu primeiro confronto contra os aviões russos, o afoito novato quase abateu seu ala, (Edmund Rossmann) confundindo-o com um inimigo, o que o levou a ser severamente repreendido pelo Gruppenkommandeur major Hubertus von Bonin. Felizmente para a Luftwaffe, Krupinski, Grislawski e até mesmo Rossmann acreditaram no potencial de Hartmann. “Bubi” obteve a sua primeira vitória, abatendo um avião de ataque ao solo russo Ilyushin-2 Sturmovik da força aérea soviética, em 05 de novembro de 1942. Entretanto, seu caça foi danificado no combate, forçando-o a realizar um pouso de emergência. Pouco depois, em 07 de novembro de 1942, seria internado com febre amarela, retornando à ativa no início de dezembro. Em fins de abril de 1943, já contava com 11 vitórias. Em 23 de maio já eram 17 abatidos. Dois dias após, fez uma aterrissagem forçada com seu Bf 109 G-4, após colidir com um caça soviético. Por este incidente lhe foi dada permissão para descansar e se recuperar, voltando aos combates no final de junho. Em julho de 1943, já registrava 42 vitórias, incluindo sete aeronaves abatidas somente no dia 07 daquele mês. No entanto, depois sua vitória número 90 em 20 de agosto de 1943, voando seu Bf 109 G-6, Hartmann foi abatido e capturado. Fingindo-se de ferido, conseguiu enganar seus captores, que negligenciaram a vigilância, dando-lhe a oportunidade de escapar. Conseguiu retornar a sua unidade após dois dias. Em 02 de setembro de 1943, Hartmann foi nomeado Staffelkapitän (líder de esquadrão) no 9./JG 52. Em 13 de setembro, foi premiado com o Ehrenpokal (Troféu de Honra). Ele obteve sua 100ª vitória em 20 de setembro de 1943.  Em outubro, registrava mais 33 vitórias. Hartmann foi condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, em outubro de 1943, após sua vitória de número 148. Em dezembro, foi premiado com a “Deutsches Kreuz in Gold” (Cruz Germânica em Ouro). Chegou a 150 vitórias em 13 de dezembro. A 30 de janeiro de 1944, Hartmann derrubou seis aviões inimigos e em 1º de fevereiro, conquistou mais cinco vitórias. Em 26 de fevereiro de 1944, foi o dia em que marcou 200 vitórias, com o abate de 10 caças Aircobra. Em 2 de março de 1944, Hartmann tornou-se o 420º combatente alemão condecorado com o Eichenlaub (Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho). Em maio, participaria da desesperada retirada das forças germânicas da Criméia. Ele alcançaria 217 vitórias confirmadas, com o abate de seis aviões inimigos em 5 de maio de 1944. Em seguida, Hartmann foi enviado à Romênia, para atuar na defesa contra os bombardeios diurnos americanos aos campos petrolíferos daquele país. Em 24 de junho, derrubou sete caças P-51 Mustang da USAAF. Em 2 de julho, foi agraciado com o Schwertern (Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro com Folhas de Carvalho e Espadas). Contava com 269 vitórias. Uma contra-ofensiva russa, obrigou sua unidade a retornar à Criméia e em agosto de 1944, Hartmann obteria 35 vitórias, sendo somente oito no dia 23. Em 24 de agosto de 1944, tornou-se o primeiro piloto a alcançar 300 vitórias. Naquele mesmo dia abateu onze aviões inimigos. Hartmann recebeu, em 25 de agosto de 1944, a Brillanten (Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro com Folhas de Carvalho, Espadas e Diamantes) por suas 303 vitórias, sendo um dos 18 soldados alemães a receber este prêmio. Foi proibido de pilotar em combate e designado ao Erprobungskommando 262, para atuar como piloto de testes do caça a jato Me 262. Em outubro, ficou isento da proibição de combater, sendo nomeado Staffelkapitän no 4./JG 52 (ou 7./JG 52), estacionado na Hungria. Em 1944, já havia elevado o seu total a 331 vitórias. De 1 a 14 de fevereiro de 1945, Hartmann comandou o I./JG 53 como Gruppenkommandeur. Por fim, em 15 de fevereiro renunciou ao cargo em favor do Hauptmann Helmut Lipfert (203 vitórias). Em meados de fevereiro de 1945, assumiu o comando do I./JG 52. Em março foi transferido para Lechfeld, a fim de receber treinamento de vôo no jato ME 262, requisitando e obtendo seu retorno ao JG 52. Durante toda a guerra, Erich Hartmann só lutou em caças Messerschmitt Bf 109G, modelos G4, G6, G10 e G14, sendo que este último foi o seu favorito. Em 1944 e 1945 (mês de março), recebeu treinamento para pilotar o primeiro caça a jato da história a entrar em combate: o Messerschmitt Me 262, mas nunca combateu pilotando esta aeronave. Tornaria-se, em 17 de abril de 1945, o único piloto a alcançar 350 vitórias e no final de abril foi promovido a Major. Obteve sua 352ª vitória derrubando um caça Yak-9 no último dia da guerra em 8 de maio de 1945, sobre a região de Brünn/Alemanha, enquanto o piloto russo fazia acrobacias em comemoração à vitória já noticiada pelos Aliados. Neste dia, Hartmann e Graf receberam ordens de levarem seus aviões até Dortmund, onde deveriam entregá-los aos britânicos. Mas eles se recusaram, pois em sua base estavam aproximadamente 2.000 familiares dos soldados que serviam na JG 52. Eles não poderiam simplesmente abandoná-los aos russos. Em vez disso, eles se entregaram aos americanos da 90ª Divisão Blindada do Exército, estacionada em Pisek, Tchecoslováquia. Tudo parecia estar normal, até que em 25 de maio de 1945, obedecendo a um acordo estabelecido entre os aliados, os americanos entregaram todos os alemães sob seus cuidados,inclusive a JG 52 aos russos. “Bubi” seria condenado a 25 anos de trabalhos forçados pelos russos, ficando prisioneiro de guerra por 10 anos, antes de retornar à Alemanha, em 15 de outubro de 1955. Retornando à Alemanha Ocidental, reencontrou-se com sua esposa Úrsula Paetsch. Ele serviu na nova Luftwaffe a partir de 1956, no comando da JG 71 "Richthofen", a primeira unidade de caças à jato da Alemanha Ocidental. Aposentou-se do serviço ativo em 1970. Hartmann foi o piloto de caça com o maior número de aviões abatidos na Segunda Guerra Mundial. Participou de 825 missões, com 352 vitórias registradas. Todas as suas vitórias foram conquistadas na frente oriental, incluindo 15 aviões de ataque ao solo Il-2, os robustos Sturmovik. Durante toda sua carreira de piloto de caça foi abatido 14 vezes. Erich A. Hartmann, faleceu em 20 de setembro de 1993 em Weil im Schönbuch, na Alemanha Ocidental.

                                                       Vitórias marcantes:

> Primeira vitória: 5 novembro de 1942. Abateu um Ilyushin Il-2 soviético.
> Segunda vitória: 27 de janeiro de 1943, contra um MiG-3.
> 20 de setembro de 1943: a centésima vitória.
> 24 de junho de 1944: num único combate na Romênia, abateu 7 caças americanos P-51 Mustang.
> 24 de agosto de 1944: enfrentou uma esquadrilha soviética e abateu 11 aeronaves.
> 8 de maio de 1945: a última vitória (a de n.º 352). No último dia da II Guerra Mundial, abateu um Yak-11. O piloto soviético realizava acrobacias sobre a cidade de Brünn (Alemanha) para comemorar a rendição alemã, recém-anunciada.

                                                             Condecorações:

> Cruz Germânica em Ouro (setembro de 1943).
> Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro (29 de outubro de 1943).
> Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho, recebida das mãos de Adolf Hitler em 2 de março de 1944, Ordem nº 420.
> Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho e Espadas (4 de julho de 1944, Ordem nº75).
> Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho, Espadas e Diamantes, recebida das mãos de Adolf Hitler em 25 de agosto de 1944, Ordem nº 18.


MESSERSCHMITT ME BF 109,
O CAÇA PREFERIDO POR "BUBI".


MESSERSCHMITT ME BF 109 G.


ERICH "BUBI" HARTMANN.


ERICH "BUBI" HARTMANN
E SEU MASCOTE.


ERICH "BUBI" HARTMANN EM TRAJE OFICIAL.


ERICH "BUBI" HARTMANN E PILOTOS DE ESQUADRÃO JG. 52.


EMBLEMA JG. 52.


PINTURA ERICH "BUBI" HARTMANN EM LUTA
CONTRA AVIÃO SOVIÉTICO.


MESSERSCHMITT ME 262, O PRIMEIRO CAÇA A JATO.


PRIMEIRO AVIÃO ABATIDO, ILYUSHIN IL 2 STURMOVIK.


P-51 MUSTANG.


MIG 3.



EHRENPOKAL
(TROFÉU DE HONRA).


CRUZ GERMÂNICA EM OURO - 1943.


CRUZ DE CAVALEIRO COM FOLHAS
DE CARVALHO - 1944.


CRUZ DE CAVALEIRO COM FOLHAS DE
CARVALHO ESPADAS E DIAMANTES - 1944.


ERICH HARTMANN, PILOTO DE AVIÃO A JATO.


CAÇA A JATO  F 86 SABRE.


LÁPIDE HARTMANN E ESPOSA.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL:ERICH "BUBI" HARTMANN, O DIABO NEGRO DOS CÉUS. - 1942!!!

Mensagem por Marcelo Zampa Filgueiras em Ter Jul 25 2017, 06:55

Que história de respeito, este piloto era realmente fora de série, abater 352 aeronaves é um número impressionante. Valeu Antônio.
avatar
Marcelo Zampa Filgueiras

Idade : 51
Localização : São João Nepomuceno - MG
Data de inscrição : 07/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL:ERICH "BUBI" HARTMANN, O DIABO NEGRO DOS CÉUS. - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Ter Jul 25 2017, 07:56

Prezado,

agradecido...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL:ERICH "BUBI" HARTMANN, O DIABO NEGRO DOS CÉUS. - 1942!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum