ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Maio 25 2017, 20:53

Compartilho com os colegas, selo em homenagem ao "Transatlântico Wilhelm Gustloff", catálogo Michel nº 654.

                                   TRANSATLÂNTICO WILHELM GUSTLOFF,
                                  O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO.
                                                     
No final de janeiro de 1945, próximo ao fim da Segunda Guerra Mundial, uma multidão de alemães fugia do cerco soviético na Europa Central. A situação das tropas alemãs na Prússia Oriental havia ficado insustentável. Enfrentando temperaturas de até 20 graus negativos, a desesperada massa humana, formada na maioria por mulheres, adolecentes e crianças, fugiam do avanço do Exército Vermelho que ficou famoso pelo massacre da aldeia de Nemmersdorf em outubro de 1944 e tentavam chegar até a costa do mar Báltico na esperança de embarcar em um navio rumo ao Ocidente. A retirada de civis alemães tornava-se urgente e foi planejada a evacuação por mar na Operação Aníbal (em alemão: "Unternehmen Hannibal") no transatlântico Wilhelm Gustloff, partindo do porto de Gotenhafen com milhares de refugiados que se acumulavam pela cidade. O Wilhelm Gustloff pertencia à Organização Nazista KDF (Força pela Alegria), e era usado para cruzeiros de férias. A exemplo do Titanic, era um enorme navio de passageiros novo e relativamente luxuoso. O comando do navio estava a cargo de Friederich Petersen e Wilhelm Zahn. Contava com uma tripulação provisional, apenas para manutenção de funcionamento, pois estava ancorado havia mais de quatro anos, servindo como quartel flutuante no cais. O navio deixou o porto em 30 de janeiro de 1945 com aproximadamente 9600 refugiados e mais, aproximadamente, mil tripulantes. O tempo estava péssimo, com a força do vento em 7 nós, nevando e a temperatura 10 graus abaixo de zero. Partiu da baía de Gdansk e contornou seu cabo, tomando curso em uma rota desimpedida por vários caça minas da Kriegsmarine. Ao cair da noite, avistou-se, da ponte de comando, uma outra flotilha de caça minas navegando em sentido contrário, sendo dada ordem para acender as luzes de navegação, um erro fatal. O submarino russo S-13 (capitão Alexander Marinesko) estava na área e avistou as luzes do grande transatlântico. Marinesko estava respondendo a um inquérito da policia política soviética, a NKVD por faltas e erros absurdos causados por alcoolismo, e viu no “grande navio alemão” que se aproximava, sua esperança de reabilitação. Ordenou que quatro torpedos fossem preparados e disparados, no primeiro escreveram "Pela Pátria", no segundo, "Por Stálin", no terceiro, "Pelo povo soviético" e no quarto, "Por Leningrado". Uma ironia do destino fez com que somente o torpedo "Stálin" errasse o alvo. Os demais atingiram o navio na proa, abaixo da piscina e a meia nau. O Wilhelm Gustloff ainda resistiu por 62 minutos antes de ir a pique, às 22h18. Os passageiros tomados de pânico, não conseguiram soltar a maior parte dos escassos botes salva-vidas, cujas amarras estavam congeladas. Estima-se que de 8 a 9,6 mil pessoas perderam a vida nas águas geladas por hipotermia (no Titanic morreram 1.523, para se ter uma idéia de comparação). Apenas 964 sobreviveram. Pesquisas recentes indicam que havia no navio 10.582 pessoas, sendo que dos 964 náufragos resgatados ainda com vida, vários vieram a perecer alguns dias após a tragédia em decorrência ao extremo frio nas águas gleadas. Das vítimas, cerca de 4 mil eram crianças e adolescentes, além de vários soldados feridos e refugiados de guerra. Tal afundamento é considerado o maior naufrágio civil do mundo, apesar de ser quase totalmente desconhecido, devido à baixa repercussão na mídia.
O transatlântico foi construído nos estaleiros Blohm & Voss, de Hamburgo, para a Kraft durch Freude (KdF) (Força pela Alegria), uma organização civil que promovia atividades culturais e recreativas, incluindo concertos e outras festividades para os trabalhadores alemães de todas as classes. Os trabalhos iniciaram-se em 01 de maio de 1936 e o lançamento ao mar ocorreu em 05 de maio de 1937, seguindo-se as operações de apetrechamento e finalmente a entrega à KdF, o que aconteceu em 15 de março de 1938, sendo Carl Lubbe o seu primeiro comandante. Conforme o projeto original, o navio deslocava 25484 toneladas à velocidade de 15 nós e tinha capacidade para 1.463 passageiros e 417 tripulantes, ou seja, havia capacidade para 1.880 passageiros no total. Em 4 de abril de 1938, em uma de suas primeiras viagens, efetuou, sob péssimas condições do mar, o salvamento da tripulação de um cargueiro inglês - o SS Pegaway - com grande repercussão na imprensa inglesa. Em 20 de abril de 1938, partiu, junto com outros navios da frota KdF para a viagem inaugural como navio de cruzeiro rumo ao Arquipélago da Madeira, com escala em Lisboa. O tamanho do navio, o luxo sóbrio e o fato de permitir viagens em classe única para todos, impressionou na época. Os fiordes noruegueses, tal como Lisboa e Funchal, na Madeira, tornaram-se destinos regulares. O navio efetuou cerca de 50 viagens em tempo de paz, transportando cerca de 70 mil passageiros, sempre com grande sucesso. Em 26 de maio de 1939, colaborou, junto com outras unidades da KdF, no repatriamento da Legião Condor após o fim da Guerra Civil Espanhola. Com o início da Segunda Guerra Mundial foi transformado em navio-hospital, recebendo os primeiros feridos da Campanha da Polonia, em setembro de 1939, e mais tarde, os feridos das campanhas da Dinamarca e da Noruega. Em 17 de novembro de 1940, foi transferido para Gotenhafen (hoje, Gdynia) e colocado fora de serviço como navio-hospital, passando a navio-alojamento em 20 de novembro de 1940. Ficou por mais de quatro anos ancorado neste porto até o início da Operação Aníbal, em janeiro de 1945.
A Operação Aníbal (em alemão: "Unternehmen Hannibal") foi uma operação militar efetuada pela Kriegsmarine no final da Segunda Guerra Mundial, que permitiu a retirada por via marítima no mar Báltico, de mais de dois milhões de civis da Prússia Oriental antes da chegada do Exército Vermelho. Em 21 de janeiro de 1945, o Almirante Karl Dönitz iniciou a operação, servindo-se de todas as embarcações disponíveis. Foi a maior evacuação humana por via marítima da história.

SELO EM HOMENAGEM AO TRANSATLÂNTICO
                    WILHELM GUSTLOFF.


ENVELOPE CIRCULADO PORTE SÉRIE COMPLETA NAVIOS ALEMÃS, EMISSÃO 1937.


EMBLEMA DA KdF, PROPRIETÁRIA.


TRANSATLÂNTICO WILHELM GUSTLOFF EM 1938.


TRANSATLÂNTICO WILHELM GUSTLOFF, DEIXANDO O PORTO DE GOTENHAFEN.


WILHELM GUSTLOFF NA MIRA DO PERISCÓPIO SUBMARINO RUSSO S-13.


OS TORPEDOS ATINGEM SEU ALVO...


EXPLOSÕES NO CASCO INDICAM O FIM DO TRANSATLÂNTICO...


O FIM ESTA PRÓXIMO...


O TRANSATLÂNTICO NOS MOMENTOS FINAIS...


COMANDANTE DO SUBMARINO
RUSSO S-13, ALEXANDER MARINESKO.


SELO EMISSÃO RUSSIA EM HOMENAGEM A FROTA DE SUBMARINOS.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por FRITZEN em Qui Maio 25 2017, 21:00

avatar
FRITZEN

Localização : florianópolis
Data de inscrição : 24/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por FRITZEN em Qui Maio 25 2017, 21:02

avatar
FRITZEN

Localização : florianópolis
Data de inscrição : 24/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por H Roberto em Qui Maio 25 2017, 21:21

Antonio..acompanho tuas publicações...seguidamente olho vídeos sobre etapas e batalhas da 2ª guerra. Teu trabalho é elogiável porém veja aqui:
"Estima-se que de 8 a 9,6 mil pessoas perderam a vida nas águas geladas por hipotermia (no Titanic morreram 1.523, para se ter uma idéia de comparação). Apenas 964 sobreviveram. Pesquisas recentes indicam que havia no navio 10.582 pessoas, sendo que dos 964 náufragos resgatados ainda com vida, vários vieram a perecer alguns dias após a tragédia em decorrência ao extremo frio nas águas geladas"...
.....................................................................................
Conforme o projeto original, o navio deslocava 25484 toneladas à velocidade de 15 nós e tinha capacidade para 1.463 passageiros e 417 tripulantes, ou seja, havia capacidade para 1.880 passageiros no total.
avatar
H Roberto

Idade : 68
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Maio 25 2017, 21:34

Prezado,
o amigo tem que levar em conta que o "rolo compressor russo" já estava chegando em todos os locais onde a Alemanha Nazista estava presente e esta não tinha as mínimas condições de enfrentar tal volume de exércitos e blindados. Entende-se que a capacidade de 1.880 passageiros era na época das viagens/cruzeiros em tempos de paz, ou seja, boas acomodações, salões de estar, jantar, etc, também é mencionado que o transatlântico foi um navio-hospital e depois um navio-alojamento, ou seja, mudaram radicalmente a estrutura que era para lazer, assim, podemos entender que o transatlântico estava "superlotado" pelas razões mencionadas anteriormente (o "rolo compressor russo"). Recomendo, leia: "O Massacre da Aldeia de Nemmersdorf em outubro de 1944". É um pequeno exemplo daquilo que os alemãs fizeram na União Soviética e agora os russos estavam "pagando na mesma moeda"!!!
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por H Roberto em Qui Maio 25 2017, 21:54

ok...entendido. Na hora do desespero  vale tudo..até fazer privada em sala de refeições.
avatar
H Roberto

Idade : 68
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Maio 25 2017, 21:58

Prezado,
o Exército Vermelho era a "horda de hunos", ou seja, piores que um bando de gafanhotos que come tudo o que esta pela frente...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: O MAIOR NAUFRÁGIO CIVIL DO MUNDO - 1945!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum