UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qua Maio 24 2017, 18:06

Compartilho com os colegas, bloco comemorativo aos "75 Anos da Batalha de Stalingrado".

                                                   VASSILI ZAITSEV,
                                           O GRANDE COELHO VERMELHO.

Vassili Grigoryevich Zaitsev (nasceu em Eliniski, 23 de março de 1915 -  faleceu em Kiev, 15 de dezembro de 1991), foi um soldado russo, notabilizado como franco-atirador durante a Batalha de Stalingrado, na Segunda Guerra Mundial, onde sua contagem particular chegou a 242 soldados e oficiais alemães mortos no conflito, incluindo 11 franco-atiradores inimigos e 468 até o fim da guerra. Os números divulgados pelos soviéticos naquela época apontam estimativas de que mais de mil alemães foram mortos por franco-atiradores durante a Batalha de Stalingrado. Foi nesse período, com o avanço das tecnologias bélicas, que as batalhas tornaram-se mais distantes, e, assim, a pontaria tornou-se um fator-chave, dando origem aos franco-atiradores de ofício. Tão temido quanto respeitado, Zaitsev (em russo: coelho;lebre) é considerado um dos ícones mais bem-sucedidos na sua atividade, ganhando a alcunha de "O Grande Coelho Vermelho". Porém, as memórias desse personagem singular começam bem antes, remontando à sua infância. Seu avô pertencia a uma larga estirpe de caçadores dos Urais e deu-lhe de presente o seu primeiro rifle. “Use cada bala com consciência, Vassili”, recomendava-lhe seu avo, quando ele era criança, enquanto caçavam lobos. Ao sair para caçar, camuflava-se com óleo de texugo para que os animais não sentissem o seu cheiro. Caçando lobos, aprendeu a rastrear e perseguir. Foi o que ele fez em Stalingrado, com outro tipo de lobos, estes humanos, mas também cinzentos. “Mais tarde, isso serviria para combater outros predadores bípedes que tentavam invadir o nosso país”, segundo suas próprias palavras em seu livro de memórias. O futuro franco-atirador não era nenhum iletrado. Ele entrou numa escola técnica de construção, estudou contabilidade e foi inspetor de seguros. Em 1937, foi convocado e ingressou como marinheiro na frota do Pacífico. Inicialmente, foi incorporado na Infantaria da Marinha e esta foi transferida para Stalingrado em 21 de setembro de 1942, com a 284ª Divisão de Fuzileiros. "Foi como aterrissar no inferno", revelou. Em seu primeiro combate, Zaitsev baixo,robusto e de cara larga, perdeu suas baionetas e pistolas, chega a lutar corpo-a-corpo com seu oponente e mata o seu primeiro inimigo alemão por estrangulamento. É a guerra em toda sua crueldade: “Finalmente ele parou de opor resistência e aí senti um cheiro nauseante, no momento de sua morte, ele havia defecado”. Na defesa das posições na famosa fábrica Outubro Vermelho, Zaitsev vive momentos angustiantes, é a Ratenkrieg, a "guerra de ratos" nos porões e esgotos da cidade em ruínas. No fim de outubro, um coronel observa como ele mata, com três disparos de seu fuzil padrão de infantaria, os operadores de uma metralhadora. “Arranjem um fuzil de franco-atirador para ele”, ordena. Trazem um Moisin Nagant M91/30, que o coronel entrega a Zaitsev dizendo: "Já foram três, continue a contagem". Assim começa sua carreira. Ele fixa uma mira telescópica no seu fuzil Mosin-Nagant modelo M91/30, calibre 7,62 x 54 mm, que facilmente penetrava os capacetes dos alemães, causando dezenas de mortes por tiros certeiros na cabeça.Em pouco tempo, destacou-se à categoria de herói nacional, pois os franco-atiradores eram então muito estimulados pelo general Vassili Chuikov, comandante do 62º Exército, encarregado da defesa da cidade contra os ataques do 6º Exército Alemão. "Eu gostava de ser um franco-atirador e ter a liberdade de escolher a minha presa. A cada disparo, era como se eu pudesse ouvir a bala atravessando o crânio do inimigo". Atira a longa distância, 550 metros ou mais. A mira telescópica revela detalhes do alvo: "você sabe se ele fez a barba, pode ver a expressão de seu rosto, cantarolando. Enquanto seu alvo coça a testa ou inclina a cabeça para ajeitar o capacete, você busca o melhor ponto para receber o impacto da bala; ele não tem a menor ideia de que só lhe restam alguns segundos de vida. Não há nenhuma dúvida, nem remorso. Apertei o gatilho, ele se debateu por alguns segundos e depois ficou imóvel", relata nas sua memórias. Isso define basicamente a carreira inteira de Vassili Zaitsev, um dos mais eficazes franco-atiradores da Segunda Guerra Mundial. Em suas memórias, Zaitsev explica as feridas que sofreu no final da batalha de Stalingrado. Perdeu temporariamente a visão por causa dos estilhaços do projétil de um lança-foguetes alemão e passou por uma via-crúcis até recuperá-la. Não o deixaram voltar à frente de batalha para evitar que tombasse um valioso ícone patriótico. Ele se dedicou então a formar franco-atiradores e ensinava: um manancial ou uma fonte de água são bons lugares para matar inimigos. É preciso mudar de posição, após o disparo para não ser localizado. O atirador não precisa de mais do que dois segundos para apontar e disparar, mas os preparativos requerem horas e até dias de observação e camuflagem. É preciso tornar-se invisível. A paciência é tudo. Os franco-atiradores não lutam sozinhos, mas em duplas ou até em grupo - usam iscas para caçar os rivais. Seus textos sobre o assunto ainda são estudados nas escolas militares russas. Ao terminar a guerra, com a patente de capitão, foi desmobilizado e trabalhou numa fábrica têxtil em Kiev, sem deixar jamais de recordar seus dias de combate. Morreu apenas dez dias antes da dissolução da União Soviética e seus restos mortais repousam na colina Mamaiev na então Stalingrado, hoje Volgogrado. Faleceu aos 76 anos, na cidade de Kiev, Ucrânia. No filme, "Círculo de Fogo" de Jean Jacques Annaud, que recria ficcionalmente sua participação no conflito bélico, foi retratado o duelo entre Zaitsev e um Major de nome König porém, não existem registros do atirador alemão, até porque nenhum atirador ativo (sniper) foi dado uma classificação tão alta como Major (Sturmbannführer), porque os atiradores serviam diretamente no campo de batalha, não eram formados para liderar. Circulava, assim, a informação de que um super-atirador viria de Berlim para dar cabo de Zaitsev, o "Grande Coelho Vermelho". O herói russo declarou haver enfrentado em certa ocasião um atirador experientíssimo, cuja posição só foi traída por um rápido reflexo da luz do Sol na luneta de seu fuzil. Zaitsev aproveitou e disparou com costumeira precisão na cabeça do inimigo. Virou lenda. A propaganda soviética estava repleta de histórias fictícias para aumentar o moral das tropas, durante uma época em que a guerra era tão incerta. Atualmente, esta história ainda carece de veracidade!
As condecorações mais importantes de Vasily Zaitsev incluem: Herói da União Soviética, Ordem de Lenin, Ordem da Bandeira Vermelha (duas vezes), Ordem da Guerra Patriótica (1ª Classe), Medalha Defesa de Stalingrado e Medalha pela Vitória sobre a Alemanha.

BLOCO COMEMORATIVO AOS 75 ANOS BATALHA DE STALINGRADO.
DETALHE SELO VASSILI ZAITSEV.


CARTAZ RUSSO - VASSILI ZAITSEV.


VASSILI ZAITSEV.


VASSILI ZAITSEV, ESQ, ORIENTANDO OUTROS DOIS SNIPERS.


SNIPERS RUSSOS EM AÇÃO...


SNIPER ALEMÃO EM AÇÃO...


SNIPER SS: OBSERVADOR E ATIRADOR.


FUZIL MOISIN NAGANT M91/30 USADO POR VASSILI ZAITSEV. MUSEU DE STALINGRADO.


MEMORIAL VASSILI ZAITSEV EM KIEV, UCRÂNIA.


TUMULO DE VASSILI ZAITSEV NA COLINA MAMAIEV, STALINGRADO.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por Marcelo Zampa Filgueiras em Qui Maio 25 2017, 06:28

Mais uma publicação que prende nossa atenção do início ao fim. Obrigado.
avatar
Marcelo Zampa Filgueiras

Idade : 50
Localização : São João Nepomuceno - MG
Data de inscrição : 07/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por Helder em Qui Maio 25 2017, 17:01

Mais uma história fantástica da segunda guerra.
Muito obrigado Pulsy.
avatar
Helder

Idade : 32
Localização : São Carlos / SP
Data de inscrição : 08/03/2009

http://menrva.xyz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Maio 25 2017, 17:22

Prezados,

agradecido pelos comentários...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por FRITZEN em Sex Maio 26 2017, 06:56

avatar
FRITZEN

Localização : florianópolis
Data de inscrição : 24/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIÃO SOVIÉTICA - 2ª GUERRA MUNDIAL: VASSILI ZAITSEV - O GRANDE COELHO VERMELHO - 1942!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum