FRANÇA/PARIS - O PALÁCIO GARNIER OU ÓPERA GARNIER!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FRANÇA/PARIS - O PALÁCIO GARNIER OU ÓPERA GARNIER!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Sab Abr 15 2017, 17:27

Compartilho com os colegas, cartão postal preto/branco e colorido "Palácio Garnier ou Ópera Garnier" em Paris.

                                                             
                                                            O PALÁCIO GARNIER
                                                                        OU
                                                             ÓPERA GARNIER.

A Ópera Garnier ou Palais Garnier é uma casa de ópera localizada em Paris. O edifício é considerado uma obra prima da arquitetura do seu tempo. Construído em estilo neobarroco é o 13º teatro a hospedar a Ópera de Paris, desde sua fundação por Luís XIV, em 1669. Sua capacidade é de 1979 espectadores sentados. O palácio era comumente chamado apenas de Ópera de Paris, mas, após a inauguração da Ópera da Bastilha, em 1989, passou a ser chamado de Ópera Garnier. A Ópera foi projetada no contexto da grande reforma urbana de Paris no Segundo Império, liderada pelo prefeito da região parisiense, Georges Eugène Haussmann. Para sua construção, em 1859, Haussmann foi autorizado por Napoleão III a promover a limpeza de 12.000 m² de terreno. O projeto foi objeto de concurso público, em 1861, do qual foi vencedor o arquiteto Charles Garnier (1825-1898), que era então um profissional desconhecido, de 35 anos de idade, e que viria posteriormente a construir também a Ópera de Monte Carlo, em Mônaco. A pedra fundamental da Ópera Garnier foi colocada em 1861 e a construção teve início no mesmo ano. Entretanto a obra foi interrompida por numerosos incidentes, incluindo a Guerra Franco-Prussiana, a queda do Império francês e a Comuna de Paris. Outro problema foi o próprio terreno, extremamente pantanoso, o que implicou em contínuos bombeamentos de água durante oito meses, antes que as fundações pudessem ser construídas. Depois de inúmeros contratempos, os trabalhos foram completados em 1874 e o Palácio Garnier foi formalmente inaugurado em 15 de janeiro de 1875, com a representação da ópera A Judia, de Halévy, e trechos de Os Huguenotes, de Giacomo Meyerbeer. Quando a estação Opéra do metrô foi construída, havia receio de que a característica entrada das estações parisienses, de ferro fundido, em estilo art nouveau, pudesse conflitar com a fachada do Palácio. Como resultado, balaustradas em mármore foram empregadas. O majestoso edifício tem área total de 11.000 m² e o imenso palco pode acomodar até 450 artistas. O prédio é ornamentado e ricamente decorado, com frisos de mármore multicolorido, colunas e muitas estátuas. O interior é também muito rico, com veludos, superfícies folheadas a ouro, querubins e ninfas. O candelabro central do salão principal pesa mais de seis toneladas e uma segunda pintura do teto foi feita em 1964 por Marc Chagall. Diz a lenda que a imperatriz Eugenia de Montijo perguntou a Garnier se o palácio seria em estilo grego ou romano, ao que o arquiteto teria respondido: "Ele é no estilo Napoleão III, Madame!"

L'OPERA PARIS - 1900.


L'OPERA PARIS - 1890/1900.


ÓPERA GARNIER. FOTO TIRADA NO CITY TOUR NOTURNO EM PARIS.


FILHA E AO FUNDO ÓPERA GARNIER. FOTO TIRADA NO CITY TOUR NOTURNO EM PARIS.


EU E AO FUNDO ÓPERA GARNIER. FOTO TIRADA NO CITY TOUR NOTURNO EM PARIS.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum