Um documento português do final do séc. XVI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Sab Jan 07 2017, 10:49

Dando continuidade à minha “faxina gavetal” das férias apresento hoje uma carta aparentemente sem data, adquirida num leilão da Argentina no ano passado. Está escrita em português arcaico e endereçada ao “Presidente do Convento de N. Sa. de Belém, da Ordem de S. Jeronymo”, hoje o famoso Mosteiro dos Jerônimos em Belém, Lisboa. Do remetente lê-se apenas “Poros Guovernadores”:



Mas que diacho de governadores seriam esses? Fui amansar minha ignorância com a Tia Wiki, e ela me contou que em 1580, após a morte do Cardeal-Rei D. Henrique I em 31 de janeiro, Portugal passou a ser governado interinamente por um “Conselho de Governadores do Reino”, até que o complicado problema da sucessão fosse resolvido. O  Conselho de Governadores era composto por cinco membros, a saber:
• D. Jorge de Almeida, arcebispo de Lisboa;
• D. Francisco de Sá Menezes, camareiro-mor do reino;
• D. João Telo de Meneses
• D. João de Mascarenhas;
• D. Diogo Lopes de Sousa.

O Conselho era (com exceção de D. João Telo) favorável ao nome de Filipe II da Espanha como sucessor e futuro Rei de Portugal e Algarves. Este assumiu o trono em 17 de maio de 1581 sob o nome de Filipe I, após seus exércitos debelarem uma revolta originada em Santarém, que pretendia para o trono português D. Antonio, o Prior do Crato. Foi o início do domínio espanhol sobre Portugal (e, por extensão, tb sobre o Brasil), que durou até 1640, num imenso império “onde o sol jamais se punha”. Mas agora vamos ao conteúdo da carta:



Como meu background filológico não é aquela Brastemp, apenas pude decifrar que aqui se trata de “dous frades de Vossa ordem castyllanos” que foram parar no convento, com as devidas instruções. Pelo visto, havia uma certa tensão proveniente da gradativa infiltração do clero e nobreza espanhola na elite lusitana, na época.

Mas o mais importante é a linha inferior, com as assinaturas dos governadores. Pude ler (na seqüência): Arcebispo de Lisboa, uma abreviatura, Francisco de Sá, D. João Tello M., e um garrancho no papel corroído pela tinta. Este último, aliás, indica que as assinaturas foram feitas com tintas diversas, e talvez não na mesma ocasião.

A princípio, pensei que o documento se tratava de uma cópia, ou mesmo falsificação, por duas razões. Primeiro pela tão exígua janela de tempo onde ele teria sido feito: apenas um ano, de 1580 a 1581. Depois pelo muito bom estado de conservação do mesmo, que não corresponde ao que se espera depois de mais de 400 anos, em parte decorridos no clima úmido da América Latina. Então, ao olhá-lo contra a luz, notei que era de um papel vergê estriado de muito boa qualidade, e com uma filigrana (ou marca d’água, como dizem nossos amigos portugueses) desconhecida. Uma rápida busca na internet trouxe a imagem da mesma filigrana noutro documento:



Uma flor que parte do dedo médio de uma luva sobre um tipo de pedestal que lembra um rabo de peixe. No site (link abaixo) estão tb as dimensões da folha e origem e ano de confecção do papel: Inglaterra, 1575!
Acho que vou entrar em contato em breve com o Mosteiro dos Jerônimos em Lisboa, para uma pequena doação...

Links:

O conselho de Governadores (1580-1581)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Conselho_de_Governadores_do_Reino_de_Portugal
Mosteiro dos Jerônimos
https://pt.wikipedia.org/wiki/Mosteiro_dos_Jer%C3%B3nimos
Gravel Watermark Archive:
http://www.gravell.org/record.php?&action=GET&RECID=417&offset=13&rectotal=16&query=SELECT%20DISTINCT%20%2A%20FROM%20records%20WHERE%20MATCH%20%28S_DESC%29%20AGAINST%20%28%27%2B%5C%22flower%5C%22%27%20IN%20BOOLEAN%20MODE%29%20AND%20YEAROFUSE%20BETWEEN%201550%20AND%201600%20ORDER%20BY%20YEAROFUSE%20


Última edição por Fabio Monteiro em Sab Jan 14 2017, 20:10, editado 1 vez(es)
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por carol c em Sab Jan 07 2017, 16:43

Que faxina interessante esta sua. As minhas são bem mais simples e atuais!!
Parabéns pelo material e pesquisa.
Carol
avatar
carol c

Idade : 37
Localização : São Leopoldo - RS
Data de inscrição : 25/10/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por H Roberto em Sab Jan 07 2017, 17:29

Parece extraído dos filmes do Indiana Jones. Parabéns pelas pesquisas..trabalho e tanto Shocked Shocked
avatar
H Roberto

Idade : 68
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Glauber em Sab Jan 07 2017, 19:59

Parabéns pela "redescoberta" e pelos estudos. Por isso que a filatelia saiu do status de hobby/passatempo e passou a ser considerada como ciência.

Abraço,

_________________
Glauber Motta
Coleciono selos 'mint': Brasil; e dos temas: Circo, Desertificação,
Felinos do Continente Americano, Mercosul e América-UPAEP (emissões conjuntas) etc.;
Selos 'usados' de séries básicas.
avatar
Glauber

Idade : 42
Localização : Valente - BA - Brasil
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Ter Jan 10 2017, 16:29

Boa Tarde Fábio, belo exemplar e interessante que, essa carta já escrita parece que andou de mão em mão em determinado espaço de tempo, justamente para receber os assinados abaixo, e trecho da carta cita a *ao corregedor da Comarca de Juiz de Fora", vale lembrar que os juízes de Fora eram Provedores e Corregedores de Torres Vedras,ou Torres Novas, no período que cita 1580 era gestor e empossado o Juiz Gaspar d'Abreu Castel Branco, o que leva a crer que ele foi consultado sobre o assunto(por algum motivo), político ou particular, e nesse local, conforme memória da Academial Real das Sciencias de Lisboa, e qual ela refere-se a existência de um Mosteiro de Eremitas augustinianos, ou seja, um convento Franciscano.O assunto entretanto é vago, mesmo na história ilustrada desse local é controvertido isso, mas interessante é que a falta de registro cartorário desse período
1571-1586 nesse local é realmente sentida, tanto que historiadores trabalharam para ao menos elaborar um apêndice das cartas e registros desse período, assim me parece que a carta tem valor histórico rico, e sem dúvida é preciso concluir com exatidão toda a escrita da mesma,de sorte que pode ter em mãos algo mais que uma simples carta, de autores revelados e de alguns ocultos, espero ter dado uma apimentada no assunto, mais que vale a pena, abraço

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por JOSE RENATO em Ter Jan 10 2017, 20:15

J.RODRIGUES escreveu:Boa Tarde Fábio, belo exemplar e interessante que, essa carta já escrita parece que andou de mão em mão em determinado espaço de tempo, justamente para receber os assinados abaixo, e trecho da carta cita a *ao corregedor da Comarca de Juiz de Fora", vale lembrar que os juízes de Fora eram Provedores e Corregedores de Torres Vedras,ou Torres Novas, no período que cita 1580 era gestor e empossado o Juiz Gaspar d'Abreu Castel Branco, o que leva a crer que ele foi consultado sobre o assunto(por algum motivo), político ou particular, e nesse local, conforme memória da Academial Real das Sciencias de Lisboa, e qual ela refere-se a existência de um Mosteiro de Eremitas augustinianos, ou seja, um convento Franciscano.O assunto entretanto é vago, mesmo na história ilustrada desse local é controvertido isso, mas interessante é que a falta de registro cartorário desse período
1571-1586 nesse local é realmente sentida, tanto que historiadores trabalharam para ao menos elaborar um apêndice das cartas e registros desse período, assim me parece que a carta tem valor histórico rico, e sem dúvida é preciso concluir com exatidão toda a escrita da mesma,de sorte que pode ter em mãos algo mais que uma simples carta, de autores revelados e de alguns ocultos, espero ter dado uma apimentada no assunto, mais que vale a pena, abraço

J Rodrigues,

Achei o seu texto muito confuso ou meu conhecimento é muito pequeno nesse assunto (mais provável) kkkkkk.

Poderia esclarecer um pouco mais.

Um abraço,


_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Qua Jan 11 2017, 01:04

Olá Renato, como vai colega, na verdade tens um pouco de razão, mas ao escrever o fiz rapidamente, e talvez ficou meio confuso, mas o que Eu tentei adicionar ao que já havia o Fábio falado acima é que esse documento do ponto de vista histórico tem real valor, não sei se passou despercebido para o colega Fábio, mas a carta menciona Comarca de Juiz de Fora em Portugal, todavia como citei acima são poucos os registros desse período dessa citada Comarca, os primeiros assentos cartorários da Comarca de Juiz de Fora datam de 1602, há cartas e alguns documentos anteriores a esse período,porém muita pouca fonte de consulta, os papéis mais antigos foram transferidos para Coimbra e mencionam Torres Vedras ou Torres Novas com mais ênfase, historiadores conseguiram determinar o Nome dos Juízes e Corregedores dessa Comarca.,isso e alguns outros fatos, são poucos os registros, assim Eu apenas acrescentei algumas informações as que ja possuía o colega Fábio para que ele soubesse que esse documento é significativo,mas é preciso clarear no todo o teor do documento, e outra coisa, - porque esse documento menciona essa pequena Comarca (não consegui distinguir o que precede à palavra Juiz de Fora) assim ficando sem a frase, fico sem entendimento, e como nesse período do Reinado politicamente as coisas estavam complicadas foi por isso que escrevi autores revelados e ocultos, e assim concluo, abraço colega.

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Sergioselos em Qua Jan 11 2017, 09:39

Interessante documento.

_________________
Coleciono Brasil comemorativos novos, regulares usados, Portugal, Colonias de Portugal e Machins. Sempre procurando trocas pra fazer.
avatar
Sergioselos

Idade : 49
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 22/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por JOSE RENATO em Qua Jan 11 2017, 12:03

J.RODRIGUES escreveu:Olá Renato, como vai colega, na verdade tens um pouco de razão, mas ao escrever o fiz rapidamente, e talvez ficou meio confuso, mas o que Eu tentei adicionar ao que já havia o Fábio falado acima é que esse documento do ponto de vista histórico tem real valor, não sei se passou despercebido para o colega Fábio, mas a carta menciona Comarca de Juiz de Fora em Portugal, todavia como citei acima são poucos os registros desse período dessa citada Comarca, os primeiros assentos cartorários da Comarca de Juiz de Fora datam de 1602, há cartas e alguns documentos anteriores a esse período,porém muita pouca fonte de consulta, os papéis mais antigos foram transferidos para Coimbra e mencionam Torres Vedras ou Torres Novas com mais ênfase, historiadores conseguiram determinar o Nome dos Juízes e Corregedores dessa Comarca.,isso e alguns outros fatos, são poucos os registros, assim Eu apenas acrescentei algumas informações as que ja possuía o colega Fábio para que ele soubesse que esse documento é significativo,mas é preciso clarear no todo o teor do documento, e outra coisa, - porque esse documento menciona essa pequena Comarca (não consegui distinguir o que precede à palavra Juiz de Fora) assim ficando sem a frase, fico sem entendimento, e como nesse período do Reinado politicamente as coisas estavam complicadas foi por isso que escrevi autores revelados e ocultos, e assim concluo, abraço colega.

J,

Obrigado pelas explicações. Realmente é uma carta com muitos detalhes e merece um estudo mais detalhado mesmo.

Um abraço,


_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Sex Jan 13 2017, 13:10

Obrigado pelas respostas e pelo interesse nelas demonstrado. Também morro de curiosidade por saber o que minha carta misteriosa pretende comunicar exatamente. Por isso, já entrei em contato com órgãos mais competentes. E enquanto eles não respondem, proponho nos divertirmos com uma tradução coletiva do texto. Já comecei, como se pode ver abaixo. O que eu não pude decifrar vai em parênteses ou reticências. Aguardo e agradeço desde já por correções e/ou palpites. As linhas estão distribuídas como no original.

Os guovernadores e defensores destes Reynos (....). Fazemos sab(e)r a vós,
Reverendo padre presidente do convento de Nossa S.ora de Belem, da orde(m) de São
Yeronymo, que a es(s)e convento são cheguados dous frades de vos(s)a orde(m) casty-
lhanos, e pello que dellos se tem emtendido e do seu yntento, não convém
à quietação destes Reynos estare(m) nellos, pello q tanto q V.S. está for-                
-lada(?) lhes mandareys co(m) obediençia ou da man(eir)a Vos parecer eysto
mays eficazme(nte) se possa comseguir que dentro em dous dias se sayao
fora da cidade e seu termo, e dentro de oyto se sayao fora do Reyno. Por
q não o fazendo e sendo nello achados serão castigados como mereçere(m),
e avisareys a todas as cassas de vos(s)a orde(m) que ymdo nellas estes                      
frades co(m) temção de fazer mays detença que os ditos oyto dias os
não recolhão nem agasalhe(m) e o fação a saber ao corregedor da comarca
ou yuiz de fora da comarca omde estivere(m) para se proceder da man(eir)a
q o pode(m) fazer e que volo faça loguo a saber de que taobem nos a-
-visareys e do mays que dellos tiverdes emtendido, porque ahy convé(m).                           
escryta em almeiry(m) a xvy de fev(erei)ro de (1)580.


(Seguem as assinaturas dos governadores)

Ou seja, os dois frades castelhanos foram expulsos do mosteiro e do país. Pena que não foram identificados, nem se saiba de que crime foram condenados... Abs do fabio


Última edição por Fabio Monteiro em Dom Jan 15 2017, 08:13, editado 4 vez(es)
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Sab Jan 14 2017, 19:45

Como o documento dava um prazo de dois dias para os frades deixarem o Mosteiro dos Jerônimos e oito para saírem do país, a última linha da carta teria, necessariamente, que conter uma data. Por isso, pude traduzi-la hoje assim:

escryta em almeiry(m) a xvy de fev(erei)ro de (1)580.


As Cortes de Almeirim foram instituídas em 11 de janeiro de 1580 pelo já combalido cardeal-rei D. Henrique para tocar o governo e tb tentar resolver o problema da sucessäo monárquica. Elas funcionaram até 15 de marco; nesse ínterim juntou-se tb o Conselho dos 5 governadores acima descritos e lavrou-se a "minha" carta.

D.Henrique foi muito criticado pelos historiadores por ter propiciado o domínio espanhol sobre Portugal. Ele teria tido o poder de nomear um sucessor mais querido ao povo português. Que näo o perdoou, como se vê nesta quadrinha:

Que o cardeal-rei dom Henrique
Fique no Inferno muitos anos
Por ter deixado em testamento
Portugal, aos castelhanos
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Sab Jan 21 2017, 13:05

Bom dia Fábio, pela tradução se percebe que, estavam realmente fazendo distinção aos dois frades para que deixassem Portugal rapidamente, bem interessante, abraço

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Seg Fev 27 2017, 18:59

O Mosteiro dos Jerônimos enviou-me um e-mail comunicando seu interesse, mas lamentando näo ter condicöes técnicas para avaliar a genuinidade da carta acima. Sugeriu-me que entrasse em contato com o Arquivo Nacional da Torre do Tombo e/ou a Biblioteca Nacional de Portugal. Já vi que vou passar as próximas férias de veräo novamente na terrinha...
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Seg Fev 27 2017, 19:27

Olá Fabio, Boa Viagem, e quem sabe traz respostas interessantes sobre o documento,abraço

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Seg Ago 28 2017, 19:15

Novidades sobre a carta dos "Guovernadores" portugueses de 1580! Estive hoje com a patroa no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, onde fomos muito bem recebidos por uma comissäo de experts que lá trabalham. Constatou-se a autenticidade do documento pelos aspectos técnicos, textuais e contextuais do mesmo. Maravilha!

Aprendi muito com minhas anfitriäs lisboetas, a quem agradeco e aqui apresento a vcs:


Da esquerda à direita: Fátima Ramos, Joana Braga, Catarina Guimaräes e Rosa Azevedo, da Direcäo-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.
(O documento está sobre a mesa, em primeiro plano. foto: fm)

Agora vamos tratar de formalizar a doacäo, o que vai dar um bocadinho de papelada por resolver, mas nada complicado demais. Acho que meu avô português deve estar sorrindo, atrás de alguma nuvem dessas...


Última edição por Fabio Monteiro em Qui Set 07 2017, 17:14, editado 1 vez(es)
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por odilo em Ter Ago 29 2017, 22:08

Olá Fábio,
Parabéns pela nobre atitude.
Nos mantém informado, caso descubram mais algum detalhe.
Valeu amigo,
Abraço,
Odilo

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por jcirne em Qua Ago 30 2017, 07:30

Fábio, estás por Lisboa até quando?

Boas férias!!! Cool
avatar
jcirne

Idade : 43
Localização : Lisboa, Portugal
Data de inscrição : 29/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Qua Ago 30 2017, 18:24

jcirne escreveu:Fábio, estás por Lisboa até quando?

Boas férias!!! Cool

Boa noite, jcirne, estamos alojados ... em Vila Nova de Gaia, a ajudar a cunhada que comprou uma casinha por aqui, e que precisa de uma reforminha... (a casa, näo a cunhada!).

Iremos a Lisboa novamente na quinta-feira, dia 7 de setembro, feriado nacional brasileiro. Mas nem vai dar tempo de cantar o Hino Nacional, porque depois de entregar a carta na Torre do Tombo vamos rodar um pouquinho com os meninos e acompanhantes por Lisboa, antes de regressar ao Norte, pela noite. Nem é visita de médico, é de pobre mesmo, e pobre sem tempo! Abs do fabio
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Qui Set 07 2017, 16:36

Boa Tarde Fabio, hoje dia 7 de Setembro,boas voltas em Lisboa, e belo trabalho na pesquisa do documento,abraço
J.Rodrigues

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Fabio Monteiro em Sab Set 09 2017, 08:34

Já de volta à Alemanha, aqui vai o documento da entrega da carta à Dra. Rosa de Azevedo, no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, no dia 7/9:



Depois da entrega, fui com a patroa e os meninos buscar uma tasquinha ao pé da Mouraria, para comer um peixinho grelhado regado por um branco honesto. De barriga cheia, fomos trocar as pernas pelos becos da Alfama, pra fugir do calor...
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por J.RODRIGUES em Dom Set 17 2017, 14:46

Bom dia Fábio e amigos, que bom que deu tudo certo, e como achamos, o documento avivou a memória de um tempo e esperamos em breve pelas conclusões sobre o mesmo.Abraço
J.Rodrigues

J.RODRIGUES

Idade : 66
Localização : SANTOS
Data de inscrição : 25/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Um documento português do final do séc. XVI

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum