BRASIL - A PRIMEIRA LOCOMOTIVA DO BRASIL - BARONEZA - 2007!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

BRASIL - A PRIMEIRA LOCOMOTIVA DO BRASIL - BARONEZA - 2007!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Jan 05 2017, 18:54

Compartilho com os colegas, envelope registrado circulado Jaraguá do Sul-SC/Canoas-RS, carimbo Jaraguá do Sul - 11/10/2007, porte par vertical selo em homenagem a "Primeira Locomotiva do Brasil - Baroneza".

                                          A PRIMEIRA LOCOMOTIVA DO BRASIL - BARONEZA.

A "Baroneza" foi a primeira locomotiva a vapor no Brasil e a única transformada em monumento cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Circulou pela primeira vez em 30 de abril de 1854, com a presença da Comitiva Imperial quando foi inaugurada a E.F. Petropólis num trecho de 14,5 km entre Mauá e Fragoso, fundada por Irineu Evangelista de Sousa, Visconde e Barão de Mauá. Foi no ato de inauguração da primeira ferrovia brasileira que o imperador Dom Pedro II a batizou de "Baroneza", em homenagem à esposa do Barão de Mauá, Dona Maria Joaquina, e foi nesta oportunidade, também, que o imperador conferiu a Irineu Evangelista de Sousa o título de Barão de Mauá. A "Baroneza", por seu importante papel como pioneira no campo ferroviário do Brasil, transformou-se também em um importante marco da história do ferroviarismo mundial. Foi construída em 1852 pela Willian Fair Bairns & Sons, em Manchester, Inglaterra. No ano seguinte, o Barão de Mauá comprou-a, colocando-a em tráfego no dia 30 de abril de 1853, na E.F. Petrópolis, que Dom Pedro chamou de E.F. Mauá. Originariamente, pertenceu à Companhia de Navegação a Vapor, passando, com a concorrência da E.F. Dom Pedro II, que se tornaria a E.F. Central do Brasil à propriedade da E.F. Príncipe do Grão-Pará, que teve vida efêmera. Foi, finalmente, incorporada ao acervo da extinta The Leopoldina, mais tarde absorvida pela RFFSA. Após servir ao imperador Dom Pedro II por muitos anos, foi retirada de tráfego em 1884, voltando ao serviço algum tempo depois, para transportar um visitante ilustre, o rei Alberto I da Bélgica. É um dos modelos mais antigos de máquina a vapor que se conhece, tendo sido incorporada ao patrimônio nacional em 20 de abril de 1954, data do seu centenário, e desativada em 1957 com o surgimento da RFFSA.

                                                    Características.

A Baroneza tem 7,5 m de comprimento, 2,5 m de largura e 3,40 m de altura e pesa cerca de 17 toneladas. Possui duas rodas-guia de 1,29 m e uma roda-motriz de 1,50 m, com cilindros de 0,279m de diâmetro e curso de 381 mm. Tem duas chaminés, um farol e dois estribos. Além da beleza dos seus cobres polidos, desperta invulgar interesse por seu valor como peça histórica, pois existem apenas dois exemplares no mundo, um no Brasil e outro na Inglaterra.


               ENVELOPE REGISTRADO CIRCULADO JARAGUÁ DO SUL/CANOAS - 11/10/2007.


    SELO PAR VERTICAL LOCOMOTIVA Nº 1 - BARONEZA.


                         BARONEZA NO MUSEU DO TREM.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum