ALEMANHA DDR - BICENTENÁRIO DA MORTE DE JOHANN SEBASTIAN BACH - 1950!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ALEMANHA DDR - BICENTENÁRIO DA MORTE DE JOHANN SEBASTIAN BACH - 1950!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qui Set 29 2016, 20:32

Compartilho com os colegas, envelope registrado e circulado Alemanha DDR/Porto Alegre/RS/Brasil, carimbo Schmiedeberg (Bezirk) Dresden - 16/07/1951, porte série completa, catálogo Michel nº 256 a 259.

                                                                        Johann Sebastian Bach.

Johann Sebastian Bach (nasceu em Eisenach em 21 de março de 1685 — faleceu em Leipzig em 28 de julho de 1750) foi compositor, cravista, "mestre de capela" (designa a função de uma pessoa que, entre outras obrigações, deve ser responsável por compor música), regente, organista, professor, violinista e violista oriundo do Sacro Império Romano-Germânico (foi a união de territórios da Europa Central durante a Idade Média, durante toda a Idade Moderna e o início da Idade Contemporânea sob a autoridade do Imperador Romano), atual Alemanha. Nascido numa família de longa tradição musical, cedo mostrou possuir talento e logo tornou-se um músico completo. Estudante incansável, adquiriu um vasto conhecimento da música europeia de sua época e das gerações anteriores. Desempenhou vários cargos em cortes e igrejas alemãs, mas suas funções mais destacadas foram a de "chantre" (em francês significa: mestre do coro ou aquele que preside o canto em uma igreja) da Igreja de São Tomás e Diretor Musical da cidade de Leipzig, onde desenvolveu a parte final e mais importante de sua carreira. Absorvendo inicialmente o grande repertório de música "contrapontística" (o contraponto, na música, é uma técnica usada na composição onde duas ou mais vozes melódicas são compostas levando-se em conta, simultaneamente: a) o perfil melódico de cada uma delas; e b) a qualidade intervalar e harmônica gerada pela sobreposição das duas ou mais melodias. A arte do contraponto atingiu o seu apogeu com Johann Sebastian Bach) germânica como base de seu estilo, recebeu mais tarde a influência italiana e francesa, através das quais sua obra se enriqueceu e transformou, realizando uma síntese original de uma multiplicidade de tendências. Praticou quase todos os gêneros musicais conhecidos em seu tempo, com a notável exceção da ópera, embora suas "cantatas" (composição vocal, para uma ou mais vozes, com acompanhamento instrumental, às vezes também com coro, de inspiração religiosa ou profana, contendo normalmente mais de um movimento e cujo texto, em vez de ser historiado, descrevendo um fato dramático qualquer, é lírico, descrevendo uma situação psicológica) maduras revelem bastante influência desta que foi uma das formas mais populares do período "Barroco" (é o nome dado ao estilo artístico que floresceu entre o final do século XVI e meados do século XVIII, inicialmente na Itália, difundindo-se em seguida pelos países católicos da Europa e da América, antes de atingir, em uma forma modificada, as áreas protestantes e alguns pontos do Oriente). Sua habilidade ao órgão e ao cravo foi amplamente reconhecida enquanto viveu e se tornou legendária, sendo considerado o maior virtuoso de sua geração e um especialista na construção de órgãos. Também tinha grandes qualidades como maestro, cantor, professor e violinista, mas como compositor seu mérito só recebeu aprovação limitada e nunca foi exatamente popular, ainda que vários críticos que o conheceram o louvassem como grande. A maior parte de sua música caiu no esquecimento após sua morte, mas sua recuperação se deve principalmente a iniciativa de Felix Mendelssohn (compositor, pianista e maestro alemão do início do período romântico), um dos grandes divulgadores de Bach no inicio do século XIX e desde então seu prestígio não mais cessou de crescer. Na apreciação contemporânea, Bach é tido como o maior nome da música barroca, e muitos o vêem como o maior compositor de todos os tempos, deixando muitas obras que constituem a consumação de seu gênero. Entre suas peças mais conhecidas e importantes estão os "Concertos de Brandenburgo", o "Cravo Bem-Temperado", as "Sonatas e Partitas para violino solo", a "Missa em Si Menor", a "Tocata e Fuga em Ré Menor", a "Paixão segundo São Mateus", a "Oferenda Musical", a "Arte da Fuga" e várias de suas "cantatas".

                       ENVELOPE CIRCULADO ALEMANHA DDR/BRASIL - 16/07/1951.


             SÉRIE COMPLETA EM HOMENAGEM A BACH, CATÁLOGO MICHEL Nº 256 a 259.


                      PINTURA JOHANN SEBASTIAN BACH.


                                       BUSTO DE BACH - 1895.


                                CASA DE BACH EM EISENACH.


                     IGREJA DE SÃO TOMAS EM LEIPZIG.


         VITRAL COM IMAGEM DE BACH IGREJA SÃO TOMAS EM LEIPZIG.


            TUMBA DE BACH NA IGREJA DE SÃO TOMAS EM LEIPZIG.


    MONUMENTO DE BACH NA IGREJA SÃO TOMAS EM LEIPZIG.


               MONUMENTO DE BACH EM EISENACH.


              COMEMORAÇÕES DO BICENTENÁRIO DA MORTE DE BACH EM BERLIM - 1950.


       QUADRO FELIX MENDELSSOHN, DIVULGADOR OBRA DE BACH.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 61
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum