DICAS PARA TROCAS SEGURAS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DICAS PARA TROCAS SEGURAS

Mensagem por zod100 em Dom Maio 22 2016, 11:26

Amigos,
Criei este tópico com as dicas do amigo Brasiliana Selos, para que efetuemos trocas seguras e justas.

Muita gente nas redes sociais procura trocar selos. Nem sempre isto é possível, visto que você deve ter aquilo que a outra parte está procurando e vice-versa. Por isso, muitos filatelistas desistem de trocar e preferem comprar e vender ou apenas comprar. Vou listar uma série de procedimentos que considero úteis para algo que considero difícil (trocar selos à distância).
- Se você pegou um anúncio classificado em grupos, boletins e revistas, esteja seguro de que irá corresponder à expectativa da outra parte.
- Não "empurre" materiais que o seu correspondente não pediu. Este comportamento não é ético.
- Não demore mais que uma semana para responder uma carta. Se a carta for registrada (preferível), informe ao seu correspondente o código de rastreamento para que ambos possam rastrear a mesma. Se não tiver como responder rapidamente, justifique-se.
- Se é a primeira troca, procure saber se a outra parte já trocou com alguém que você conheça. Comece mandando pequenas quantidades e aumente à medida em que a sua contraparte mostre-se confiável. Lembre-se de que existem "malandros" na net.
- Informe se a série é completa ou incompleta, com ou sem goma, charneirados, com amincis, presença de ferrugem, dentes curtos ou falta de algum dente. Peça as mesmas informações do seu correspondente. Selos rasgados, dobrados, amassados ou sujos são inaceitáves.
- Envie imagens por e-mail ou chat do vai enviar. Peça da outra parte que faça o mesmo. É uma atitude transparente.
- Se não tiver selos para retribuir, devolva aqueles que recebeu de forma educada.
- Se você não tem um contrato com a ECT, tente colocar selos comemorativos nas suas cartas. Não decore demais os envelopes com selos, para não chamar a atenção de terceiros.
- Evite trocas na base de 1x1, ou seja, você manda 20 selos e recebe 20. Este comportamento é de juntadores e não de verdadeiros colecionadores. Hoje existem catálogos on-line em vários sites. Basta colocar uma pequena etiqueta ao lado com indicação de ano, numeração e estado.
- Diga em qual catálogo se baseou para obter as cotações, por exemplo, Scott 2009, RHM 2013, Michel, etc. Faça uma listagem com cópia do que enviou, com valor unitário e valor total. Especifique a moeda. Isto evita também mal-entendidos e envios repetidos.
- Caso esteja pedindo novidades do exterior (selos recentes que ainda não estão listados no catálogo), tenha por base o câmbio da moeda (reais x moeda do país de seu correspondente).
- Comece trocando selos dentro do Brasil e depois aventure-se nas trocas internacionais.
- Quanto menos colecionado for o seu tema ou país pretendido, menor será sua chance de encontrar correspondentes.
- Se o seu correspondente está no exterior, informe em qual língua deseja corresponder-se: inglês, francês, espanhol...
- Não mande "figurinhas" e recuse-se a recebê-las. É material expúrio.
- Fuja das pirâmides. Alguém vai perder no final. Pode ser você !
- Grupos do tipo Stamps Paradise, tô fora...
- Faça uma boa embalagem (use papelão). Isto evita avarias no meio do caminho (grampos, dobras, etc). Escreva por fora do envelope algo do tipo "Não Dobrar" ou "Do Not Fold"
- Alguns países são mais complicados de trocar. Cartas da Letônia, Estônia, Lituânia chegam a demorar 3-4 meses pois chegam ao Brasil via cidade do México. Cartas da China e Rússia também costumam demorar. Eu nem me arrisco...
- Cartas registradas vindas do exterior, quando passam para tratamento postal em Curitiba. Esqueça... vai demorar. Neste caso, abra uma reclamação junto aos correios. Isto pode ser feito on-line.
- Lembre-se que em caso de trocas internacionais, o valor máximo é de U$ 50 (cinquenta dólares). Acima disso é considerado importação. Se você trocou mais U$ 50, talvez a sua carta seja taxada pela Receita.

_________________
Coleciono: Alemanha, Itália, Croácia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, Espanha, Rússia Antiga, Tunísia, Nepal, Sri Lanka, Índia, Canadá, Chile, Equador, Brasil
Temas: Carimbos do Império do Brasil, Cogumelos, Trens, Borboletas, Rosas, Mercosul e Tema Europa(mint)

zod100

Idade : 49
Localização : Resende/RJ
Data de inscrição : 17/02/2008

http://selosdobrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DICAS PARA TROCAS SEGURAS

Mensagem por israpaulo em Dom Maio 22 2016, 11:27

As cartas da India as vezes nem chegam.....

israpaulo

Idade : 45
Localização : Israel
Data de inscrição : 19/02/2008

http://www.superfilatelico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DICAS PARA TROCAS SEGURAS

Mensagem por odilo em Dom Maio 22 2016, 11:38

Vou continuar seguindo estas dicas, inclusive para as vendas também.
Valeu Marcos.

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal.
Atenção para novo endereço:
Caixa Postal, 7018
Florianópolis-SC
88025-970

odilo

Idade : 74
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DICAS PARA TROCAS SEGURAS

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 09:35


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum