Duvida ao descolar selos do envelope

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por amaury luiz possidente em Ter Mar 11 2014, 14:25

Nesse caso, meus amigos, percebo dois valores: O de catalogo e o valor que os jurados de uma exposição dão.
No de catálogo, nos casos dos imperiais, acredito que pelo fato do selo ser mto antigo e dificil ver um selo desses mint deva valer uma fortuna,mais do que qualquer usado do mesmo tipo sob fragmento.
No caso das exposições, um selo sob fragmento com um belo carimbo alusivo ao tema proposto vale bem e tem mais o que falar do que o mesmo selo em mint.
avatar
amaury luiz possidente

Idade : 43
Localização : RJ
Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por Psique10 em Ter Mar 11 2014, 17:41

Correto, quando vc fala dos imperiais ou clássicos e peças pré-filatélicas creio que se refere às coleções tradicionais mas é isso mesmo o que disse que entendo.
avatar
Psique10

Idade : 50
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por amaury luiz possidente em Ter Mar 11 2014, 17:44

Digo os imperiais pela data, imagina um selo de 150 anos mint de verdade, vale uma fortuna!!
Selos imperiais sobre fragmentos tem aos montes, ai o seu valor depende do carimbo tb.
avatar
amaury luiz possidente

Idade : 43
Localização : RJ
Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por Psique10 em Ter Mar 11 2014, 17:58

Há muitos selos antigos, clássicos que são raros encontrar mint e lembrando que muitos clássicos em especial os imperiais eram cortados com tesoura da folha e nem goma tinham.
avatar
Psique10

Idade : 50
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por ahl em Sab Jun 11 2016, 17:00

caputo escreveu:Boa noite a todos. Aqui vai uma dúvida de iniciante:
Andei tendo algumas dificuldades ao descolar selos dos envelopes (uso o processo de deixá-los na água morna, com sal, por um tempo até quase descolarem por completo). Percebi que os selos auto adesivos soltam a cola, ficando mais finos que o natural, ou ficam cheio de "migalhas" de papel coladas neles.

As questões são:
Via de regra, devemos recortar o papel e manter o selo auto adesivo colado?
Como saber qual selo é auto adesivo e qual não é?

Agradeço a ajuda

Grande abraço a todos

João Caputo

BOAS NOITES

Pressupostos
A - O que se segue é-o em abstracto e não para a situação x ou y. Constitui uma resposta válida para qualquer caso e sobretudo quando o agente da acção não é um especialista do ofício. No limite a intenção é a de não comprometer o futuro, seja do ponto de vista patrimonial, histórico ou económico.
B - Um filatelista é um coleccionador de papel (papel com valor histórico, artístico, estético, económico, postal, etc). (1)

1 - É destituído de qualquer argumento de natureza científica, histórica ou patrimonial que para se preservar papel de colecção com selos seja necessário o corte, arranque, rasgo e descolagem do selo do seu suporte de utilização.
2 - Em questões de colecções e de património não se retira parte do objecto do seu conjunto, deitando o resto para o lixo. Isto não é uma opinião de circunstância, mas sim o estado actual da arte.
3 - Não se recomenda a descolagem e lavagem porque ao fazê-lo existem informações associadas à utilização dos selos que desaparecerão.
O contexto de utilização de um selo contém informações provenientes dos carimbos, marcas de dia, caligrafia, tinta, outros selos associados, etiquetas, remetente, destinatário, onomástica, toponímia, anotações manuscritas pelos correios, datas, tarifas postais, etc.
Se se descolar um selo retirar-se-lhe-á o seu contexto de utilização, apagando assim parte da história postal que lhe estava associada e que, porventura, poderá constar do fragmento de papel, envelope, carta, etc.

CONCLUSÃO
a - Os envelopes, postais, etc guardam-se inteiros. I.e. não se recortam ou rasgam, não se colocam dentro de água ou de outros líquidos, etc.
Por esta razão, sempre que se olha para uma envelope/carta/ bilhete postal ilustrado/etc é possível ver,  pelo menos, o seguinte:
Imagem / Remetente / Destinatário / texto / caligrafia / selos / marcas / carimbos / anotações /
papéis e cartolinas / formas de tratamento dos intervenientes / tarifas postais / encaminhamentos... e o que mais se há-de ver.
b - Os selos poderão ser colocados em água/descolados se... nos chegarem às mãos colados uns aos outros ou a álbuns sujos, estragados, etc. Nestes casos e para preservar materialmente os selos, terá de se isolar os mesmos dos suportes (muitas vezes não originais) a que se encontram colados, agrafados, etc.
c - Se os selos nos chegarem às mãos já descolados dos suportes originais... guardam-se assim mesmo, descolados.

(1) - Um filatelista é um coleccionador de papel, tal como também o é um coleccionador de livros, de notas, de jornais, de gravuras, de fotografias, de cartazes, de acções, de letras, de folhetos de cinema, teatro e música, de apólices de seguro, de facturas/recibos, etc.
avatar
ahl

Localização : Portugal
Data de inscrição : 30/12/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por Psique10 em Sab Jun 11 2016, 23:36

Há 2 opções para os sslos auto-adesivos podem ser recortados com o papel mas se quiser descola-los use benzina por eles terem uma goma muito forte que não sai na água. A benzina já é um produto químico forte, ponha 2 ou 3 gotas de benzina que descola.
avatar
Psique10

Idade : 50
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por ahl em Dom Jun 12 2016, 09:15

BOAS TARDES

ADITAMENTO

As informações que se seguem informações são úteis sobretudo para quem se está a iniciar na filatelia, na medida em que se descolar os selos dos seus suportes estará, inevitavelmente, a desvalorizar e/ou a destruir desde logo o seu próprio património filatélico e financeiro - podendo inclusive dar-se o caso de estar a destruir património com interesse colectivo. (1)

1 - Não se recomenda a descolagem e lavagem dos selos porque ao fazê-lo existem informações no envelope, associadas à utilização dos selos, que desaparecerão.
O contexto de utilização de um selo contém informações provenientes dos carimbos, marcas de dia, caligrafia, tinta, outros selos associados, etiquetas, remetente, destinatário, onomástica, toponímia, anotações manuscritas pelos correios, datas, tarifas postais, etc.
Se se descolar um selo retirar-se-á o mesmo do seu contexto de utilização, apagando assim parte da história postal que lhe estava associada e que, porventura, poderá constar do fragmento de papel, envelope, carta, etc.

2 - Um selo normal com carimbos "normais"... é igual a todos os outros selos, porém, se um selo normal colado num envelope apresentar carimbos escassos, encaminhamentos pouco vistos, tratamento postal de controle estatístico - por exemplo - etc, etc.. TUDO ISSO SE PERDERÁ com o acto de retirar o selo do seu suporte.

3 - A utilização de produtos químicos pode, com o passar do tempo, afectar o papel e as cores dos selos... sem que o utilizador tenha qualquer controle sobre o resultado da aplicação dos produtos químicos em causa. Há reacções químicas que só com o passar do tempo se manifestam de forma visível.

4 - No limite, com o acto de retirar os selos dos seus suportes, estar-se-á a desvalorizar drasticamente e/ou a destruir destruir o próprio património. (2)

EM SÍNTESE
Os selos não devem ser retirados nem recortados dos seus suportes de utilização por razões histórico-patrimoniais, por razões de verdade histórico-postal e por razões financeiras.

Nota - Para além da intervenção acima referida, em tempos, aqui no SB, já tinha apresentado alguns textos a este respeito.
Vejam-se por exemplo as seguintes intervenções:
http://selosdobrasil.forumeiros.com/t7495-duvidas#124809
http://selosdobrasil.forumeiros.com/t7734-a-importancia-de-manter-quase-intacto-um-envelope#127953

(1) - São cada vez mais os catálogos, um pouco por todo o mundo, que, aos poucos, vão introduzindo nas suas cotações valores para selos sobre carta - e já o fazem para anos muito mais recentes do que os tradicionais clássicos.
(2) - Alguns dos tradicionais intervenientes nestes assuntos que desde cedo perceberam que se retirassem os selos dos seus suportes estavam a estragar o seu próprio património foram os... comerciantes. Dê-se uma olhadela nas feiras de antiguidades/velharias e certamente que se encontrarão cada vez mais vendedores cuja actitude é a de... NO PAPEL NÃO MEXER. I.e. no papel só se mexe para o conservar, nunca para o cortar, rasgar, amputar, meter dentro de água ou de outro produto químico qualquer.
No plano dos princípios a única excepção para a "lavagem" é quando o papel está, objectivamente, em vias de destruição se continuar colado/agrafado/etc ao suporte (ele próprio também estragado/degradado) em que se encontra.
avatar
ahl

Localização : Portugal
Data de inscrição : 30/12/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por odilo em Dom Jun 12 2016, 11:16

Bom dia amigos e amigas,
Obrigado aos amigos que me instigam e cutucam com suas perguntas e dúvidas. É na buscas das respostas que aprendo.
Este assunto é deveras interessante e para quem esta iniciando ou retornando aos selos  eu considero de suma importância.
Muitos aqui (como eu) herdaram uma coleção e ajuntamento de material filatélico. Outros tantos já colecionam a muito tempo. Assim tem alguma lembrança de como foi no passado. Como será no futuro?  
1 - Não temos uma bola de cristal para saber como será a filatelia nos próximos anos.
2 - Tudo que passa pelo correio, seja oficial ou privado, tem um valor, no mínimo histórico postal.
3 - As novas gerações muito raramente estão recebendo ou enviando cartas com selos. Se relacionam através das novas tecnologias da comunicação.
4 - Sugiro que façam uma pesquisa em sua residência ou no seu trabalho. Contem quantas correspondências chegam. Deste total, quantas vem com selos, colados ou impressos (inteiro postal) e com carimbo ou marca de postagem. O restante vem com algum tipo de franqueamento, seja por chancela, etiqueta, etc. Depois de um mês façam as contas. Isto posto, façam um levantamento e classifiquem estas correspondências com base no tipo de franquia.

Agora vamos a outro exercício. Mas para funcionar, temos que ser mais criativos e nos libertar das amarras e modismos do passado.
Qual será a conclusão que vocês vão chegar, se fizerem um projeção para que direção estará indo a filatelia nos próximos anos? Qual será a "moda" na filatelia ? Que tipos de coleções vão aparecer? Quais são os novos tipos ou classes que a FIP introduziu neste século?
Lembrem-se, não vamos rir de suas divagações.

Lembram que as coleções temáticas de hoje tiveram sua origem nas coleções por assunto da metade do século passado.

Agora surgem as (minhas) dúvidas.
O que fazer com uma carta com selos com ou sem carimbo, mas que efetivamente não se tem prova de que circulou e ou quem sabe é até falsificada?
O que fazer com as folhinhas, cartões de souvenir de eventos com selos e carimbos, que encontramos no meio do material herdado?
Só vale o que passa pelos correios ou o que produzimos também tem valor? Como um Máximo Postal, por exemplo.
Tudo pode ser colecionado, certo ou errado?
Bom domingo a todos,
Odilo

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. NOVO: Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos - Já no Colnect
Atenção para novo endereço:
Caixa Postal, 7018
Florianópolis-SC
88025-970
avatar
odilo

Idade : 74
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por Psique10 em Dom Jun 12 2016, 14:39

Há 2 opções para os sslos auto-adesivos podem ser recortados com o papel mas se quiser descola-los use benzina por eles terem uma goma muito forte que não sai na água. A benzina já é um produto químico forte, ponha 2 ou 3 gotas de benzina que descola.

Sobre o meu comentário, eu mesmo não faço isso mesmo porque não gosto de selos auto-adesivos prefiro mesmo deixa-los nos envelopes.
avatar
Psique10

Idade : 50
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Duvida ao descolar selos do envelope

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum