Lavar selos do Império...

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lavar selos do Império...

Mensagem por Sergioselos em Qua Ago 21 2013, 22:00

Alguem aqui ja lavou selos do império?

Pode?

_________________
Coleciono Brasil comemorativos novos, regulares usados, Portugal, Colonias de Portugal e Machins. Sempre procurando trocas pra fazer.
avatar
Sergioselos

Idade : 49
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 22/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Ernane Ferreira em Qui Ago 22 2013, 10:49

Olhe, eu nunca fiz isso, pelo menos eu.
Sei que taxa - devida nem pense em fazer
Ernane
avatar
Ernane Ferreira

Idade : 28
Data de inscrição : 25/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Sergioselos em Qui Ago 22 2013, 11:47

Ernane os de taxas devidas eu ja lavei quase todos...

Não se deve lavar os primeiros vermelhos X1 a X9

_________________
Coleciono Brasil comemorativos novos, regulares usados, Portugal, Colonias de Portugal e Machins. Sempre procurando trocas pra fazer.
avatar
Sergioselos

Idade : 49
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 22/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por amaury luiz possidente em Qui Ago 22 2013, 11:48

Eu já lavei, mas não arriscaria nos caros como olho de boi e inclinados.
Mas os D Pedro mais baratos eu ja fiz sim.
avatar
amaury luiz possidente

Idade : 43
Localização : RJ
Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Sergioselos em Qui Ago 22 2013, 11:51

Acabei de lavar um D Pedro aqui... Ficou bem clarinho e pelo que vi não desbotou nada.

Agora vou por pra secar.

_________________
Coleciono Brasil comemorativos novos, regulares usados, Portugal, Colonias de Portugal e Machins. Sempre procurando trocas pra fazer.
avatar
Sergioselos

Idade : 49
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 22/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por amaury luiz possidente em Qui Ago 22 2013, 11:56

Só nao lava os q tem carimbos legais pois corre o risco de sair
avatar
amaury luiz possidente

Idade : 43
Localização : RJ
Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por pvcfernandes em Qui Ago 22 2013, 12:29

Aqui eu lavo os pedrinhos na boa...rs Eu tinha um lote de pedrinhos em fragmento, assim que chegou joguei na água... venho testando alguns outro que fiquei com o pé atrás, o p. ex Cifra (61 a 69) lavei um 61 para tirar ferrugem, saiu a ferrugem, mas por outro lado ele virou 62 Very Happy Tem que testando, em breve vou testar com verticais para ver no que dá tenho umas sobras de 30 e 60 reis zoados bom para isso...

[]´s

_________________
-Mancolista comemorativos até 1960
-Mancolista blocos
avatar
pvcfernandes

Idade : 42
Localização : Indaiatuba - SP
Data de inscrição : 12/11/2011

https://www.sites.google.com/site/pvcfernandes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por amaury luiz possidente em Qui Ago 22 2013, 12:35

Nós estamos falando de água ou produtos quimicos?
avatar
amaury luiz possidente

Idade : 43
Localização : RJ
Data de inscrição : 28/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Sergioselos em Qui Ago 22 2013, 13:47

Eu usei o permanganato e acido citrico.

Agora que ele secou achei o resultado muito bom.

_________________
Coleciono Brasil comemorativos novos, regulares usados, Portugal, Colonias de Portugal e Machins. Sempre procurando trocas pra fazer.
avatar
Sergioselos

Idade : 49
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 22/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por JOSE RENATO em Qui Ago 22 2013, 18:31

pvcfernandes escreveu:Aqui eu lavo os pedrinhos na boa...rs Eu tinha um lote de pedrinhos em fragmento, assim que chegou joguei na água... venho testando alguns outro que fiquei com o pé atrás, o p. ex Cifra (61 a 69) lavei um 61 para tirar ferrugem, saiu a ferrugem, mas por outro lado ele virou 62 :DTem que testando, em breve vou testar com verticais para ver no que dá tenho umas sobras de 30 e 60 reis zoados bom para isso...

[]´s
Vc tirou os selos dos fragmentos?????? affraid 

Já estou chorando aqui tem 15 minutos!!!!!! Crying or Very sad 

Não lavem quimicamente selos do Império!!!!!! No máximo água pura!!!! Apenas a minha opinião.....

Um abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por pvcfernandes em Qui Ago 22 2013, 18:46

Very Happy relaxa não era fragmento inteiro, estavam só colados em um pedaço de papel, que cortaram do envelope... não tinha muito a acrescentar.... Melhor sem...rs

_________________
-Mancolista comemorativos até 1960
-Mancolista blocos
avatar
pvcfernandes

Idade : 42
Localização : Indaiatuba - SP
Data de inscrição : 12/11/2011

https://www.sites.google.com/site/pvcfernandes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Sab Ago 24 2013, 21:40


Tente lavá-los em solução de água com 10% de
água sanitária, por 5 minutos. Após isto enxague-o em água morna
substituindo-a umas 3 vezes no mínimo. Finalmente, espere secar e molhe-o
ligeiramente com benzina e depois deixe-o secar naturalmente.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por JOSE RENATO em Sab Ago 24 2013, 23:32

Iury Nobre escreveu:
Tente lavá-los em solução de água com 10% de
água sanitária, por 5 minutos. Após isto enxague-o em água morna
substituindo-a umas 3 vezes no mínimo. Finalmente, espere secar e molhe-o
ligeiramente com benzina e depois deixe-o secar naturalmente.
De onde vc tirou isso?????

Muito arriscado..... Aguá sanitária em selo do Império?

Eu não faria isso!!!!!!

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Agenor em Sab Ago 24 2013, 23:43

o José Renato ficou arrepiado com essa receita, vais arriscar?
avatar
Agenor

Idade : 69
Localização : Pedras de Maria da Cruz-MG e Ouro Preto-MG
Data de inscrição : 02/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por zod100 em Sab Ago 24 2013, 23:45

Acho que o Iuty está criando variedades de cores nos selos do império, a tendência de se usar cloro ou água sanitária é descolorir ou clarear.


Última edição por zod100 em Dom Ago 25 2013, 10:44, editado 1 vez(es)

_________________
Coleciono: Alemanha, Itália, Croácia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, Espanha, Rússia Antiga, Tunísia, Nepal, Sri Lanka, Índia, Canadá, Chile, Equador, Brasil
Temas: Carimbos do Império do Brasil, Cogumelos, Trens, Borboletas, Rosas, Mercosul e Tema Europa(mint)
avatar
zod100

Idade : 49
Localização : Resende/RJ
Data de inscrição : 17/02/2008

http://selosdobrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Dom Ago 25 2013, 10:21

Isto que expliquei serve p/ saber se um selo realmente é Legítimo, para isto tem que ter seu PH restabelecido.Após isto você pode medir a espessura do papel e comparar o resultado com a de um selo quer você saiba ser legítimo, os experts usam este método sem danificar o selo, alguns até hoje.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por JOSE RENATO em Dom Ago 25 2013, 10:42

Iury e demais colegas,

Esse tópico é sobre LAVAGEM de selo e não sobre LEGITIMIDADE de selo.

Uma coisa é bem diferente da outra...

Eu, repetindo, EU; não usaria de JEITO NENHUM, qualquer tipo de produto químico sobre selos do Império, principalmente os numerais, que tem mais de 150 anos e tem papeis frágeis e muito finos.

Sabemos bem que esses papéis foram usados, fundamentalmente, para evitar LAVAGEM!!!! Se lavarmos esses selos, de forma química, vamos danificá-lo com certeza.

Como bem disse o Paulo, esses produtos vão clarear os selos e talvez modificar sua característica física / química. Sabemos que alguns já foram lavados e usar MAIS UM produto pode gerar uma reação desconhecida e danificar ainda mais o selo.

Em selos do Império, mais uma vez - EM MINHA OPINIÃO, devemos usar apenas produtos NEUTROS, como água filtrada ou desnimeralizada.

Se vamos usar produto "x" ou "y" devem vir acompanhados de estudos ou pesquisas informando os resultados práticos / feitos / danos, pois fazer isso com uma raridade do Império pode gerar uma perda material ou histórica irreparável.    

Devemos ter muito cuidado ao passar dicas, pois alguns filatelistas iniciantes ou afoitos podem usar sem pensar essa dica e ter selos danificados ou com características de cor ou tramatura modificadas (Tem tanto selo / carta quebradiço por aí!!!!).

Um abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por odilo em Seg Ago 26 2013, 19:38

Olá amigos,
Reforço aqui as palavras do José Renato. Vamos com calma.
Dai que o melhor sempre é fazer uns testes com algum selo que já esta perdido. Selos ditos para estudo que não servem mais para estar numa coleção.
Mas vejam que um selo no valor de R$ 1.000,00 , tem que estar bem estragado para não valer mais que R$ 10,00. Como diz nosso novo forista, Sr. Peter, um "osso" . Por exemplo, já mostraram aqui no fórum um olho de boi recortado em torno da oval. Este é um selo bom para se fazer testes pois tem o mesmo papel e idade dos originais.
Até mais,
Odilo

avatar
odilo

Idade : 74
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por H Roberto em Seg Ago 26 2013, 20:36

Aqui um pitaco de um leigo...um zero à esquerda na filatelia. Sobre a água sanitária sabemos que é um produto alvejante.
 Dias atrás um pequeno respingo numa bombacha marrom escuro deixou uma bela marca amarela. Desbotou o marrom.
 Me disseram que nem tinta para tecido vai cobrir. Sobre um selo não sei dizer qual seria o resultado.
Por outro lado já li em algum lugar que as lavadeiras costumam colocar uma pitada de sal
na última enxaguada pra avivar e fixar as cores das roupas.
avatar
H Roberto

Idade : 68
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por FernandoSilva em Seg Ago 26 2013, 23:38

A candida corre pela roupa e mancha feio.

Como o selo também tem filamentos, no meu entender, um pinguinho, faria o mesmo, desbotando onde tocar.

Enfim...mas nunca pinguei sanitária no selo, não sei o efeito. e, sinceramente, mesmo que me garantam ser seguro, não pingo nem a pau. Já perdi roupa demais, para agora arriscar perder selo.

Como diz o Roberto, só um pitaco de um zero à esquerda na filatelia.
avatar
FernandoSilva

Idade : 35
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 11/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Agenor em Seg Ago 26 2013, 23:53

eu quando comecei a frequentar o SB li muito sobre como tirar ferrugem e para testar, o esperto aqui pegou um selo jornal sobreestampado e botei na solução, resultado??? ele ficou verdinho claro, sumiu a sobre estampa etc e eu fiquei sem ele (tá guardado) como variedade...rsrsrs...
avatar
Agenor

Idade : 69
Localização : Pedras de Maria da Cruz-MG e Ouro Preto-MG
Data de inscrição : 02/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Ter Ago 27 2013, 05:31

COMO TIRAR A FERRUGEM DOS SELOS
por Sérgio Marques da Silva (SPP)


Para retirarmos a ferrugem dos selos, precisamos de uma poção de Permanganato de Potássio, água e limão. Todo filatelista sempre tem algum selo com ferrugem, mesmo que não seja aquela ferrugem forte com aparência bem característica de cor alaranjada, avermelhada para marrom, mas além deste grau avançado do processo da ferrugem, sem percebermos temos em nossas coleções grande quantidade de selos já com início da contaminação de ferrugem. Devemos observar atentamente os selos no verso e constataremos que muitos deles já estão com manchas amareladas que se não cuidarmos a tempo elas após pouco tempo já terão definitivamente comprometido o papel.

O Dr. Kazuo Kato e Dr. Alex Paulo Picanço em estudo chamado “A Ferrugem nos selos, uma telemicose” , dizem e comprovam que o elemento que provoca a ferrugem nos selos não é o ferro e sim um fungo que ataca qualquer tipo de papel. É o melhor estudo que conheço sobre ferrugem nos selos, escrito na década de 70. ( Na Biblioteca da SPP tem este estudo aos interessados) O método que conheço, de retirar a ferrugem dos selos realmente retira a ferrugem e conserva o selo por muito mais tempo, imune a mesma, mas a marca invisível que a ferrugem já causou no papel permanece para sempre, é irreversível, mas só pode ser vista se molharmos o selo com água ou benzina, aí então ela aparece enquanto o selo estiver molhado, depois ficará novamente invisível. Para evitar este estágio do processo da ferrugem deve-se limpar o selo logo que as manchas amareladas estão começando a aparecer.

1)- Em primeiro lugar colocamos uma poção de Permanganato de Potássio em um recipiente de vidro ou plástico, com aproximadamente um litro de água. A quantidade de Permanganato de Potássio pode ser correspondente a uma colher pequena de café, não muito cheia, isto se o Permanganato for em pó, ou podemos comprar na farmácia em cartelas com pequenos comprimidos, colocando apenas um para cada litro de água.

2)- Em seguida molhamos os selos na água limpa e colocamos no recipiente preparado com Permanganato e deixamos que a solução atue por 3 ou 4 minutos.

3)- Depois, retiramos os selos que estarão com a aparência escurecida pela ação do Permanganato, lavamos em água limpa e colocamos em outro recipiente já preparado com meio litro de água e o sumo de meio limão espremido (ácido cítrico) e deixamos atuar por mais 3 ou 4 minutos.

4)- Após este período de tempo os selos já voltaram a apresentar a sua cor natural, pois a mistura de água com limão já retirou aquela cor amarelada deixada pelo Permanganato. Agora lavamos novamente os selos em água limpa e deixamos secar sobre folhas de jornal ou papel guardanapo ou papel de rolo de parede.

Devemos tomar todo o cuidado ao manusearmos os selos enquanto eles estiverem molhados, pois estarão muito frágeis nesta condição. Quando os selos estiverem quase que totalmente secos, colocamos os mesmos dentro de livros ou listas telefônicas, para que sequem finalmente prensados entre as folhas e fiquem bem lisos e com boa aparência.

Devemos tomar o cuidado de marcar as folhas em que colocarmos os selos pois muitas vezes não conseguimos encontrá-los depois. Outro cuidado que deveremos tomar quando utilizarmos o processo de limpeza da ferrugem: Não colocar em imersão os envelopes que estiverem escritos com tintas a base de água, que era comum antes do aparecimento das canetas esferográficas, bem como não a limpeza de selos azuis ou rosa, selos estes de 1850 a 1900, pois até então as cores eram propositadamente feitas para perderem a coloração caso fossem lavados com a intenção de reaproveitamento dos selos. Após este trabalho, teremos nossos selos novamente com características de selos perfeitos.

Existem outros métodos rápidos utilizando pequena quantidade de água sanitária ou qualquer outro similar diluído com água, ou utilizando líquido de Daquin, encontrado a venda nas farmácias, que ao ser passado sobre a ferrugem, esta desaparece consideravelmente, mas não estou acostumado a utilizar estes processos, porque após algum tempo a ferrugem reaparece ou deixa o papel amarelado.

O filatelista cuidadoso deve sempre que adquirir selos de altos valores, colocá-los na benzina para verificar se os mesmos contém marcas de reparos ou algum tratamento químico, conseqüência da retirada de ferrugem, feito em alguma época anteriormente. Uma coisa é certa: Se não retirarmos a ferrugem dos selos, esta destruirá totalmente os selos e eles perderão o seu valor na sua totalidade. É melhor que o selo fique saneado, mesmo com sinais quase que imperceptíveis, do que perdê-lo totalmente.

Para retirar a ferrugem de envelopes, o processo é o mesmo, mas devemos ter vasilhas maiores e conforme o caso as quantidades também têm que ser maiores, mas nas mesmas proporções descritas. Para evitar que o envelope se descomponha ou soltem os selos, podemos colocá-lo entre duas telas de nylon presas com clips, durante o processo de tratamento, somente retirando das telas quando os mesmos estiverem quase secos, aí então colocaremos os envelopes abertos ou fechados se for o caso, entre folhas absorventes, com pesos em cima para que fiquem bem prensados. Caso os selos se soltem, podem ser recolocados sobre as cartas, mas nunca utilizar cola bastão tipo Pritt ou semelhante, nem cola tipo tenaz, pois estas não soltam mais; devemos colar com colas vegetais tipo goma arábica ou mesmo fixar os selos com charneiras em caso de não achar a cola apropriada.

O bom filatelista deve tomar alguns cuidados preventivos antes do aparecimento da ferrugem, para que a coleção se conserve por muito mais tempo. Devemos guardar nossas coleções em locais secos, arejados e longe do sol ou de seu calor. Periodicamente devemos folhear nossas coleções para não ficarem contaminadas com ácaros ou bolor, provocados por umidade, mas também não podemos guardar em locais totalmente secos e hermeticamente fechados, sem ar algum, pois os selos neste caso perderão o PH necessário na sua composição, ficando assim ressecados e quebradiços, quase que esfarelando, se auto decompondo após longo período de tempo. Talvez seja pior o efeito do ressecamento do papel do que o da umidade.

Quando utilizarmos protetores plásticos tipo Havid, devemos tomar o cuidado de cortarmos um pouco maior, aproximadamente 3m/m maior do que os selos, para dar maior proteção aos selos, pois em diversas ocasiões em que parte dos selos ou picotes ficaram para fora do protetor, estas partes foram contaminadas com a ferrugem. Quando utilizarmos as charneiras para fixação dos selos, deveremos umidecê-las utilizando sempre um pano úmido e uma leve encostada da charneira neste pano bastará para que fique em posição de serem utilizados, o que não podemos fazer é usar a saliva para esta finalidade, pois a saliva tem ácidos que com o tempo danificam o selo.

Não devemos folhear as coleções próximo de janelas em dias chuvosos, pois o ar estando úmido contribuirá com o aparecimento da ferrugem nos selos. Os selos são fabricados sobre o suporte papel, que não é eterno, podemos apenas aumentar ou diminuir a duração deles; portanto devemos tomar todas as providências para que permaneçam perfeitos o maior tempo possível. É comum escutarmos falar que nos papéis antigos era comum o aparecimento da ferrugem, que os papéis e gomas atuais são melhores, mas constantemente vemos selos de períodos recentes já com marcas de amarelamento, que é o início do processo da ferrugem. Devemos verificar bem aquilo que adquirimos, pois selos com ferrugem podem contaminar nossas coleções, álbuns ou classificadores.

O Sr. Sérgio Marques da Silva é presidente da Sociedade Philatélica Paulista.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Ter Ago 27 2013, 05:33

Alguns truques úteis que certamente o vão ajudar:


Como limpar selos, remover a goma ?
Deixa-los de molho em agua morna ou fria por alguns minutos se existirem papeis colados nos mesmos deixar por 10 min aproximadamente em agua fria com agua morna se descolam mais rapidamente,após isso esfregar com as pontas dos dedos para remover o restante da goma se existir.

Como tirar manchas de óleo ou de gordura dos selos ?

Lava-se o selo com um bocado de flanela embebida em terebentina. Seca-se entre duas folhas de mata-borrão branco e novo e mergulha-se num pouco de éter até desaparecer a transparência que a terebentina lhe havia dado. Lava-se depois com espuma de sabão, mete-se em água fria, secando- se depois pelo processo atrás referido. Em selos com cores muito fracas este processo não pode ser usado, dado que as cores podem ser alteradas.

Como restituir a cor primitiva a selos enegrecidos ?
Os selos de certos países como, por exemplo, o de 10 réis, violeta, de D. Carlos, emissão de 1982, são impressos em papel “couché”. Este papel contém alvaiade de Pb (chumbo), ficando enegrecido em presença de certas emanações sulfurosas. Assim, os selos desaparecem num fundo negro de Pb S (chumbo e enxonfre). Para restituir a cor primitiva basta mergulhar durante alguns minutos os selos enegrecidos num banho de H2 O2 (água oxigenada) a que se juntou uma pequena porção de NH3 (amoníaco). Depois lavam-se os selos em água pura ficando assim com a cor inicial.


Como avivar as tintas dos selos ?
“Os selos amarelecidos que, com o tempo, adquirem uma cor escura, podem voltar à cor primitiva depois de um banho de água fria onde se deite progressiva e lentamente um pouco de água oxigenada. Esta operação exige grande atenção. Um excesso daquela água queimaria o papel destruindo a cor. Em seguida lavar o selo em água fria e secar.”


Como evitar que a humidade afete os selos ?
Coloca-se um pires com carboneto de cálcio no lugar onde estão guardados os selos (armário, cofre, gaveta, etc), impedindo que a goma dos selos novos adira às folhas dos álbuns. Quando o carboneto de cálcio estiver saturado de água, substitui-se por novo.


Como limpar selos atacados pela telemicose (Ferrugem)?
Para se tirar a pigmentação (erradamente chamada ferrugem) dos selos, mal que os ataca frequentemente, quando colocados em qualquer lugar húmido ou devido à qualidade da cola, etc., procede-se do seguinte modo:

Dar banho, durante cinco minutos, com solução de permanganato de potássio a 2% em água e cinco minutos em solução de ácido cítrico a 16%.

Repetir a operação, se necessário, durante menos tempo.

Colocar duas gotas de água oxigenada (10 volumes) sobre o selo.

Lavar em água corrente com abundância e depois secar em mata-borrão.

Ou forma possível e menos dispendiosa é a seguinte:


Primeiro lavar o selo para remover qualque resquicio de goma que ainda exista,deixar secar por completo, deixar flutuar o selo com a parte afetada sobre uma solução de água fria limpa com água sanitaria na seguinte proporção 500 ml de água para 2 colheres de sopa do alvejante.Deixar por aproximadamente 10 min, em seguida deixar de molho em água limpa com sal para limpeza e fixação das cores, cuidado com os selos pois esse processo pode destruí-lo teste esse método antes com selos estragados antes de usar em algum selo bom, caso a infestação seja somente no picote ou em área pequena um cotenete embebido nessa mistura pode ser usado para aplicação lembrando de deixar em contato com a superficie pelo mesmo tempo,se a infestação afetar ambos os lados do selo o mesmo deve ser mergulhado na mistura.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Ter Ago 27 2013, 05:36

VAMOS TIRAR A FERRUGEM DE NOSSOS SELOS?

O selo perde a goma; mas é melhor um selo sem goma e sem ferrugem do que um selo com goma e ferrugem.

Em primeiro lugar, se os selos tiverem goma, é preciso colocar os selos na água limpa, até que saia toda a goma. As vezes, a ferrugem está só na goma e já sai nesse primeiro banho, junto com a goma.

Esse banho de água limpa, pode ser com água morna caso os selos estejam muito sujos e empoeirados. Depois que saiu toda a goma, devemos colocar os selos sobre um jornal, com a impressão voltada para baixo.

Quando os selos estiverem bem secos, vamos fazer o banho químico. Para isto basta preparar em um prato de sopa, solução com um copo de água fria e uma colher da água clorada ou seja: alvejante de roupa sem qualquer outro produto além do cloro. Pode ser Cândida, ou qualquer outra marca de alvejante, desde Que não tenha perfume ou qualquer outro componente além do cloro. Vamos também preparar outro prato fundo só com água fria.

O ideal é fazer esse trabalho sobre uma mesa bem forrada com plástico. Colocando a nossa frente o prato com o banho químico, à direita o prato com água limpa e mais a direita o jornal aberto, já pronto para receber os selos molhados. Tendo tudo arrumado é só colocar os selos que vão passar por esse banho à esquerda, bem longe do prato com o banho químico, para que não recebam respingos que possam manchá-los. É preciso também bastante cuidado para não respingar na roupa, pois onde cair um pinguinho desse banho fica branco.

Daí, depois de todos os cuidados tomados e com tempo bastante a disposição e ninguém por perto para nos distrair a atenção, vamos nos sentar e começar o trabalho. Pegamos com a mão um único selo e o colocamos flutuando na água com água clorada. E ficamos observando e aguardando até a ferrugem sair. O lugar onde havia ferrugem vai ficar mais transparente que o restante do selo. Depois o tiramos com a mão e o colocamos na água pura onde podemos deixá-lo mergulhar para tirar bem algum resíduo do banho químico, depois, com a mão nós o tiramos da água e o colocamos no jornal para secar , com a impressão voltada para baixo.

Se o selo tiver muita ferrugem também na frente, podemos arriscar e deixá-lo mergulhar um pouco no banho químico para limpar a frente também, mas há sempre o risco de desbotar a cor. Quando o selo é gravado, como os da França até 1970 mais ou menos, o risco de debotar o selo é menor, pois as cores são mais firmes. Os selos clássicos ( anteriores a 1900) de qualquer país não podem de forma alguma mergulhar no banho químico e alguns, nem mesmo na água, como os da Inglaterra.

Falo sempre para que seja usada apenas a mão nesse processo todo, porque o papel do selo fica mais frágil quando molhado e pode rasgar-se ou furar no lugar em que a pinça o tocar. E há também o cuidado para que a pinça não fique enferrujada, pois o cloro ataca até o metal inoxidável.

Devemos começar este tipo de limpeza, com banho químico, treinando antes com selos estragados ou com os muito baratos, que temos às vezes em grandes quantidades. Até termos bastante prática e conhecimento da qualidade da impressão e do papel dos selos , pois alguns são mais frágeis, outros mais resistentes. Mas passada essa primeira fase, tudo fica mais fácil e mais rápido. Cheguei a lavar coleções inteiras no tempo em que trabalhei com meu pai e lavei também milhares de selos para comerciantes estrangeiros.

Qualquer um pode ter uma coleção limpa e bonita, se assim o quiser. Os selos para serem bons e bonitos não precisam estar com a goma intacta. Nós vivemos em um país tropical, cheio de umidade e os selos comprados hoje com a goma perfeita ( mint ) dentro de meses poderão estar com pontos de ferrugem, se não estiverem guardados em algum lugar mais seco da casa e bem protegidos com Hawid ou Maximaphil. Na falta dos protetores até saquinhos plásticos bem limpos, deste que usamos para embalar os selos, são úteis para protegê-los da ferrugem.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Convidado em Ter Ago 27 2013, 05:37

Constantemente deparamos em nossas coleções com selos novos gomados, mas com ferrugem, mesmo que ainda no início do processo ferruginoso, que consiste em manchas amareladas, que é o primeiro sinal de que o selo já está com princípio de comprometimento com a prejudicial ferrugem, comum em um país tropical.


Antes de tomar qualquer atitude devemos a princípio localizar o selo comprometido, coloca-lo em um Havid para que não comesse a passar a ferrugem para o álbum ou para outros selos. Se for um selo novo recente, que ainda se encontra a venda facilmente, no Correio, por exemplo, podemos fazer a substituição por outro perfeito e utilizarmos postalmente o selo comprometido, isto se o selo ainda não foi desmonetizado.


Caso for um selo relativamente recente, mas que já não se encontra no Correio a venda, no entanto são facilmente encontrados em lojas filatélicas, devemos neste caso adquirir outro selo similar perfeito.


Agora se for um selo de valor mais alto ou um selo que não conseguimos encontrar outro para substituí-lo, aconselho que este selo seja lavado e retirada a ferrugem, mesmo que o valor do mesmo fique inferior ao selo novo com goma. Caso não seja tomada esta providência, ficaremos sem a goma e sem o selo num curto período de tempo. Não há como estabilizar a ferrugem, ela dá os primeiros sinais de existência, se acentua, vai se auto-afirmando, escurecendo, aumentando, corroendo o papel do selo e passando para o álbum inteiro. É ilusão pensarmos que o selo está lá quietinho sem aumento do processo ferruginoso.


O processo de lavagem para retirada da ferrugem já esta bem difundido na filatelia, ele consiste em colocarmos o selo em uma mistura de água com uma mínima porção de permanganato de potássio, e deixarmos lá por 3 minutos. Em seguida devemos lavar o selo em água limpa e colocarmos novamente em uma mistura de água com um pouco de sumo de limão, e deixar lá também por mais 3 minutos. Pronto, agora é só lavar novamente o selo em água limpa, secar bem e guarda-lo no álbum ou classificador. Não guarde o selo ainda úmido, ele tem que estar bem seco para evitar justamente a ferrugem.


Devemos sempre fazer um teste com alguns selos comuns, de baixo valor, antes de limparmos o selo da nossa coleção. Não é difícil, é simples, apenas precisamos já antecipadamente separar os selos com ferrugem, dois recipientes de vidro ou plásticos para fazermos as lavagens e já termos adquirido o permanganato de potássio em uma farmácia. Não esquecer do limão que é também um componente importante no processo de limpeza dos selos.


É melhor ter um selo novo sem goma e sem ferrugem do que ter um selo novo com goma e com ferrugem, aumentando dia a dia.


Os fatores que favorecem o aparecimento da ferrugem são inúmeros, aqueles que dependem de nós e aqueles que já não dependem de nós.


Não podemos interferir naquilo que já foi feito, como por exemplo a mistura dos componentes que foram utilizados nos diversos tipos de papéis dos selos ou no tipo de goma que foi aplicada nos mesmos, mas podemos guarda-los em local seco, bem ventilado, sem sol, sem umidade, sem bolor, sem traças e outros depredadores. Devemos também folhar nossas coleções periodicamente para ajudar a ventilar e conservar.


Quem coleciona selos novos com goma deve ter o dobro da preocupação dos colecionadores de selos usados sem goma, pois a goma em si já é metade do problema na conservação dos selos. Somente manusear os selos com a pinça, nunca com os dedos que sempre deixam uma parcela de umidade ou impurezas.


Aconselho que no caso dos selos novos gomados, ao cortarmos os protetores plásticos (tipo Havid), não cortemos rente aos selos, mas deixemos um espaço maior em todas as bordas, isto ajudará mais a proteger os selos. Em minhas coleções reparei que aqueles protetores que cortei justos, onde alguns selos correram um pouco e ficaram os denteados de fora, exatamente nestes denteados apareceram ferrugens, isto constata que se os protetores fossem maiores, isto não aconteceria.


Devemos também levar em conta que os álbuns ou classificadores deverão ser de boa qualidade, bem como os protetores plásticos.


A filatelia é um hobby interessante, o maior deles, justamente porque ele requer cuidados, o colecionador tem que interagir com suas coleções, não é só comprar uma peça e guardar, esquecer, nossos selos merecem nossa atenção.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lavar selos do Império...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum