Processos de impressão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Processos de impressão

Mensagem por Claudio Carletti em Ter Dez 25 2012, 12:35

Existem diversos processos de impressão. O tipográfico hoje está em desuso. Outros, como o talho-doce, são cada vez mais raros. Atualmente o processo gráfico mais empregado no Brasil para a impressão de selos é o offset. Os diversos selos existentes foram impressos por um ou mais dos processos abaixo.

"Tipográfico": Processo no qual o desenho é gravado em relevo numa chapa de zinco (clichê), tem o aspecto de um carimbo metálico (matriz relevográfica), recebe em sua superfície tinta para a impressão através de cilindros de borracha pré entintados e depois é prensado contra o papel.  A tinta tipográfica apresenta alto brilho e pode ser notado com o uso de um contafios potente um micro borrado na beira da imagem. Algumas máquinas tipográficas tinham alimentação e retirada de papel de forma manual, outras totalmente automatizadas. Havia 3tipos de máquinas: plana-plana, plana-cilíndrica e rotativas. Nas máquinas do tipo plana-plana a alimentação e retirada do papel era feita manualmente ou totalmente automatizada, nas do tipo plana-cilíndrica era totalmente automatizada, e nas rotativas a alimentação era realizada por bobinas.

"Relevo seco": Processo de impressão que não utiliza tinta e sim dois clichês, um macho e outro fêmea que se encaixam perfeitamente. O clichê fêmea é geralmente metálico e o clichê macho pode ser confeccionado em metal ou nylonprint. São colocados na máquina e o papel é prensado por ambos clichês simultaneamente, formando assim um relevo no papel sem tinta. As máquinas utilizadas para este sistema de impressão são muito parecidas com as tipográficas. Na maioria dos casos as máquinas recebem a alimentação de papel folha-a-folha manualmente. 

"Hotstampig": Processo de impressão similar ao tipográfico,utiliza clichês de bronze idênticos aos tipográficos. É o processo utilizado para fazer impressões com aspecto dourado que imitam ouro ou cromado. Hoje há as mais diversas cores de películas. O processo não utiliza tinta de impressão, e sim uma fina camada metálica aplicada sobre um filme de poliester. O clichê é colocado na má quina tipográfica sobre uma base térmica aquecida com resistências. Quando está com aquecimento ideal é comprimido contra o papel , sendo que a película metálica está entre ambos. O calor e a pressão do clichê fazem com que a camada metálica se desprenda do filme de poliester e cole no papel. Hotstamping e o relevo seco geralmente são associados a outros processos de impressão para valorizar o aspecto visual dos selos.


"Talho doce ou intaglio": Processo no qual o desenho é gravado manualmente com buril numa chapa metálica, ficando a imagem em baixo relevo (matriz encavográfica). Há possibilidade de gravação com ácido. Atualmente a Casa da Moeda utiliza gravação digital dos clichês, o qual apresenta características distintas de gravação, é facilmente distinguível de um clichê gravado manualmente. No momento da impressão o clichê é aquecido para facilitar a deposição da tinta,  e a tinta é depositada por rolos nos pequenos sulcos que formam a imagem, o cilindro entintado, na sequencia outro cilindro revestido com um tipo de carpete embebido de solvente é friccionado na superfície deste cilindro retirando toda a tinta superficial do cilindro, restando assim somente a tinta nos sulcos, o papel de impressão é levemente umidecido e depois é prensado contra o clichê para retirar a tinta dos sulcos. É o único processo que imprime imagens de várias cores com uma única impressão e um único clichê. Este sistema tem um exclusivo sistema de entintagem que permite entintar a matriz simultaneamente com várias cores. A impressão apresenta pequeno relevo e a váriação tonal é causada pelo aumento ou diminuição da quantidade de traços da imagem. Atualmente os clichês são gravados digitalmente na maioria dos casos. Existem máquinas alimentadas por folha e outra alimentadas por bobina.

"Litográfico": É o processo de impressão que deu origem ao processo off-set . A matriz é feita com um tipo de pedra calcária com textura e  características químicas especiais, sem relevo de qualquer tipo (matriz planográfica). O processo se fundamenta pela repulsa entre água e gordura. As imagens eram desenhadas na pedra com materiais gordurosos (tinta de impressão, lápis litográfico, etc). No momento da impressão a pedra era umidecida e a área da imagem como era gordurosa repulsava a água, em seguida a matriz era entintada com tinta de base gordurosa, esta por sua vez aderia às áreas de imagem que eram gordurosas e simultaneamente era repulsada pela pedra úmida, o papel era prensado sobre a pedra e retirava a tinta depositada sobre a pedra. As impressões litográficas apresentam brilho inferior às tipográficas. As máquinas litográficas no início tinham alimentação e retirada manual de papel, e no final do uso do processo as máquinas possuiam alimentação e retirada automatizada. Há algumas máquinas litográficas em funcionamento no Brasil.

"Rotogravura": Processo no qual o desenho é gravado quimicamente em um cilindro de aço revestido por sucessivas camadas de níquel, cobre e cromo. Recebia um tipo de gravação fotoquímica formando pequenas cavidades chamadas alvéolos. A profundidade destes alvéolos determinava a intensidade da cor que se pretendia obter. Um selo impresso em rotogravura apresenta textos com suas bordas serrilhadas. Este processo necessita ser estudado em outro tópico, pois há diferentes maneiras de se gravar os cilindros, e por consequencia as imagens  impressas com cilindros gravados com cada um destes processos também apresentam características distintas. É o processo com a maior velocidade de impressão e a maior definição de imagem quando são impressas fotografias. O processo foi largamente  utilizado para impressão quando eram necessárias grandes tiragens de selos (décadas de 40, 50 e 60)

"Offset" : É o método com o processo de gravação de matrizes mais rápido que há. O processo deriva da litografia, só que a matriz é gravada em uma chapa alumínio (matriz planográfica) por processo digital. Apresenta os mesmos princípios de impressão da litografia, sendo a única diferença é que a tinta da chapa e decalcada em um cilindro revestido por uma manta de borracha , e em seguida é decalcado no papel. As vantagens deste método são a rapidez e a nitidez.  Hoje as máquinas modernas imprimem as 4 cores básicas em sequencia com uma velocidade de até 15.000 folhas hora, em formato de 50 x 70 cm.

"Letterset": É o processo que combina vantagens do processo tipográfico com o processo de off-set. A matriz é um clichê como o tipográfico, porém é gravado em uma chapa fina de metal recoberta por uma camada de aproximadamente 2 mm de nylon fotopolímero(nylonprint), é gravado digitalmente, e depois é revelado com álcool. Por ser um clichê flexível é colocado em uma máquina de impressão similar a off-set. O clichê é entintado por cilindros de borracha, não há sistema de molhagem nesta máquina, na sequencia o clichê é decalcado em um cilindro revestido por uma capa de borracha, e depois é decalcado no papel. As vantagens do processo são: a velocidade, definição de imagem e alto brilho na impressão pois não utiliza rolos molhadores como na off-set.

"Serigrafia": É o processo gráfico mais versátil que existe, pois permite a impressão dos mais diversos materiais. As combinações de diferentes tipos de matrizes com diversos tipos de tintas permitem diversos efeitos visuais e texturas.  Utilizaram este processo de impressão selos com efeitos especiais como: odores perfumados, relevos com verniz localizado, tintas em relevo muito maior que os fabricados com talho-doce. A matriz é fabricada esticando-se uma fina tela de nylon, poliester, aço inox, bronze ou poliester niquelado sobre uma moldura de madeira, alumínio ou aço. Recebe sobre o tecido uma fina camada de emulsão fotosensível a luz ultra-violeta. Após a secagem é colocada em um equipamento chamado prensa de contato, sobre esta tela é colocado o fotolito, que permite a passagem ou o bloqueio da luz ultra-violeta do equipamento.Após a gravação, a matriz apresenta áreas de grafismo que são vazadas na tela, e áreas de contra-grafismo que estão bloqueadas na matriz.
A impressão é realizada deslizando sobre a matriz um tipo de rodo de poliuretano (racle), que sob pressão puxa a tinta sobre a matriz, a tinta transpassa pela áreas vazadas e é depositada sobre o papel. O impressão serigráfica apresenta cores muito intensas, podem ser foscas ou brilhantes, com aspecto normal ou relevo.

O processo de impressão digital também pode ser utilizado para a impressão de pequenas tiragens, tais como selos personalizados.

Há outros dois processos de impressão chamados tampografia e flexografia que ainda não pesquisei se já foram utilizados na impressão de selos.
avatar
Claudio Carletti

Idade : 52
Data de inscrição : 17/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por Glauber em Ter Dez 25 2012, 15:05

Shocked Shocked Shocked

Maravilhado com as explicações, embora ainda com dúvidas...

_________________
Glauber Motta
Coleciono selos 'mint': Brasil; e dos temas: Circo, Desertificação,
Felinos do Continente Americano, Mercosul e América-UPAEP (emissões conjuntas) etc.;
Selos 'usados' de séries básicas.
avatar
Glauber

Idade : 42
Localização : Valente - BA - Brasil
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por Claudio Carletti em Ter Dez 25 2012, 15:48

Glauber, pergunte que te respondo! Se eu não souber a resposta eu pesquiso.
avatar
Claudio Carletti

Idade : 52
Data de inscrição : 17/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por JOSE RENATO em Ter Dez 25 2012, 16:06

Cláudio,

Obrigado por comparilhar. Tem como vc dizer que fase da filatelia nacional que tipo de processo foi utilzado?

Grande abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por Claudio Carletti em Qui Dez 27 2012, 19:11

José Renato,


Eu precisaria ter os selos em mãos para analisar e te dar uma resposta precisa.
Nas décadas de 50 e 60 com certeza foi a rotogravura em 1 cor o que predominou. A partir da década de 70 até agora, predominancia de off-set, com algumas emissões em rotogravura e talho-doce.
avatar
Claudio Carletti

Idade : 52
Data de inscrição : 17/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por JOSE RENATO em Qui Dez 27 2012, 19:23

Cláudio,

Obrigado pelas infos.

Um abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por pvcfernandes em Qui Dez 27 2012, 23:51

Parabéns Cláudio, bem esclarecedor...

Desses processos gráficos, qual era o campeão de "variedades"?


_________________
-Mancolista comemorativos até 1960
-Mancolista blocos
avatar
pvcfernandes

Idade : 43
Localização : Indaiatuba - SP
Data de inscrição : 12/11/2011

https://www.sites.google.com/site/pvcfernandes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por FernandoSilva em Sex Jul 11 2014, 23:59

Prezado Carletti,
Excelente aula!!!
Alguém saberia dizer se no Império se utilizou apenas o talho doce? Na Europa do século XIX havia processo mais avançado? Pergunto isso porque muitos de nossos selos podem ter vindo de lá, não tenho certeza.
Abraços!
avatar
FernandoSilva

Idade : 35
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 11/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por odilo em Sab Jul 12 2014, 00:23

Muito boa as explicações Claudio.
Nos editais geralmente vem informes sobre o processo de impressão e tipo de papel usado. Conhecer estes processos de impressão ajuda em muito o exame de um selo suspeito de ter sido falsificado.
Como o caso do selo regular do Banco Postal e o do Malote.
Uma boa lupa com mais de 30x de aumento já dá para se divertir e estudar estes processos nos selos.

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por JOSE RENATO em Sab Jul 12 2014, 10:40

Colegas,

No caso do Império, podemos afirmar:

Local de Impressão (País) - Nome do Selo - Método

Oficinas de Estamparia das Apólices (Brasil) - Olhos de Boi - Talho Doce
Oficinas de Estamparia das Apólices (Brasil) - Inclinados - Talho Doce
Oficinas de Estamparia das Apólices (Brasil) - Verticais - Talho Doce
Oficinas de Estamparia das Apólices (Brasil) - Coloridos - Talho Doce
Amercian Bank Note (USA) - D. Pedro - Talho Doce
Amercian Bank Note (USA) - Auriverde - Talho Doce
Casa da Moeda (Brasil) - Cabeça Pequena - Talho Doce
Casa da Moeda (Brasil) - Cabeça Grande - Talho Doce
Casa da Moeda (Brasil) - D. Pedro - Talho Doce
Casa da Moeda (Brasil) - Cifra / Cruzeiro do Sul / Coroa Imperial e Pão de Açúcar - Talho Doce

Ou seja, poderíamos simplificar e dizer que TODOS os selos ordinários do Império (1 a 69) foram impressos pelo método: TALHO DOCE.

Para os outros períodos, deixo com os especialistas de cada época...

Um abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por Mitch Macgregord em Sab Jul 12 2014, 10:53

FernandoSilva escreveu:Prezado Carletti,
Excelente aula!!!
Alguém saberia dizer se no Império se utilizou apenas o talho doce? Na Europa do século XIX havia processo mais avançado? Pergunto isso porque muitos de nossos selos podem ter vindo de lá, não tenho certeza.
Abraços!

O modo de impressao vieram da Europa, mas os selos nao Smile

_________________
Coleciono: Fiscais do Mundo anterior a 1900, Belgica anterior a 1947, Carimbologia do Imperio do Brasil (assim que todas as variedades dos carimbos de niteroi do Imperio até 1910), França Imperio, Brasil (coleciono todos selos, cinderellas ....), cartas do mundo anteriores a 1905 e da Alemanha até o Reich incluido. Tematicas: Torra Eiffel, Santos Dumont e Xadrez
avatar
Mitch Macgregord

Idade : 41
Localização : França
Data de inscrição : 06/03/2009

http://selorium.blogvie.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por FernandoSilva em Sab Jul 12 2014, 11:40

Olá, Odilo, José Renato e Mitch - A turma do império!  Very Happy 

Muito esclarecedor. Tinha essa dúvida sobre a possibilidade de terem vindo selos da Europa, mas, então, foi mesmo só o processo.

José Renato, bem didática a classificação. Ficou bem claro que podemos fazer uma generalização.

Alguém saberia dizer se algum outro processo ao menos existia na época do Império?

Até mais!
avatar
FernandoSilva

Idade : 35
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 11/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por JOSE RENATO em Sab Jul 12 2014, 12:31

FernandoSilva escreveu:Olá, Odilo, José Renato e Mitch - A turma do império!  Very Happy 

Muito esclarecedor. Tinha essa dúvida sobre a possibilidade de terem vindo selos da Europa, mas, então, foi mesmo só o processo.

José Renato, bem didática a classificação. Ficou bem claro que podemos fazer uma generalização.

Alguém saberia dizer se algum outro processo ao menos existia na época do Império?

Até mais!

Fernando,

No Brasil não, pelo menos para os selos.....

Um abraço,

_________________
José Renato
Ouro Preto - MG

Coleciono: BRAZIL IMPÉRIO 
avatar
JOSE RENATO

Idade : 60
Localização : Ouro Preto - MG
Data de inscrição : 31/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por FernandoSilva em Sab Jul 12 2014, 16:26

José Renato,
Obrigado pela informação!!!  Wink 
avatar
FernandoSilva

Idade : 35
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 11/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Processos de impressão

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum