SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Psique10 em Qui Jun 19 2008, 16:41

Saiba como cuidar melhor de seus Selos

Manchas de Gordura, Limpeza, Ferrugem, Separação de Selos, Descolamento, Avivamento das Cores

Manchas de Gordura
O manuseio indevido dos selos ocasiona manchas de gordura, causando-
lhes certa transparência como se houvesse óleo. Para retirá-las, usar
a terebentina para uma lavagem inicial e a seguir mergulhá-los em
éter. Depois, secá-los entre duas folhas de mata-borrão. Finalmente,
lavá-los em água limpa depois de seco o éter.

Limpeza
A recomendação ao uso de envelopes e classificadores é para evitar
que os selos fiquem sujos e com mal aspecto.

Esta aparência é facilmente corrigida lavando-se o selo com uma
esponja ou algodão embebido em detergente, esfregando-o com suavidade.

Ferrugem
A ferrugem é o pior inimigo dos selos e ataca-o pela umidade que
houver no lugar onde ele é guardado, pela qualidade da cola, pela
secagem malfeita e pela umidade dos dedos quando a pinça não
utilizada.

Selo enferrujado é selo desvalorizado e , embora se possa remover a
ferrugem, o melhor ainda é evitá-la, pois todos esses processos
trazem desvantagens e se, não totais, no mínimo retiram a cola do
selo.

A operação para tirar a ferrugem é a seguinte:
Molhar bem o selo em água pura. Mergulhá-lo em permanganato de
potássio até ficar roxo. Lavá-lo retirando o roxo, que é permanganato
depositado. Colocá-lo em ácido nítrico a 20% até a limpeza total.
Esse tratamento demora cerca de 30 minutos, após os quais torna-se a
lavar os selos em água corrente por bastante tempo para a retirada de
todos os produtos, secando-o, então no mata-borrão. As primeiras
tentativas deste tratamento antiferrugem deve ser feitos em selos
comuns, estragados ou indesejáveis, para só então, depois de dominado
o procedimento, arriscar-se em selos utilizados na coleção.
Separação dos Selos
Não se separam selos com tesouras ou outros objetos cortantes. Para
esta finalidade utiliza-se o picote. Os selos devem ser dobrados no
picotado, desenho contra desenho, e esta dobra marcada pelo lado da
goma com a unha. Bem dobrados, basta destacá-los, com calma sem os
forçar. Para que tenha valor como investimento, o selo precisa estar
perfeito, seja na cor, na forma, na cola, na picotagem, na espessura
original do papel, enfim, em toda a sua integridade. Esta é a razão
de se ter tanto cuidado no trato e no manuseio do selo, pois uma
dobra, um dente perdido, uma mancha, um espessamento do papel, são
causas de depreciação ou perda total da peça. Sobre uso e vantagens
de acessórios filatélicos, damos, aqui, alguns comportamentos que se
deve seguir para garantir a longevidade e o aproveitamento do selo.

Descolamento
Embora a maioria dos selos carimbados tenham menor valor e não sejam
do agrado geral, cumpre saber como proceder para efetuar a descolagem
de um selo preso ao envelope. Recortar o envelope deixando uma margem
de aproximadamente dois centímetros, e colocá-lo numa vasilha com
água limpa o tempo necessário para que o selo se solte sem ajuda
manual. Em seguida, retirar o selo e colocá-lo num mata-borrão ou
papel absorvente branco com a face voltada para baixo até ficar bem
seco, porque se colocados ainda úmidos no classificador ou nos
envelopes eles grudam-se uns nos outros. Quando se sabe de antemão
que a emissão não tem tinta firme, pode-se soltar o selo colocando-se
o envelope em contato com o vapor d'água ou sobre um mata-borrão
úmido. Outra precaução que se deve tomar é a de colocar na água da
descolagem um pouco de sal, porque este firma a tinta.

Avivamento das Cores
Com o passar do tempo os selos vão perdendo sua cor original e
escurecendo. Para que retornem a cor normal, usa-se mergulhá-los numa
solução de água fria, repetindo a operação de secagem como no
descolamento. É aconselhável efetuar este avivamento usando a cubeta
do filigranoscópio e pingando a água oxigenada aos poucos, visto que
excesso queimará o selo.





Dicas de como ampliar sua coleção ainda mais
Inscrições - Inscrição em clubes e associações, sobretudo aqueles que
contribuem para o desenvolvimento de seu tipo de coleção.
Revistas - A assinatura em revistas da especialidade é muito útil na
medida em que se poderão encontrar crônicas sobre as novidades saídas
nos diversos países e sobre peças filatélicas de interesse, sobretudo
nos domínios da marcofilia e dos inteiros postais.
Fóruns e Chats - permitem esclarecer suas dúvidas e trocar
informações com pessoas que colecionem o mesmo que você. Podendo
ainda fazer trocas de materiais, compras e vendas.
Correspondentes - Procurar correspondentes com os quais possa fazer
trocas de material é bastante proveitoso, permitirá encontrar
material que não se encontra no comércio e em melhores condições.
Comerciantes - O contato com os comerciantes para procura de material
que faz falta é muito útil. Fazer uma assinatura para receber as
novidades referentes ao tema, sem grande trabalho de procura, tem as
suas vantagens.
Leilões e Feiras Filatélicas - Nos Leilões e Feiras encontram-se, em
geral, grandes quantidades de material interessante, no domínio das
temáticas. Uma leitura atenta dos catálogos dos leilões, sobretudo
nos de Filatelia Tradicional, permitirá encontrar muitas peças
clássicas, circuladas e que se adaptam ao desenvolvimento do tema. A
visita às Feiras, percorrendo os feirantes é, também, bastante provei-
toso, pois há sempre qualquer coisa que possa servir para a coleção.
Documentação e estudo - Procure estudar o tema que sua coleção irá
tratar, ter uma ideia dos selos existentes e relacionados com o
assunto a tratar. Para isso nada melhor que um catálogo, que
permitirá uma economia de tempo e uma visão mais rápida do que se
pode encontrar.
Leia também: "Regulamento Especial para Avaliação de Participações de
Filatelia Temática em Exposições" e "Directrizes para a Avaliação de
Participações de Filatelia Temática" documentos da Federação
Internacional de Filatelia, traduzidos para português pela Federação
Portuguesa.
avatar
Psique10

Idade : 50
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por odilo em Sex Jul 04 2008, 20:40

Olá amigos e amigas,
O José Augusto tem levantado esta questão de cuidado que devemos ter com nossos acervos e coleções. Andei procurando na rede e encontrei o seguinte texto sobre conservação do papel e por tabela dos nossos selos, que pode ajudar a quem esteja estudando o assunto.
Vejam em: http://www.bibmanguinhos.cict.fiocruz.br/normasconservacao.pdf
Boa leitura,
Odilo

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum