SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Ir em baixo

SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Psique10 em Qui Jun 19 2008, 16:41

Saiba como cuidar melhor de seus Selos

Manchas de Gordura, Limpeza, Ferrugem, Separação de Selos, Descolamento, Avivamento das Cores

Manchas de Gordura
O manuseio indevido dos selos ocasiona manchas de gordura, causando-
lhes certa transparência como se houvesse óleo. Para retirá-las, usar
a terebentina para uma lavagem inicial e a seguir mergulhá-los em
éter. Depois, secá-los entre duas folhas de mata-borrão. Finalmente,
lavá-los em água limpa depois de seco o éter.

Limpeza
A recomendação ao uso de envelopes e classificadores é para evitar
que os selos fiquem sujos e com mal aspecto.

Esta aparência é facilmente corrigida lavando-se o selo com uma
esponja ou algodão embebido em detergente, esfregando-o com suavidade.

Ferrugem
A ferrugem é o pior inimigo dos selos e ataca-o pela umidade que
houver no lugar onde ele é guardado, pela qualidade da cola, pela
secagem malfeita e pela umidade dos dedos quando a pinça não
utilizada.

Selo enferrujado é selo desvalorizado e , embora se possa remover a
ferrugem, o melhor ainda é evitá-la, pois todos esses processos
trazem desvantagens e se, não totais, no mínimo retiram a cola do
selo.

A operação para tirar a ferrugem é a seguinte:
Molhar bem o selo em água pura. Mergulhá-lo em permanganato de
potássio até ficar roxo. Lavá-lo retirando o roxo, que é permanganato
depositado. Colocá-lo em ácido nítrico a 20% até a limpeza total.
Esse tratamento demora cerca de 30 minutos, após os quais torna-se a
lavar os selos em água corrente por bastante tempo para a retirada de
todos os produtos, secando-o, então no mata-borrão. As primeiras
tentativas deste tratamento antiferrugem deve ser feitos em selos
comuns, estragados ou indesejáveis, para só então, depois de dominado
o procedimento, arriscar-se em selos utilizados na coleção.
Separação dos Selos
Não se separam selos com tesouras ou outros objetos cortantes. Para
esta finalidade utiliza-se o picote. Os selos devem ser dobrados no
picotado, desenho contra desenho, e esta dobra marcada pelo lado da
goma com a unha. Bem dobrados, basta destacá-los, com calma sem os
forçar. Para que tenha valor como investimento, o selo precisa estar
perfeito, seja na cor, na forma, na cola, na picotagem, na espessura
original do papel, enfim, em toda a sua integridade. Esta é a razão
de se ter tanto cuidado no trato e no manuseio do selo, pois uma
dobra, um dente perdido, uma mancha, um espessamento do papel, são
causas de depreciação ou perda total da peça. Sobre uso e vantagens
de acessórios filatélicos, damos, aqui, alguns comportamentos que se
deve seguir para garantir a longevidade e o aproveitamento do selo.

Descolamento
Embora a maioria dos selos carimbados tenham menor valor e não sejam
do agrado geral, cumpre saber como proceder para efetuar a descolagem
de um selo preso ao envelope. Recortar o envelope deixando uma margem
de aproximadamente dois centímetros, e colocá-lo numa vasilha com
água limpa o tempo necessário para que o selo se solte sem ajuda
manual. Em seguida, retirar o selo e colocá-lo num mata-borrão ou
papel absorvente branco com a face voltada para baixo até ficar bem
seco, porque se colocados ainda úmidos no classificador ou nos
envelopes eles grudam-se uns nos outros. Quando se sabe de antemão
que a emissão não tem tinta firme, pode-se soltar o selo colocando-se
o envelope em contato com o vapor d'água ou sobre um mata-borrão
úmido. Outra precaução que se deve tomar é a de colocar na água da
descolagem um pouco de sal, porque este firma a tinta.

Avivamento das Cores
Com o passar do tempo os selos vão perdendo sua cor original e
escurecendo. Para que retornem a cor normal, usa-se mergulhá-los numa
solução de água fria, repetindo a operação de secagem como no
descolamento. É aconselhável efetuar este avivamento usando a cubeta
do filigranoscópio e pingando a água oxigenada aos poucos, visto que
excesso queimará o selo.





Dicas de como ampliar sua coleção ainda mais
Inscrições - Inscrição em clubes e associações, sobretudo aqueles que
contribuem para o desenvolvimento de seu tipo de coleção.
Revistas - A assinatura em revistas da especialidade é muito útil na
medida em que se poderão encontrar crônicas sobre as novidades saídas
nos diversos países e sobre peças filatélicas de interesse, sobretudo
nos domínios da marcofilia e dos inteiros postais.
Fóruns e Chats - permitem esclarecer suas dúvidas e trocar
informações com pessoas que colecionem o mesmo que você. Podendo
ainda fazer trocas de materiais, compras e vendas.
Correspondentes - Procurar correspondentes com os quais possa fazer
trocas de material é bastante proveitoso, permitirá encontrar
material que não se encontra no comércio e em melhores condições.
Comerciantes - O contato com os comerciantes para procura de material
que faz falta é muito útil. Fazer uma assinatura para receber as
novidades referentes ao tema, sem grande trabalho de procura, tem as
suas vantagens.
Leilões e Feiras Filatélicas - Nos Leilões e Feiras encontram-se, em
geral, grandes quantidades de material interessante, no domínio das
temáticas. Uma leitura atenta dos catálogos dos leilões, sobretudo
nos de Filatelia Tradicional, permitirá encontrar muitas peças
clássicas, circuladas e que se adaptam ao desenvolvimento do tema. A
visita às Feiras, percorrendo os feirantes é, também, bastante provei-
toso, pois há sempre qualquer coisa que possa servir para a coleção.
Documentação e estudo - Procure estudar o tema que sua coleção irá
tratar, ter uma ideia dos selos existentes e relacionados com o
assunto a tratar. Para isso nada melhor que um catálogo, que
permitirá uma economia de tempo e uma visão mais rápida do que se
pode encontrar.
Leia também: "Regulamento Especial para Avaliação de Participações de
Filatelia Temática em Exposições" e "Directrizes para a Avaliação de
Participações de Filatelia Temática" documentos da Federação
Internacional de Filatelia, traduzidos para português pela Federação
Portuguesa.
avatar
Psique10

Idade : 51
Localização : Ribeirão Claro - Paraná
Data de inscrição : 20/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por odilo em Sex Jul 04 2008, 20:40

Olá amigos e amigas,
O José Augusto tem levantado esta questão de cuidado que devemos ter com nossos acervos e coleções. Andei procurando na rede e encontrei o seguinte texto sobre conservação do papel e por tabela dos nossos selos, que pode ajudar a quem esteja estudando o assunto.
Vejam em: http://www.bibmanguinhos.cict.fiocruz.br/normasconservacao.pdf
Boa leitura,
Odilo

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por odilo em Seg Dez 25 2017, 06:44

Feliz Natal.
Revendo este tópico, achei por bem complementar com o artigo que esta na página 34 do presente boletim
http://www.afsc.org.br/boletins/boletim68/boletim68.pdf
com o título : Conservação Preventiva de álbuns e selos.
Abraços.

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Seg Dez 25 2017, 08:35

Amigos

Muito interessantes os artigos citados pelo Odilo e o que me chamou atenção e devo alertá-los sobre um pequeno detalhe no processo de remoção de ferrugem de selos.

Concordo co o uso do Permanganato de potássio, DESDE que seja bem diluído, ou seja um comprimidinho daqueles vendidos na farmácia dissolvidos em 500 mL de água fria.

O problema é usar ÁCIDO NÍTRICO, ainda que diluído. Ele é um ácido muito forte e tremendo oxidante que poderá (especialmente na concentração sugerida de 20%) desmanchar completamente o selo.

Sugiro que use, como acidificante, o suco de 1/2 limão.
Deixar em imersão nessa mistura por cerca de 5 minutos, lavando-se o selo com água limpa e e secando-o da maneira usual.
Caso ainda se perceba manchas ( usar luz ultravioleta no selo seco é uma boa opção para ver o " antes" e o "depois")
Repetir o tratamento pelo mesmo tempo até que se consiga o resultado mais próximo do desejado.
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Seg Dez 25 2017, 08:43

Sobre a remoção de gorduras, o melhor mesmo é lavar o(s) selo(s) em benzina retificada, utilizando pouco volume de cada vez e trocando o solvente .
Acredito que duas lavagens , com agitação do selo dentro do solvente removem por completo gorduras e afins.
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Seg Dez 25 2017, 08:50

Outro ponto importante é o que acontece quando descolamos selos , especialmente os antigos que além da própria goma também levavam uma tremenda carga de cola no momento da colagem - aquela cola amarelada, geralmente de base água e feita com goma arábica oferecida até hoje em muitas agencias de correio.

As vezes - determinadas partes do verso ficavam com mais goma que o normal e para fazer isso eu uso água morna LIMPA, a cerca de 60 º C ( microoondas, 1 minuto) e quando o selo descolado mostra essa mancha, eu apoio ele em uma placa de vidro e uso um pincel de cabeça redonda e pelos de marta (aqueles usados em pinturas e restaurações) , desliando delicadamente o pincel molhado , SEMPRE em um mesmo sentido , geralmente de dentro para fora do verso do selo, até que a goma saia toda.

Lavo a seguir com água morna NOVA e depois em água fria. A secagem é feita da forma usual.
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por odilo em Qui Dez 28 2017, 23:07

Boa noite Arthur,
Que bom termos um químico por aqui.
Eu tenho tido bons resultados usando o Bissulfito de sódio para neutralizar o permanganato de potássio.
As vezes eu noto que em certos selos o papel fica até mais branco. É como se a solução de Bissulfito de sódio agisse limpando o papel. Não sei se esta era a cor original do papel ou foi o efeito do Bissulfito de sódio que agiu como um branqueador.
É claro que em certos selos clássicos que tinham o papel colorido, isto pode prejudicar
retirando a tinta original do papel.
Mas nos selos modernos, de 1960 para cá, penso que não tem problema ou tem?

Abraço,
Odilo

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Sex Dez 29 2017, 16:10

Caro Odilo

Tem razão em.relação ao bisulfito de sódio.
Ele e redutor e realmente branqueia o.papel, podendo descolorir o selo em.maior ou menor proporção.
O perigo maior acredito ( ainda nao confirmei na literatura especializada) seja descolorir os corantes orgânicos usados nos selos. Os do período inicial usavam.provavelmente pigmentos minerais menos suscetíveis a reações.
O que sugiro e experimentar em selos de baixo valor e que se tenha quantidades apreciaveis
os nos selos
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Sex Dez 29 2017, 16:12

Uma sugestão e usar tanto o.permanganato de potássio quanto o bisulfito de sódio em soluções bem diluidas , lavando bem o selo entre uma operação e outraa
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por lmelo em Sex Dez 29 2017, 20:12

Excelente texto e ótimo debate. Obrigado por compartilhar.
avatar
lmelo

Idade : 46
Localização : Brasília
Data de inscrição : 06/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por odilo em Sex Dez 29 2017, 22:07

Olá amigos e amigas,
Obrigado Arthur pela confirmação e sugestões.
Este assunto é sempre motivo para novidades, pois cada vez que fazemos este processo, se descobre alguma coisa.
Por exemplo: os produtos químicos tem um período de validade. Após este período, o poder de ação ou velocidade da reação química, vai diminuindo. Assim que se usarmos produtos já vencidos, podemos compensar com uma concentração mais alta. Na loja onde costumo comprar, as vezes eles me oferecem de graça o produto vencido.
Eu sempre separo os selos rasgados ou com defeitos que não são dignos de entrar na coleção. Com eles eu faço então as experiências. Com isto também ganho um pouco mais de habilidade.
Até mais.

_________________
Coleciono países: Brasil, Alemanha (tudo), Suíça, Argentina, Portugal e USA. Série: Machins . Continuo juntando material para uma coleção sobre meios de transportes. Recente: Um país um selo. Futuro: Recortes de história postal. Reino dos Sérvios, Croatas e Slavos (1918-1929).
avatar
odilo

Idade : 75
Localização : Florianópolis
Data de inscrição : 20/02/2008

https://sites.google.com/site/procurandoselo/home

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Arthur Nascimento em Sab Dez 30 2017, 07:58

Uma outra observação sobre oxidantes e redutores:

O permanganato de potássio , tem no seu elemento principal ( manganês) em um estado de oxidação mais alto ( +7) e no ato da reação ele vai a (+2), podendo parar no estado ( +4) dependendo do pH da solução, ou seja da acidez ou alcalinidade do meio e infelizmente no estado (+4) forma-se o dióxido de manganês ( MnO2) que é um pó castanho escuro que tem o péssimo hábito de grudar em tudo ( até no vidro!) então imagine se por algum motivo se formar em nossos adorados selos!

Eu estou estudando o uso do Persulfato de potássio que é oxidante poderoso, igualmente dependente de pH e cujo excesso pode e será removido pelo bissulfito de sódio, com a diferença que suas soluções são incolores e produtos de reação idem.

Sugiro aos amigos não o utilizarem ainda até que eu tenha concluído o estudo e estabelecido as concentrações realmente seguras de forma a não danificar os selos.

Feliz 2018 a todos!
avatar
Arthur Nascimento

Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 24/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SAIBA COMO CUIDAR MELHOR DE SEUS SELOS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum