INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: BATALHA DE BEDA FOMM - 1941!!!

Ir em baixo

INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: BATALHA DE BEDA FOMM - 1941!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Sab Fev 09 2019, 08:53

Compartilho com os colegas, "Batalha de Beda Fomm - 1941".


                                                 BATALHA DE BEDA FOMM.
                                              5 a 7 DE FEVEREIRO DE 1941.

Beda Fomm, uma pequena cidade a cerca de 190 km ao sul de Benghazi, tinha pouco valor logístico, mas acabou se tornando muito importante do ponto de vista estratégico para o exército britânico. No final de janeiro de 1941, os britânicos percebendo que os italianos estavam abandonando a região da Cirenaica, forçando uma possível retirada ao longo da costa, o comando britânico ordenou que a mesma fosse bloqueada, evitando desta forma sua fuga pelo mar. O general Sir Richard O’Connor, comandante da 7ª Divisão Blindada, foi enviado para interceptar o Exército Italiano em retirada. Esta ação foi definida por uma força especial chamada "Forças Combinadas" da comunidade britânica. A 6ª Divisão australiana havia capturado a cidade costeira de Benghazi no dia 6 de fevereiro e depois perseguiu implacavelmente o Exército italiano que se retirava para o oeste, ao longo da estrada costeira. Enquanto isso, os principais elementos da 7ª Divisão Blindada haviam se movido rapidamente pelo deserto para interceptar os italianos. Ao longe no deserto, uma nuvem de poeira indicava que o inimigo estava a caminho. A 7ª Divisão Blindada britânica havia chegado à estrada apenas trinta minutos antes da primeira aparição dos italianos, no final do dia 5 de fevereiro. A artilharia britânica manteve esta força sob pesado ataque até a chegada dos tanques britânicos no final do dia 6, quando houve mais combates pesados entre as forças. Era uma situação apertada para as forças britânicas que estavam nos limites extremos de suas linhas de suprimentos muito ampliadas. Mais uma vez, porém, os italianos escolheram acreditar em sua própria propaganda que lhes dizia que eles estavam enfrentando uma força massivamente superior. As forças britânicas comandadas pelo general O’Connor cercaram e aniquilaram as últimas unidades blindadas italianas do marechal Graziani. Chegava ao final, assim, a extraordinária campanha que, três meses antes, os ingleses haviam iniciado na fronteira do Egito. A vitória de O’Connor é total e nada o impede de ocupar Trípoli e expulsar definitivamente os italianos da África do Norte. Foi uma ação relativamente rápida com poucas baixas sofridas pelos britânicos. Na Batalha de Beda Fomm, os britânicos aprisionaram cerca de 25 mil prisioneiros, mais de 100 tanques (muitos ainda operacionais), 216 canhões e 1.500 veículos com rodas. Durante a Operação Compass/Compasso, na qual esta inserida a batalha de Beda Fomm, os britânicos avançaram 800 quilômetros, destruíram ou capturaram cerca de 400 tanques, 845–1.290 peças de artilharia, capturaram 133.298 prisioneiros de guerra da Líbia e da Itália, além de uma vasta quantidade de material de guerra. Os prisioneiros incluíam 22 generais e o estado-maior italiano. As forças britânicas e da Commonwealth/Comunidade britânica sofreram 500 mortos, 1.373 feridos e 55 desaparecidos, uma parte dos quais foram incorridos na batalha de Beda Fomm. Contudo, seus planos foram frustrados, pois em 12 de fevereiro, Churchill enviou um telegrama urgente ao general Wavell, Comandante-em-Chefe dos Exércitos Britânicos no Oriente Médio, ordenando a suspensão do avanço sobre Trípoli. O primeiro-ministro resolvera transferir para a Grécia o grosso das tropas que combatiam na Líbia para enfrentar a iminência de uma invasão alemã. Esta decisão acarretará no futuro duras consequências para os britânicos. O desastre sofrido pelos italianos tem imediata repercussão em Berlim. Hitler resolve então enviar, sem demora, um corpo expedicionário à África, integrado por uma Divisão Mecanizada e uma Divisão Panzer, para conter o avanço britânico. Em 6 de fevereiro, Hitler manda chamar o general Erwin Rommel de destacada atuação na campanha da França, à frente de uma Divisão Panzer, e confia-lhe o comando das forças na África. As primeiras tropas do Deutsches Afrikakorps (DAK), desembarcaram na Tripolitania em 11 de fevereiro de 1941. Estava começando uma das mais duras campanhas da Segunda Guerra Mundial e que seriam travadas entre dois generais de escolas totalmente diferentes. De um lado, o general britânico Bernard Montgomery e do outro, o marechal de campo alemão Erwin Rommel, a Raposa do Deserto.


FDC BATALHA DE BEDA FOMM - 1941.


HITLER E MUSSOLINI, DOIS POVOS, UMA GUERRA.


MAPA BATALHA DE BEDA FOMM.


TANQUE PESADO MATILDA.


TANQUES ITALIANOS M13/40.


VEÍCULOS ITALIANOS DESTRUÍDOS.


TANQUES ITALIANOS M13/40 CAPTURADOS.


VEÍCULO BRITÂNICO REBOCANDO TANQUETE ITALIANO L-3.


ARTILHARIA ITALIANA CAPTURADA.


TANQUES ITALIANOS M13/40 E MATERIAIS CAPTURADOS.


TANQUES ITALIANOS CAPTURADOS E USADOS PELOS AUSTRALIANOS.


PRISIONEIROS ITALIANOS A CAMINHO DO CATIVEIRO.


LIVRO: "BEDA FOMM".
Antonio C. Pulsy
Antonio C. Pulsy

Idade : 63
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum