ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: OPERAÇÃO SONATA AO LUAR, BOMBARDEIO AÉREO DE COVENTRY - 1940!!!

Ir em baixo

ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: OPERAÇÃO SONATA AO LUAR, BOMBARDEIO AÉREO DE COVENTRY - 1940!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Sab Dez 01 2018, 08:03

Compartilho com os colegas, "Operação Sonata ao Luar, Bombardeio Aéreo de Coventry - 1940".


                                                 "OPERAÇÃO SONATA AO LUAR",
                                             BOMBARDEIO AÉREO DE  COVENTRY.

Em 14 e 15 de novembro de 1940, aconteceu o impiedoso bombardeio na histórica cidade medieval inglesa de Coventry. A Unternehmen Mondscheinsonate (em português: "Operação Sonata ao Luar") foi lançada, quando a lua cheia brilhou implacavelmente. Naquela noite, 500 bombardeiros alemães reduziram a cidade a escombros em um dos ataques mais devastadores da Segunda Guerra Mundial. O ataque meticulosamente planejado e executado, também destruiu o que até então era uma cidade medieval que rivalizava com as belezas e a riqueza histórica de York e Bath. A antiga cidade de Coventry foi destruída. Mais de 500 bombardeiros alemães concentraram-se no maior ataque da guerra até hoje em Coventry, uma cidade no centro industrial do motor de produção de guerra da Grã-Bretanha. O centro de Coventry, que foi bombardeado no primeiro bombardeio deliberado em massa de uma cidade pela Luftwaffe na “Operação Sonata ao Luar”, ainda era uma cidade medieval em seu plano de ruas e muitos de seus edifícios. O centro da cidade em madeira virou uma fogueira gigantesca. Durante o período vitoriano, os negócios de tecelagem e relojoaria de Coventry entraram em colapso e James Starley e associados introduziram a primeira máquina de costura, depois a produção de bicicletas na cidade. Na eclosão da Segunda Guerra Mundial, as empresas de Coventry, como a Daimler, a Dunlop, a GEC, Humber e Armstrong Whitworth produziram toda uma gama de produtos manufaturados de bombardeiros a carros. Grande parte desse trabalho foi rapidamente transferida para fábricas “sombra” construídas nos arredores da cidade para reduzir a ameaça de ataque aéreo e para afastar a ameaça de bombardeio de áreas residenciais. As primeiras bombas registradas a serem lançadas na área foram em 25 de junho de 1940, quando cinco bombas caíram no Aeródromo Ansty. Isto foi logo seguido por uma série de bombas na área de Hillfields da cidade, que resultou em 16 mortes. Na noite de 25 de agosto de 1940, um ataque rápido e agudo deixou mais mortos e o novo cinema de prestígio da cidade, o Rex, em ruínas. Ironicamente, no dia seguinte, o cinema deveria rodar "E o Vento Levou". O mês de outubro de 1940 teve muitos ataques pequenos, mas intensos, deixando 176 mortos. Entre eles estavam o diretor, enfermeiro e seis idosos internos do Hospital Ford, do século XVI, em Greyfriars Lane. Em 8 de novembro, a RAF bombardeou Munique em represália. Essa cidade foi o berço do Partido Nazista e Hitler buscou vingança. A "Operação Sonata ao Luar" foi instigada e mais de 500 bombardeiros foram reunidos por toda a europa ocupada e seu alvo Coventry. Enquanto o sol se punha e a noite se fechava, os bombardeiros da Kampfgeschwader 100 deixavam seu campo de pouso na França. A leva de bombardeiros alemães da 3ª Frota Aérea foi guiada por 13 aviões Henkel 111 como marcadores de alvos. Estes eram o esquadrão "guia" que transportavam "equipamentos" rudimentares que seguiam feixes de rádio, conhecidos como sistema X-Gerat, até o alvo. Cada aeronave seguiu um feixe contínuo. Quando chegaram mais perto do alvo, um segundo feixe atravessou o primeiro, assim, estavam sobre o alvo e isso iniciou a sequência do bombardeio. Às 7 da noite, as sirenes de ataque aéreo começaram a "uivar" e às 7h:20 da noite, entraram em ação as baterias antiaéreas para abater os invasores, na brilhante noite enluarada. Primeiro caíram foguetes de paraquedas que pairavam sobre a cidade como grandes candelabros brancos com velas acesas. Estes foram seguidos pelas bombas incendiárias, não pelas normais, mas pelas bombas de fósforo, explodindo as incendiárias. Estas foram lançadas para iniciar incêndios e para marcar o alvo, facilitando as levas de bombardeiros que se seguiram. Às 19h30, a segunda onda de aviões chegou e as primeiras 500 toneladas de explosivos começaram a cair no centro da cidade. Bombas incendiárias explodindo e não explodindo, continuaram a cair em meio às bombas, enquanto um fluxo contínuo de bombardeiros passava pela cidade largando sua carga mortal. Alguns foram destinados a alvos industriais em toda a cidade, mas muitos outros se concentraram em bombardear o centro da cidade para criar uma tempestade de fogo. Por volta das 2 da manhã não houve nenhuma trégua no contínuo bombardeio. Os bombardeiros continuaram a chegar e a essa altura com pouca resistência vinda do solo, já que praticamente todas as estações de defesa aérea estavam sem munição ou destruídas. As fábricas da cidade foram destruídas e queimadas, as ruas suburbanas estavam cheias de escombros, à medida que as casas eram destruídas. O centro histórico da cidade ardia em chamas. Em meio a onda de explosões, 200 incêndios convergiram em um só. Chamas vermelhas subiram 30 metros para o céu, que agora estavam embaçadas para formar um manto negro de fumaça sobre a cidade. O abastecimento de água foi interrompido, quando bombas atingiram os canos, frustrando os bombeiros. A tempestade que varreu o centro da cidade era tão feroz que podia ser vista claramente no solo, a mais de 32 km de distância, em Leicester. Houve relatos de que os bombardeiros alemães poderiam ver o brilho do fogo, enquanto atravessavam o canal da Mancha, a mais de 160 quilômetros de distância. O bombardeio continuou madrugada adentro, e depois das 5 da manhã, os bombardeios começaram a diminuir. Finalmente, às 6h15 da madrugada, o ruído dos aviões pararam e lentamente as pessoas chocadas, atordoadas, assustadas e cansadas surgiram nas ruas, ou o que outrora fora ruas. A cidade estava envolta em um manto de fumaça e chuviscava, enquanto as pessoas vagavam atordoadas, absorvendo a destruição ao redor delas. Havia 4.330 casas destruídas e três quartos das fábricas da cidade danificadas. Entre os destroços havia restos humanos, alguns dos quais nunca foram identificados; 554 homens, mulheres e crianças estavam mortos e 865 feridos. Foi talvez um milagre que os números não fossem maiores, considerando que a cidade havia sido atingida por 30 mil bombas incendiárias, 500 toneladas de bombas explosivas, 50 bombas minas e 20 bombas minas de petróleo e ondas de bombardeiros vindos sem parar por onze longas horas. O mundo nunca antes havia presenciado esse tipo de destruição aérea antes. O ataque de 14/15 de novembro combinou várias inovações que deveriam influenciar todos os futuros bombardeios estratégicos durante a guerra. Estes foram:

• O uso de aeronaves "guias" com ajuda eletrônica para navegar, marcar os alvos antes do ataque principal dos bombardeiros.

• O uso de bombas altamente explosivas e minas de ar (bombas Blockbuster,  bomba com poder explosivo suficiente para destruir uma rua inteira ou um grande prédio), juntamente com milhares de bombas incendiárias, destinadas a incendiar a cidade em uma tempestade de fogo.

O número real de mortos na Blitz Coventry nunca foi oficialmente confirmado. Tem sido relatado que muitos corpos podem nunca ter sido encontrados, ou foram queimados, explodidos ou esmagados não permitindo seu reconhecimento. A destruição de fábricas de munições pode ter causado vítimas entre trabalhadores de guerra de outras partes do país que não tinham parentes para relatar como desaparecidos. Pelo menos 568 pessoas morreram na Blitz Coventry e, algumas fontes estimaram que o número de mortos era tão alto quanto 1.000. Em uma noite, mais de 4 mil casas em Coventry foram destruídas, juntamente com cerca de três quartos das fábricas da cidade. Havia apenas um prédio não danificado no centro da cidade. Dois hospitais, duas igrejas e uma delegacia de polícia também estavam entre os edifícios danificados. A bravura que o povo de Coventry demonstrou em face da Blitz foi continuada, já que a cidade se dedicava a promover a paz e a reconciliação, até mesmo se unindo a Dresden na Alemanha. A Catedral de Coventry é um dos centros religiosos mais antigos do mundo para a reconciliação. Após a destruição da Catedral em 1940, o reitor Dick Howard assumiu o compromisso de não vingar, mas de perdoar e reconciliar com os responsáveis. Usando uma transmissão de rádio nacional das ruínas da catedral no dia de Natal de 1940, ele declarou que quando a guerra acabasse, "ele trabalharia com aqueles que foram inimigos para construir um mundo mais gentil e mais semelhante a Cristo".


FDC 50º ANIVERSÁRIO BOMBARDEIO CIDADE COVENTRY - 14/11/1990.


NOVA CATEDRAL DE COVENTRY.


Pouco depois da destruição, o pedreiro da catedral, Jock
Forbes, notou que duas das madeiras queimadas do
telhado haviam caído na forma de uma cruz. Ele as
colocou nas ruínas, onde foram posteriormente
colocadas em um altar de escombros com as palavras
"Pai Perdoar" (em ingles: Father Forgive),
inscritas na parede do Santuário.


A Cruz das Unhas tornou-se o símbolo do Ministério da Reconciliação de Coventry, que foi
criada para fornecer apoio espiritual e prático em áreas de conflito em todo o mundo.
Coventry tornou-se reconhecida mundialmente como uma Cidade de Paz e Reconciliação,
acolhendo pessoas de todas as culturas de todo o mundo.


A CAMINHO DO ALVO: COVENTRY.


BOMBAS COMEÇAM A CAIR SOBRE COVENTRY.


BOMBARDEIROS ALEMÃES ARRASAM COVENTRY.


COVENTRY DEVASTADA PELOS BOMBARDEIOS.


CATEDRAL DE COVENTRY EM RUÍNAS.


CATEDRAL DE COVENTRY.


CHURCHILL VISITA COVENTRY E SUA CATEDRAL DESTRUÍDA.


CELEBRAÇÃO DE MISSA NAS RUÍNAS DA CATEDRAL.


FUNERAL COLETIVO EM COVENTRY.


RUÍNAS DA ANTIGA CATEDRAL DE COVENTRY.


A ANTIGA E A ATUAL CATEDRAL DE COVENTRY.


MEMORIAL DA GUERRA EM COVENTRY.


LIVRO: "ATAQUE A COVENTRY".
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum