INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: SUBMARINO URGE E AFUNDAMENTO CRUZADOR LEVE ITALIANO RM GIOVANNI DALLE BANDE NERE - 1942!!!

Ir em baixo

INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: SUBMARINO URGE E AFUNDAMENTO CRUZADOR LEVE ITALIANO RM GIOVANNI DALLE BANDE NERE - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Nov 26 2018, 09:00

Compartilho com os colegas, "Cruzador leve italiano RM Giovanni Dalle Bande Nere - 1942".


                                                 CRUZADOR LEVE ITALIANO
                                             RM GIOVANNI DALLE BANDE NERE.

Giovanni dalle Bande Nere era um cruzador leve italiano da classe Giussano, que serviu na Regia Marina durante a Segunda Guerra Mundial. Ele foi batizado com este nome em homenagem a João de Médici, mais conhecido como "Giovanni dalle Bande Nere" (João das Bandas Negras), um nobre da família Medici. Sua quilha foi estabelecida em 1928 no estaleiro Cantieri Navali de Castellammare di Stabia, em Castellammare di Stabia. Ele foi lançado em 27 de abril de 1930, e sua construção foi concluída em 1931. Ao contrário dos outros navios similares construídos, o acabamento e a mão de obra na embarcação não foram das melhores. Ele foi afundado em 1 de abril de 1942 pelo submarino britânico HMS Urge. A classe Giussano sacrificou a alta velocidade e armamentos, como um contraponto aos novos grandes destróieres franceses. O cruzador leve RM Bande Nere atuou apenas no Mediterrâneo, inicialmente como medida de precaução durante a Guerra Civil Espanhola e, depois, no Comando de Treinamento do Ministério da Marinha. No início da guerra da Itália, em junho de 1940, ele estava na 2ª Divisão de Cruzadores, juntamente com o RM Luigi Cadorna. Ele minou o Canal da Sicília em 10 de junho e em julho fez escolta de comboios de tropas para o norte da África. Os cruzadores RM Bande Nere e RM Bartolomeo Colleoni, na rota de Trípoli para Leros, participaram da Batalha de Cape Spada em 17 de julho de 1940. Na luta entre os dois cruzadores ligeiros italianos e o cruzador australiano HMAS Sydney com cinco destróieres britânicos de escolta, os Aliados afundaram o RM Bartolomeo Colleoni e danificaram o RM Bande Nere. O RM Bartolomeo Colleoni ficou incapacitado, após receber um disparo que penetrou sua blindagem e explodiu na sala de máquinas, ficando imobilizado, isso o deixou como um alvo fácil para os torpedos dos destróieres britânicos HMS Ilex e HMS Hyperion. Ele afundou levando consigo 121 marinheiros. O RM Bande Nere acertou um disparo no HMAS Sydney sem maiores danos e após retornou para Trípoli. De dezembro de 1940 a 1941, ele foi designado para a 4ª Divisão de Cruzadores e fez escolta de proteção de vários comboios importantes de tropas e, também, tentou isolar Malta. Em junho de 1941, o RM Bande Nere e o RM Alberto Giussano estabeleceram um campo minado defensivo em Trípoli que, em dezembro, destruiu a agressiva e bem-sucedida força K britânica, tendo nesta ação um cruzador e um contratorpedeiro afundados e mais dois cruzadores danificados. Em 1942, o RM Bande Nere continuou a apoiar os comboios italianos, evitando assim a ação dos britânicos. Na operação K7 italiana, transportou suprimentos de Messina e Corfu para Trípoli com apoio naval pesado e, também, houve uma tentativa de bloquear o comboio britânico MW10, que originou à Segunda Batalha de Sirte em 22 de março de 1942. O RM Bande Nere fazia parte da flotilha com o encouraçado RM Littorio. O cruzador italiano acertou um disparo no cruzador pesado britânico HMS Cleopatra durante esta batalha, danificando suas torres. Outros relatórios afirmam que o HMS Cleópatra perdeu suas instalações de rádio e seu radar ficou avariado. Em 23 de março, o RM Bande Nere foi danificado numa tempestade e, precisando de reparos, foi enviado para La Spezia em 1 de abril de 1942. Na manhã de 1 de abril de 1942, o cruzador leve RM Bande Nere deixou Messina para La Spezia, escoltado pelo destróier RM Aviere e pelo barco de patrulha RM Libra. Onze milhas de Stromboli, às 09hs:00, o grupo foi interceptado pelo submarino britânico HMS Urge que lançou um torpedo que ao explodir partiu o RM Bande Nere em dois, vindo a afundar rapidamente, ocasionando a perda de 381 dos 772 homens a bordo. Durante sua atuação na guerra, o RM Bande Nere participou de 15 missões: quatro interceptações, oito escoltas de comboio e três instalações de minas, totalizando 35 mil milhas percorridas.


ENVELOPE 45 ANOS AFUNDAMENTO CRUZADOR LEVE RM BANDE NERE - 01/04/1987.


SUBMARINO HMS URGE.


CRUZADOR LEVE RM BANDE NERE.


CRUZADOR LEVE RM BARTOLOMEO COLLEONI EM VENEZA.


CRUZADOR LEVE RM BARTOLOMEO COLLEONI ARDE EM CHAMAS.


CRUZADOR LEVE RM BARTOLOMEO COLLEONI DESTRUÍDO, APÓS ATAQUE DE TORPEDOS.


CRUZADOR LEVE RM ALBERTO GIUSSANO.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum