INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: 76 ANOS DEPOIS, UM MISTÉRIO RESOLVIDO - 1942!!!

Ir em baixo

INGLATERRA - 2ª GUERRA MUNDIAL: 76 ANOS DEPOIS, UM MISTÉRIO RESOLVIDO - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Dom Nov 25 2018, 08:28

Compartilho com os colegas, " 76 Anos depois, Um Mistério Resolvido - 1942".


                                                           76 ANOS DEPOIS,
                                                     UM MISTÉRIO RESOLVIDO.

Por mais de 76 anos, o paradeiro de um submarino britânico que desapareceu no Mediterrâneo durante a Segunda Guerra Mundial permaneceu um mistério. Mas agora um mergulhador de 76 anos descobriu seu naufrágio a 160 pés abaixo das ondas na costa da Líbia. Os pesquisadores agora acreditam que o submarino da Marinha Britânica afundou junto com seus 29 tripulantes e 10 passageiros, depois de ser bombardeado por um avião italiano. O HMS Urge foi pago pela cidade de Bridgend, no sul do País de Gales, depois que os moradores arrecadaram dinheiro organizando danças e jogos de whist (é um jogo de cartas de duas duplas, com parceiros frente a frente. Este jogo é considerado o ancestral do bridge). Ele desapareceu enquanto navegava de Malta para a cidade egípcia de Alexandria em 1942 e as famílias daqueles a bordo nunca souberam o que aconteceu com seus entes queridos. Mas o mergulhador belga e arqueólogo de mergulho Jean Pierre Misson descobriu o naufrágio usando sonar, enquanto mergulhava na Líbia em Marsa el Hilal, perto de Tobruk em 2012. No entanto, como a situação de segurança no país se deteriorou após a queda de Muammar Gaddafi, ele teve que desistir de seus planos de mergulhar no local. Ele analisou as imagens do sonar e finalmente identificou o naufrágio como sendo o HMS Urge, a partir da forma distinta dos submarinos da classe "U" britânica e corroborando os relatórios navais alemães da época. Senhor Misson, que agora está ajudando a localizar a família dos que morreram, disse: "Eu realmente não sei como os parentes do capitão e da tripulação do HMS Urge farão isso - eles podem ter ficado contentes em saber que seus entes queridos estavam em algum lugar no enorme oceano, em vez de estar perto demais dos fanáticos na Líbia. Lembre-se, não há chance de que o naufrágio seja alvo de qualquer profanação, pois é muito profundo e difícil de encontrar." Devido ao colapso da lei e da ordem na Líbia devastada pela guerra, era improvável que qualquer outra pessoa seria capaz de se aventurar nos destroços nos próximos meses. Sr. Misson disse: "Eu lamento, mas não parece que qualquer um pode chegar a este lugar na Líbia a qualquer momento. Marsa el Hilal está totalmente fora dos limites e, aos 76 anos, minha única esperança é chegar ao HMS Urge em outra vida. Ele acrescentou: "Minha esperança é que um dia a Europa ou a Otan organize uma visita ao submarino na baía, para lembrar e honrar todos aqueles homens, pois seu sacrifício trouxe a paz de longa data sob a bandeira européia". O HMS Urge custou 300 mil libras em 1941 - mais de 12 milhões de libras hoje - e foi construído graças aos esforços da população de Bridgend, durante uma Semana Nacional de Navios de Guerra, em que cidades e municípios do país arrecadaram dinheiro para financiar a construção de navios e armas. Eles levantaram o dinheiro através de uma série de "grandes danças", jogos de whist, exposições de arte e um jogo de futebol. O povo de Bridgend adotou o submarino e seus 29 tripulantes, depois que ele foi concluído e regularmente enviou-lhes pacotes de comida e outros mimos - até que eles desapareceram sem deixar rastro em 29 de abril de 1942. O submarino vinha atacando e afundando o transporte italiano de sua base em Malta ao longo de 1941 e 1942, numa tentativa de impedi-los de reabastecer seus aliados alemães no norte da África - o marechal de campo Rommel e seu AfrikaKorps. Em 27 de abril de 1942, o capitão Edward Tomkinson, seus 29 tripulantes e 10 passageiros deixaram Malta para sua nova base no Egito. Eles não chegaram a Alexandria em 6 de maio de 1942. Fontes oficiais atribuíram sua perda a uma mina fora de Malta, mas outra teoria baseada em relatórios navais alemães, afirma que em 29 de abril, o HMS Urge atacou o navio italiano San Giusto, na costa da Líbia. Na área havia um comboio de três barcaças alemãs, escoltadas por um biplano Fiat CR 42 italiano. Quando o HMS Urge atacou, o biplano mergulhou, lançando suas bombas e afundou-o com a perda de todas as pessoas a bordo. Após a descoberta do naufrágio na mesma área em que o naufrágio fora relatado pela marinha alemã, acredita-se agora ser a causa mais provável do afundamento do HMS Urge. O Sr. Misson disse que apresentou uma declaração de identificação à Commonwealth War Graves Commission e Submariners Associations UK (Sepulturas de Guerra da Comunidade britânica Comissão e Associações de Submarinos do Reino Unido). Ele acrescentou: "Espero ter cumprido todas as minhas obrigações com as famílias da tripulação".


SUBMARINO HMS URGE.


IMAGENS SUBMARINO HMS URGE NO FUNDO MAR DA LÍBIA.


EMBLEMA HMS URGE EM BRIDGEND.


MAPA COM A ROTA DO HMS URGE.


CAPITÃO EDWARD TOMKINSON.


JORNALISTA BERNARD GRAY.


SUBMARINO HMS URGE.


BIPLANO FIAT CR42.


IMAGEM DE SONAR DO HMS URGE A 50 M DE PROFUNDIDADE.


IMAGEM SONAR HMS URGE E SUAS SEMELHANÇAS.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum