ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: OPERAÇÃO STEINBOCK/CAPRICÓRNIO - 1944!!!

Ir em baixo

ALEMANHA - 2ª GUERRA MUNDIAL: OPERAÇÃO STEINBOCK/CAPRICÓRNIO - 1944!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Qua Nov 07 2018, 08:15

Compartilho com os colegas, "Operação Steinbock/Capricórnio - 1944".


                                                       OPERAÇÃO STEINBOCK.

A Operação Steinbock/Capricórnio (em alemão: "Unternehmen Steinbock"), também conhecida por "Baby Blitz"/Bebê Relâmpago, foi uma operação militar de bombardeamento estratégico realizado pela Luftwaffe. O alvo desta campanha militar foi o sul de Inglaterra, e durou de 21 de janeiro a 29 de maio de 1944. A Operação Steinbock foi à última ofensiva estratégica realizada pelos bombardeiros alemães durante a guerra. No final de 1943, a ofensiva combinada de bombardeamento aliado estava ganhando ímpeto contra a Alemanha. As forças aéreas dos Aliados estavam realizando campanhas de bombardeamento estratégico de dia e de noite, contra os centros industriais germânicos. Em retaliação, Adolf Hitler deu indicações à Luftwaffe para preparar uma operação de bombardeamento contra o Reino Unido. Esta ofensiva serviria também para efeitos de propaganda junto ao público alemão. A operação decorreu paralelamente à campanha aérea aliada contra Berlim, que ocorreu entre novembro de 1943 e março de 1944. A Luftflotte 3 reuniu uma força de 547 bombardeiros para a ofensiva. Os ataques foram direcionados essencialmente à área da Grande Londres. Na Inglaterra, esta operação ficou conhecida por "Baby Blitz", devido à escala muito menor, quando comparada com a campanha aérea alemã anos antes. A operação começou em janeiro e terminou em maio de 1944. Apesar de ter durado alguns meses, a operação foi um completo fracasso do ponto de vista militar, e a força aérea alemã sofreu com a perda de 329 aeronaves e grande parte das tripulações, uma média de 77 aviões por mês. Estes resultados fizeram com que a operação fosse abandonada em maio. Vários militares de alta patente da Luftwaffe tinham a intenção de usar esta força de bombardeiros contra a frota de invasão dos aliados, que previam que iria desembarcar no norte da França entre a primavera e o verão de 1944. Eventualmente, no meio desta ofensiva alemã, alguns esforços foram realizados para danificar e atrasar os preparativos para a iminente invasão aliada da França, a "Operação Overlord" ou “Dia D”, contudo, os custos da operação Steinbock foram altos demais para que a Luftwaffe conseguisse realizar um contra-ataque eficaz, quando a invasão começou no dia 6 de junho de 1944. Esta ofensiva alemã foi o último bombardeamento estratégico de grande escala empregado contra a Inglaterra, usando aeronaves convencionais. Meses mais tarde, iniciaram-se novos bombardeamentos através de meios não convencionais, realizados com as bombas-voadoras V-1 e com os mísseis V-2.


FDC BOMBA VOADORA V-1.


FDC MÍSSIL V-2.


BOMBARDEIRO JUNKERS JU 188.


HEINKEL HE 177A COM MUITAS FALHAS TÉCNICAS FOI CONSIDERADO IMATURO PARA A MISSÃO.


DORNIER DO 217, O MAIS CONFIÁVEL.


HEINKEL HE 111, VELHO MAS SEGURO.


FOCKE-WULF FW 190, REALIZOU ATAQUES DIURNOS COMO CAÇA-BOMBARDEIRO.


UMA RUA DE LONDRES, APÓS ATAQUE AÉREO.


RESTOS DE UM JU 188 ABATIDO.


DESTROÇOS JU 188 APÓS ATAQUE A LONDRES.


EQUIPE ALEMÃ PREPARANDO LANÇAMENTO DE UMA V-1.


EM 13 DE JUNHO DE 1944, A PRIMEIRA V-1 ATINGIU LONDRES.
A PLACA AZUL INDICA O LOCAL.


LANÇAMENTO MÍSSIL V-2 RUMO A LONDRES.


LIVRO: "OPERATION STEINBOCK/OPERAÇÃO CAPRICÓRNIO".
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum