JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Ir em baixo

JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Maio 07 2018, 20:27

Compartilho com os colegas, "O Único Bombardeio ao Território dos Estados Unidos - 1942!"  


                                                      O ÚNICO BOMBARDEIO
                                                       AO TERRITÓRIO DOS
                                                         ESTADOS UNIDOS.

Nobuo Fujita, piloto da Marinha Imperial japonesa, teve a "honra" de ser o único japonês - ou melhor, o único homem de qualquer nacionalidade - a sobrevoar e bombardear, diretamente, o território dos Estados Unidos.
Em resposta ao bombardeio americano em Tóquio em abril de 1942 pelos bombardeiros B-25 do Tenente-Coronel Doolittle, o piloto da Marinha Imperial japonesa Nobuo Fujita, elaborou um plano em represália à tal provocação inimiga. Esse plano era um pouco arriscado e um tanto fora do comum. O plano era bombardear o canal do Panamá! Em julho de 1942 foi convocada uma reunião no Quartel General da Marinha Japonesa, reunião essa presidida pelo Príncipe Takamatsu. Após a explanação do plano, o mesmo tinha sido aceito em partes, iriam sim bombardear, mas não o canal do Panamá e sim, o coração norte americano. A missão seria atacar diretamente os Estados Unidos com um submarino porta-avião. Foi numa manhã nublada em 09 de setembro de 1942 que o submarino I-25 Classe B1, emergiu a 80 km da costa norte-americana no Pacifico com o objetivo final de "amarrar" recursos militares dos EUA em defesa do continente, ficando assim, longe do teatro de batalhas no Pacífico. A tripulação teria de preparar a montagem do avião, armamento e a decolagem sobre o trilho na proa do convés do submarino para o lançamento do hidroavião Yokosuka E14Y, que estava com suas asas dobradas em um hangar no submarino porta-avião. Essa operação levou uma hora. Fujita decolou com seis bombas incendiarias de 76 kg e uma metralhadora calibre 7,7 mm para sua defesa, acompanhando Fujita, esta o observador Shoji Okuda. O avião tinha autonomia de 5 horas de vôo e voava a uma velocidade de 135 km/h. A missão: jogar bombas incendiárias na floresta, provocando um imenso incêndio florestal. Naquela manhã, Fujita sobrevoou a cidade de Brookings e o parque nacional do monte Emily no Oregon, sem ser percebido, pois estava nublado e ele esteve na maior parte do tempo sobre as nuvens, e foi dali que despejou sua carga de 456 kg de bombas incendiarias sobre a floresta. Como havia chovido muito, as chamas não se propagaram como o esperado e as poucas que podia se ver, foram extintas pela intensa umidade. Fujita voltou para o submarino sem maiores problemas. No dia 29, à noite, foi repetido novo bombardeio, mas sem sucesso, também. Após duas tentativas falhas, o I-25 partiu para outras missões. Em 4 de outubro de 1942, torpedeou e afundou o petroleiro americano Camden de 6.653 toneladas. Dois dias depois, no dia 6 de outubro, o I-25 afundou o petroleiro americano Larry Doheny de 7.038 toneladas, ao sul de Cape Sebastian. Após, o I-25 partiu da costa de Oregon chegando em Yokosuka, Japão, em 24 de outubro de 1942 para uma revisão geral. Esses dois ataques ao Oregon, em 9 e 29 de setembro de 1942, foram os únicos bombardeios aéreos de guerra nos Estados Unidos. Fujita continuou sua atividade como piloto da Marinha Imperial Japonesa, principalmente em missões de reconhecimento, até 1944, quando foi transferido para o treinamento de pilotos kamikazes. Já perto do fim da guerra, Fujita estava ocupando posição de instrutor de kamikazes e após o fim da guerra, entrou para reserva. Ganhou a vida como vendedor de metais. Em 1962, Fujita recebeu um convite amigável para conhecer a cidade a qual havia bombardeado suas florestas, Brookings no Oregon, mas isto só veio a acontecer, depois que o governo japonês teve a certeza de que ele não seria preso e julgado como criminoso de guerra. Nessa viagem, levou junto com ele sua espada de Samurai, a mesma que o acompanhara durante a guerra na cabine de seu avião. Os moradores, ao contrario do que pensava Fujita, o trataram muito bem, pois para os moradores, ele fazia parte das poucas historias da pequena cidade. Fujita, em gratidão, doou à cidade sua espada Samurai de 400 anos, relíquia de sua família, como um sinal de amizade. Impressionado com sua acolhida nos Estados Unidos, Fujita convidou três alunas de Brookings para irem ao Japão em 1985. Durante a visita das estudantes da Brookings Harbour High School ao Japão, Fujita recebeu uma carta de dedicação de um assessor do presidente Ronald Reagan "com admiração por sua gentileza e generosidade". Fujita retornou à Brookings em 1990, 1992 e 1995. Em 1992, ele plantou uma árvore no local da queda de uma de suas bombas como um gesto de paz e uma tradição japonesa. Em 1995, ele moveu a espada Samurai da Prefeitura de Brookings para a nova Biblioteca Pública de Brookings, acompanhada por uma placa descrevendo Fujita como "o único inimigo a bombardear os EUA do ar" e diz que a espada foi oferecida "no interesse da paz e da amizade". No final de 1997, os moradores de Brookings descobriram que Fujita estava com problemas graves de saúde. A Câmara Municipal votou para torná-lo um Cidadão Honorário, e a notícia foi passada a ele, a tempo de ele ouvir as notícias e sorrir. Alguns dias depois, em 30 de setembro de 1997, ele morreu aos 85 anos. Nobuo Fujita pediu que uma parte das cinzas de sua cremação fossem enterradas na floresta. Em outubro de 1998, sua filha Yoriko Asakura, enterrou parte de suas cinzas na floresta, onde ele havia jogado suas bombas incendiárias.


SELO HIDROAVIÃO JAPONÊS YOKOSUKA E14Y.


PINTURA ATAQUE SUBMARINO PORTA-AVIÃO I-25 - 1942.


DETALHE SUBMARINO PORTA-AVIÃO I-25 CLASSE B1.


SUBMARINO PORTA-AVIÃO I-26, SIMILAR AO I-25.


PILOTO NOBUO FUJITA EM UNIFORME DE VOO.


PILOTO NOBUO FUJITA.


HIDROAVIÃO JAPONÊS YOKOSUKA E14Y.


NOBUO FUJITA, ACOMPANHADO DE SUA ESPOSA AYAKO E SEU FILHO YASUYOSHI, PRESENTEIA
SUA ESPADA DE SAMURAI AO PREFEITO DE BROOKINGS, FELL CAMPBELL.


NOBUO FUJITA VERIFICA A ESPADA DE SAMURAI PRESENTEADA A CIDADE DE BROOKINGS-1995.


A ESPADA DE SAMURAI ESTA HOJE NA BIBLIOTECA PÚBLICA DE BROOKINGS.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por Gnobre em Seg Maio 07 2018, 20:40

História impressionante.
Grato por compartilhar.
avatar
Gnobre

Idade : 48
Localização : Montes Claros - MG
Data de inscrição : 04/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Maio 07 2018, 20:54

Prezado,

agradecido.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por H Roberto em Seg Maio 07 2018, 21:03

putz...esse eu não tinha visto ainda....sério Shocked Shocked submarino portavião
avatar
H Roberto

Idade : 69
Localização : Santa Maria - RS - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Seg Maio 07 2018, 21:12

Prezado,

sim...a criatividade é sem limites...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JAPÃO - 2ª GUERRA MUNDIAL: O ÚNICO BOMBARDEIO AO TERRITÓRIO DOS ESTADOS UNIDOS - 1942!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum