Quiz de Domingo CXXXIV – Bibliotecas míticas I: Timbuktu

Ir em baixo

Quiz de Domingo CXXXIV – Bibliotecas míticas I: Timbuktu

Mensagem por Fabio Monteiro em Dom Abr 29 2018, 02:59

Na minha última visita a Porto Alegre tive ocasião de rever a velha Biblioteca Pública do Estado, bem como de conhecer a nova Biblioteca da PUC/RS. Numa cidade que continua suja e insegura como sempre, esses lugares são como oásis de tranquilidade e introspecção; isso sem falar nas descobertas das minhas pesquisas, nem da internet de graça. Aliás, oásis é uma metáfora muito adequada para o deserto cultural que está se tornando o país onde nasci. Então vamos começar uma pequena seqüência de quizes que buscam bibliotecas.



A primeira delas é um oásis em vários sentidos. Está situada num lugar muito improvável para leituras; o país e o continente, idem. No entanto, a região tem uma tradição literária de quase mil anos. Não há só uma biblioteca lá, mas mais de 60 delas, isso numa cidade com cerca de 60 mil habitantes! Estima-se a existência de mais de um milhão de manuscritos na cidade e arredores.

Infelizmente as guerras ao longo dos séculos destruíram  muitos livros, e os últimos ataques ocorreram em 2012 e 2013, causando imensos danos na cidade e em milhares de manuscritos. Mas organizações internacionais trabalham na reconstrução e recuperação de prédios e livros. E quem sabe a paz e vida cultural voltarão em breve?

Quem vai me enviar, por MP até à meia-noite de Brasília, a imagem de um selo ou objeto postal do país onde se encontra esse tesouro acima descrito? Bom domingo a todos!


Última edição por Fabio Monteiro em Seg Abr 30 2018, 04:50, editado 2 vez(es)
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quiz de Domingo CXXXIV – Bibliotecas míticas I: Timbuktu

Mensagem por Fabio Monteiro em Seg Abr 30 2018, 04:38

Parabéns aos dois acertadores que descobriram a lendária cidade de Timbuktu, (ou ainda Tombuctu, em português) ao sul do Deserto do Saara, no Mali, África Ocidental, e postaram os seguintes selos:
 




Eis os acertadores, com os respectivos horários de postagem e os números com que concorrerão ao brinde da semana, na próxima extração da loteria federal:

(8:43) Vitor Carlos: números 1 a 5
(9:35) FRITZEN: números 6 a 0

Até lá, boa sorte a ambos!


Mesquita de Djinguer-Ber (1325)


Mesquita de Sankóre (séc. 14/15)

Outros participantes tentaram com selos da Líbia, Síria e Iraque, mas as bibliotecas principais desses países não atendem a todas as especificações do quiz. A Biblioteca Nacional da Líbia foi fundada só em 1972 e tem uns 150 mil volumes. Tanto Damasco (Síria) quanto Bagdad (Iraque) têm bem mais de 60 mil habitantes. A biblioteca síria de Antióquia deve ser a mais antiga, mas hoje a cidade chama-se Antakya, e pertence à Turquia. Entre as antigas bibliotecas de Damasco, a Refaiya têm obras de mais de mil anos e está sendo digitalizada, pelo menos em parte, na Alemanha. Já a mais antiga biblioteca conhecida de Bagdad é a chamada Casa da Sabedoria (بيت الحكمة Bayt al-Hikma), fundada em 825.

Timbuktu é Patrimônio Mundial da Humanidade (UNESCO) desde 1988, e dois anos mais tarde já estava na lista vermelha das cidades-patrimônio ameaçadas, tanto pela desertificação progressiva quanto por ataques de grupos islamistas fanáticos. O último desses ataques bárbaros, entre 2012/13, destruiu não só diversos prédios (Mausoléus Sidi Mahmur Ben Abar, Sidi Moctar e Alpha Moya, entre outros) como também cerca de 4.000 manuscritos centenários. Esse ataque foi tematizado no belo filme malês Timbuktu de A. Sissako (ver Bonus tracks).

A cidade não é só um dos mais importantes e antigos centros de cultura islâmica no mundo, como também uma imensa biblioteca, ao acumular manuscritos e livros desde o século 14. O armazenamento decentralizado, apesar de causar problemas aos estudiosos, acabou salvando muitas obras da barbárie. A bela série de cinco selos postada acima mostra um desses manuscritos vetustos.

E vamos brindar à tolerância e cultura de todos os povos com um pinot gris, que aqui se chama Grauer Burgunder. Este veio duma cooperativa das terras vulcânicas do Kaiserstuhl, perto de Freiburgo. Muito sabor, potência barroca e elegância tb, por um precinho camarada: 4 euros no supermercado. Acompanhou impecável uma quiche de atum e legumes:

 
Frau Monteiro
   
O pinot gris bem feito é uma ótima alternativa ao riesling pra quem não aprecia a alta acidez deste último, mas faz questão de forte expressividade no palato. Boa semana a todos!

Bonus tracks:

Um excelente texto e fotos de Timbuktu (em inglês):
https://www.theguardian.com/cities/2014/sep/16/-sp-life-timbuktu-mali-ancient-city-gold-slowly-turning-to-dust

Arquitetura islâmica em Timbuktu (em inglês):
http://islamic-arts.org/2011/the-islamic-legacy-of-timbuktu/

Trailer do filme Timbuktu, de Abderrahmane Sissako (2014):
https://www.youtube.com/watch?v=Cs2dYAlbINY
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quiz de Domingo CXXXIV – Bibliotecas míticas I: Timbuktu

Mensagem por Fabio Monteiro em Qui Maio 03 2018, 02:34

A Deusa da Fortuna falou, e com o veredito de ontem, pelo final 1 do primeiro prêmio da federal,...

http://loterias.caixa.gov.br/wps/portal/loterias/landing/federal/

... enviou o brinde da semana ao Vitor Carlos, parabéns! Sai até amanhä daqui.
avatar
Fabio Monteiro

Localização : Alemanha
Data de inscrição : 08/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quiz de Domingo CXXXIV – Bibliotecas míticas I: Timbuktu

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum