BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Ir em baixo

BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Sex Abr 13, 2018 9:54 pm

Compartilho com os colegas, "Revolução Federalista ou Revolução da Degola 1893 - 1895!!!


                                                        REVOLUÇÃO FEDERALISTA,
                                              A REVOLTA MAIS SANGRENTA DO BRASIL.
                                                                   1893 – 1895.        

A Revolução Federalista (23 de fevereiro de 1893 a 23 de agosto de 1895, assinatura do termo de paz em Pelotas/RS), ocorrida durante o governo de Floriano Peixoto, no período denominado “República da Espada”, foi uma guerra civil gaúcha disputada entre os federalistas (maragatos) e os republicanos (pica-paus). Representa uma das mais violentas e sangrentas revoltas travadas no sul do Brasil. A revolução durou dois anos e meio, desde fevereiro de 1893, com a eclosão da revolta pelos maragatos, os quais tentaram tomar a cidade de Bagé, no Rio Grande do Sul, devido sua posição estratégica, espalhando-se por outros estados da região sul: Santa Catarina e Paraná. A revolução somente terminou em agosto de 1895, no governo de Prudente de Moraes, que ao contrário de Floriano, ficou conhecido como o “Pacificador” e assinou um tratado de paz com os maragatos, em 23 de agosto de 1895, na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, estabelecendo a derrota definitiva dos maragatos pelos pica-paus bem como a anistia dos envolvidos. Os Federalistas, também chamados de “Maragatos” (termo que no Uruguai indica os espanhóis oriundos da localidade de Maragataria, na província de Léon, Espanha), faziam parte do Partido Federalista do Rio Grande do Sul, fundado em 1892. Eles estavam insatisfeitos com as ações do governo, após a renúncia de Deodoro, eram contrários ao sistema de governo presidencialista, e portanto, almejavam a deposição do republicano Júlio de Castilho, eleito Presidente do Estado, e ansiavam por um governo parlamentarista, sobretudo, para a descentralização do poder. Foram liderados por Gaspar da Silveira Martins (1835-1901) e Gumercindo Saraiva (1852-1894). Por sua vez, os Republicanos ou “Pica-Paus” (denominação referente à vestimenta: roupa azul e quepe vermelho), Legalistas, Chimangos (nome de uma ave do Rio Grande do Sul) ou Castilhistas (nome referente ao líder do movimento: Castilhos) estavam ao lado de Floriano e acreditavam no nacionalismo, na consolidação do sistema republicano (desde a Proclamação da República em 1889), na centralização do poder e na modernização do país; faziam parte do Partido Republicano Rio-Grandense (PRR), seu principal líder foi o jornalista e político positivista, na época Presidente do Estado: Júlio de Castilhos (1860-1903). Um dos episódios mais sangrentos e trágicos da Revolução Federalista ficou conhecido como o “Cerco da Lapa”, referente à cidade em que ocorreu o embate, na Lapa, no Estado do Paraná, durante 26 dias entre os maragatos (liderados por Silveira Martins) e os pica-paus (liderados pelo coronel Gomes Carneiro). A batalha começou com a invasão dos maragatos no estado do Paraná (breve tomada da capital, Curitiba) durando 1 mês (17 de janeiro a 11 de fevereiro de 1894). Com a chegada do reforço das tropas republicanas, oriundas de São Paulo, os maragatos foram massacrados. Ao mesmo tempo, no Rio de Janeiro, antiga capital do Brasil, estava acontecendo outro conflito, a "Revolta da Armada", disputada entre os militares e o exército. Ao final, alguns rebeldes da Revolta da Armada tentaram se aliar e articular ações com os federalistas no sul do país, os quais conquistaram a cidade de Desterro (atual Florianópolis), em Santa Catarina. No entanto, Floriano Peixoto, deu fim às duas revoltas, o que lhe conferiu a denominação de “Marechal de Ferro”. A revolução federalista foi derrotada em 24 de junho de 1895 no combate de Campo Osório, nas proximidades de Santana do Livramento, quando o almirante Saldanha da Gama morreu diante das tropas do general Hipólito Ribeiro. A paz foi assinada em 23 de agosto de 1895, na cidade de Pelotas, e selou a derrota dos federalistas.
                                                   "A Revolução da Degola".

Este conflito propiciou pelo menos dez mil mortos e incontáveis feridos. A prática da degola dos prisioneiros não foi rara em ambos os lados contendores, adquirindo o caráter revanchista. Por muito tempo foi atribuído ao coronel maragato Adão Latorre a degola de 300 pica-paus prisioneiros, às margens do rio Negro, contidos em uma taipa, um tipo de cercado de pedras para gado, que ficou conhecido como "Potreiro das Almas", nas cercanias de Bagé, hoje em território do município de Hulha Negra, em 23 de novembro de 1893, após a Batalha do Rio Negro. O fato, porém, é desmentido por vários documentos históricos, como o diário do general maragato João Nunes da Silva Tavares, que refere o número de 300 como sendo as baixas totais do inimigo, entre mortos em combate e feridos. O general afirma que o número de degolados foi de 23 "patriotas", membros das forças provisórias castilhistas, todos assassinos conhecidos no estado, pelas tropelias cometidos contra os Federalistas, particularmente no saque a Bagé no final de 1892 pelas forças dos coronéis castilhistas Pedroso e Motta. Em 5 de abril, no Combate do Boi Preto há a degola de 250 maragatos em represália à degola do rio Negro. O pica-pau Cherengue ou Xerengue rivalizava com Latorre em número de degolas praticadas. Muitas vezes, a degola era praticada em meio a zombarias e humilhações. Embora não com frequência, poderia ser antecedida por castração. Conta-se, por exemplo, que apostas eram feitas em corrida de degolados. Na degola "convencional" a vítima, ajoelhada, tinha as pernas e mãos amarradas, a cabeça estendida para trás e a faca era passada "de orelha a orelha". Como se degolasse uma ovelha, rotina nas lides do campo. Os ressentimentos acumulados, as desavenças pessoais, somados ao caráter rude do homem da campanha acostumado a sacrificar o gado, tentam explicar estes atos de selvageria. Do ponto de vista militar e logístico, a degola decorria da incapacidade das forças em combate de fazer prisioneiros, mantê-los encarcerados e alimentá-los, pois, ambas lutavam em situação de grande penúria. Procurava-se, pelo mesmo motivo, poupar munição empregando um meio rápido de execução. Numa população de um milhão de pessoas, a Revolução Federalista deixou cerca de 12 mil mortos, dentre Pica-paus e Maragatos.

50 ANOS DO CERCO DA LAPA/PR 1894 - 1944.


ENVELOPE COM CARIMBO CERCO DA LAPA/PR - 11/02/1944.


SELO 120 ANOS DO CERCO DA LAPA/PR.


REVOLUÇÃO FEDERALISTA - PROTAGONISTAS.


PICA-PAUS E MARAGATOS.


PRINCIPAIS LÍDERES MARAGATOS: GUMERCINDO AO LADO DE APARÍCIO, AMBOS NO CENTRO.


MARAGATOS.


CERCO DE BAGÉ, TRINCHEIRA NA RUA 7 DE SETEMBRO.


DESENHO REPRESENTATIVO DE COMO ERA FEITA A "DEGOLA".


EXECUÇÃO DE UM REVOLTOSO NA "DEGOLA" - 1894.


DESENHO A NANQUIM, GRANDE COMBATE NA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE LAPA, DURANTE
O CERCO DA LAPA/PR - JANEIRO DE 1894.




PANTEÃO DOS HERÓIS - LAPA/PR.


CRUZ DOS DEGOLADOS, HOMENAGEM MUNICÍPIO DE SÃO MARTINHO
DA SERRA/RS, AOS MORTOS NA REVOLUÇÃO.


MONUMENTO PLANTA DA CIDADE NA ÉPOCA DO CERCO.


MONUMENTO PLACA DA DESCRIÇÃO DO CERCO DA LAPA/PR.
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Mensagem por FBernardo em Sab Abr 14, 2018 6:15 am

Carta circulada nesse período, remetida de Lisboa para Pelotas:  link1   link2


avatar
FBernardo

Localização : Suíça
Data de inscrição : 02/03/2008

http://emblogadafilatelica.blogspot.ch

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Mensagem por Marco em Sab Abr 14, 2018 12:45 pm

Agradeço ao Antonio Pulsy e ao Fbernardo pelas postagens muito interessantes e instrutivas! cheers
avatar
Marco

Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 07/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Mensagem por Antonio C. Pulsy em Sab Abr 14, 2018 2:51 pm

Prezado,

agradecido pela contribuição...
avatar
Antonio C. Pulsy

Idade : 62
Localização : Canoas/RS.
Data de inscrição : 24/04/2014

http://antonio.pulsy@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BRASIL - REVOLUÇÃO FEDERALISTA OU REVOLUÇÃO DA DEGOLA 1893 - 1895!!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum